Concurso Prefeitura Porto Alegre (RS) 2019 Em andamento

Orgão: Prefeitura Porto Alegre
Nº vagas: 2
Taxa de inscrição: De R$ 200,50 Até R$ 200,50
Cargos: Auditor Fiscal
Áreas de Atuação: Auditoria
Escolaridade: Ensino Superior
Faixa de salário: De R$ 6316,00 Até R$ 6316,00
Organizadora: Fundatec
Estados com Vagas: RS
Cidades: Porto Alegre - RS

Publicado em 24/01/2019, às 11h16 - Atualizado em 15/12/2019, às 11h00


O edital do concurso de Porto Alegre, cidade localizada no Estado do Rio Grande do Sul (RS), visa o provimento de duas vagas para o cargo de auditor-fiscal da receita municipal.

A Fundatec é a empresa responsável pela organização e execução do processo de seleção. As inscrições serão recebidas até as 17h do dia 5 de novembro de 2019, através do site www.fundatec.org.br. A taxa custa R$ 200,50.

Todos os inscritos no concurso de Porto Alegre serão avaliados por meio de prova teórico-objetiva de múltipla escolha, de caráter eliminatório e classificatório.

Informações complementares

Requisitos e remuneração

Para ingressar na carreira é necessário possuir nível superior completo em qualquer área de atividade, bacharelado ou licenciatura plena. O salário inicial é de R$ 6.316,64 para jornada de trabalho semanal de 30 horas, com prestação de serviço à noite, sábados, domingos e feriados, sujeito a trabalho externo e atendimento ao público mediante convocação.

Além do vencimento, o servidor ainda recebe os seguintes benefícios: vale-alimentação no valor de R$ 505,50; vale-transporte; e plano de saúde.

Atribuições do auditor-fiscal

Orientar contribuintes visando ao exato cumprimento da legislação tributária; lavrar termos, intimações e notificações, de conformidade com a legislação pertinente; executar a auditoria fiscal em relação a contribuintes e demais pessoas naturais ou jurídicas ligadas a situação que constitua o fato gerador da obrigação tributária; constituir o crédito tributário mediante o respectivo lançamento; proceder a inspeção dos estabelecimentos de contribuintes e demais pessoas ligadas ao fato gerador do tributo; proceder a apreensão, mediante lavratura de termo, de livros, documentos e papéis necessários ao exame fiscal, proceder ao arbitramento do crédito tributário, nos casos e na forma prevista na legislação pertinente; proceder a cobrança de tributos municipais, bem como dos acessórios, adicionais e penalidades, nos casos previstos em Lei; realizar sindicâncias decorrentes de requerimentos, de revisões, isenções, imunidades, demolições de prédios e pedido de baixa de inscrição; proceder quaisquer diligências exigidas pelo serviço; prestar informações e emitir pareceres, elaborar relatórios e boletins estatísticos de produção; gerir os cadastros de contribuintes, outorgando inclusões, exclusões, alterações e respectivo processamento de acordo com a legislação, controlar as receitas originadas de transferências federais e estaduais, repassadas ao Município de conformidade com a legislação aplicável; emitir pareceres sobre a criação, alteração ou suspensão de tributos; exercer ou executar outras atividades ou encargos que lhe sejam determinados por Lei ou ato regular emitido por autoridade competente.

Conteúdo programático parcial

Língua portuguesa: 1. Leitura e analise de textos. 2. Estruturação do texto e dos parágrafos. 3. Articulação do texto: pronomes e expressões referenciais, nexos, operadores sequenciais. 4. Significação contextual de palavras e expressões. 5. Interpretação: pressuposições e inferências; implícitos e subentendidos. 6. Variedades de texto e adequação de linguagem. 7. Equivalência e transformação de estruturas. 8. Discurso direto e indireto. 9. Sintaxe: processos de coordenação e subordinação. 10. Emprego de tempos e modos verbais. 11. Pontuação. 12. Estrutura e formação de palavras. 13. Funções das classes de palavras. 14. Flexão nominal e verbal. 15. Pronomes: emprego, formas de tratamento e colocação. 16. Concordância nominal e verbal. 17. Regência nominal e verbal. 18. Ortografia oficial. 19. Acentuação gráfica. 20. Figuras de linguagem. 21. Vozes verbais e sua conversão.

Matemática financeira programa: 1. Sistema simples de capitalização: capital, juro simples e montante simples. 2. Sistema composto de capitalização: capital, juro composto e montante composto. 3. Taxa real e taxa efetiva no sistema composto de capitalização. Taxas equivalentes. Capitais equivalentes. 4. Descontos: simples, composto. Desconto racional e desconto comercial. 5. Amortizações. Sistema francês. Sistema de amortização constante. Sistema misto. 6. Fluxo de caixa. Valor atual. Taxa interna de retorno.

Estatística: 1. Conceitos: tipos de dados (qualitativos, quantitativos, contínuos, discretos, nominais e ordinais); estatística descritiva e inferencial; população; censo; amostra; experimento aleatório; variáveis e atributos; variáveis aleatórias discretas e continuas. 2. Estatística descritiva: apresentação gráfica; normas para apresentação tabular de dados; distribuição de frequência (amplitude; intervalos de classe; ponto médio; frequências absolutas e relativas; frequências acumuladas absolutas e relativas); medidas de posição e de variabilidade para dados agrupados e não-agrupados (média aritmética: propriedades da media; calculo simplificado da media; medias geométrica e harmônica; mediana; moda; percentis; quartis; amplitude interquartil; desvio padrão; variância e suas propriedades; coeficiente de variação); associação entre variáveis (covariância e coeficiente de correlação). 3. Probabilidade: espaço amostral; evento; complemento de um evento; probabilidade de um evento; probabilidade de dois eventos (eventos independentes; mutuamente excludentes; não mutuamente excludentes; dependentes ou condicional). 4. Distribuições discretas de probabilidade: valor esperado; distribuição binomial; distribuição de Poisson. 5. Distribuições contínuas de probabilidade: distribuição normal; Teorema de Chebyshev; a distribuição normal como aproximação da distribuição binomial; distribuição exponencial; distribuição t-student; distribuição F; distribuição quiquadrado. 6. Amostragens e Distribuições Amostrais: amostragens probabilísticas e nãoprobabilísticas; teorema do limite central; distribuições de médias amostrais; distribuições de proporções amostrais. 7. Estimação: pontual e intervalar; cálculo do tamanho da amostra. 8. Estatística inferencial: intervalo de confiança; nível de significância; testes de hipóteses para médias e proporções, unilaterais (uni caudal) e bilaterais (bicaudal). 9. Análise de variância (ANOVA). 10. Regressão linear simples e múltipla: método dos mínimos quadrados; variáveis binárias; coeficiente de determinação; coeficiente de determinação múltiplo; coeficiente de determinação múltiplo ajustado; coeficiente de correlação; testes de significância (testes T e F); utilização da equação de regressão para estimação e previsão; homocedasticidade; multicolinearidade. 11. Números índices: aritméticos simples e ponderado, harmônico simples e ponderado, geométrico simples e ponderado. 12. Índices complexos de quantidade e de preços: Laspeyres e Paasche; mudança de base. 13. Analise de séries temporais: Autocorrelação; Modelos ARIMA.

Raciocínio lógico matemático: 1. Estrutura lógica de relações arbitrárias entre pessoas, lugares, objetos ou eventos fictícios; deduzir novas informações das relações fornecidas e avaliar as condições usadas para estabelecer a estrutura daquelas relações. 2. Diagramas Lógicos. 3. Proposições e conectivos: conceito de proposição, valores lógicos das proposições, proposições simples, proposições compostas. Operações lógicas sobre proposições: negação, conjunção, disjunção, disjunção exclusiva, condicional, bicondicional. 4. Construção de tabelas-verdade: tautologias, contradições e contingências. Implicação lógica, equivalência lógica, Leis De Morgan. Argumentação e dedução lógica. 5. Sentenças abertas, operações lógicas sobre sentenças abertas. Quantificador universal, quantificador existencial, negação de proposições quantificadas. 6. Argumentos Lógicos Dedutivos; Argumentos Categóricos. Compreensão do processo lógico que, a partir de um conjunto de hipóteses, conduz, de forma válida, a conclusões determinadas. 7. Análise Combinatória e Probabilidade.

Concurso de Porto Alegre: dica de estudo

Acompanhamento

A equipe JC Concursos disponibiliza o resumo do concurso de Porto Alegre nesta página, com as principais informações do processo de seleção. Mais informações sobre conteúdo programático completo estão disponíveis abaixo, no edital anexado.


Cronograma

Abertura das inscrições07/10/2019
Prova
prova para auditor
20/10/2019
Encerramento das inscrições05/11/2019
Prova
prova para auditor-fiscal
15/12/2019

Notícias do concurso Prefeitura Porto Alegre (RS) 2019

Edital e Anexos

Abertura (21/08/2019) edital para auditor
Retificação (05/09/2019) Retificação conteúdo programático
Abertura (08/10/2019) edital para auditor-fiscal

Provas Prefeitura Porto Alegre

Nenhuma prova encontrada

Provas Fundatec - Fundação Universidade Empresa de Tecnologia e Ciências

Orgão, Cargos e OrganizadoraAnoAnexo
Câmara Municipal Analista em Comunicacao III Reporter
Fundatec
2016 Prova / Gabarito
Câmara Municipal Analista Legislativo
Fundatec
2016 Prova / Gabarito
Câmara Municipal Analista em Comunicacao II Producao de Publicidade e Propaganda
Fundatec
2016 Prova / Gabarito
_PREFEITURA MUNICIPAL Advogado
Fundatec
2015 Prova / Gabarito
_PREFEITURA MUNICIPAL Administrador
Fundatec
2015 Prova / Gabarito

» Ver lista completa

Sobre Prefeitura Porto Alegre

O Brasil conta, hoje, com 5.570 prefeituras espalhadas por municípios dos 26 Estados do país, além do Distrito Federal. Os municípios são uma circunscrição territorial dotada de personalidade jurídica e com certa autonomia administrativa, sendo as menores unidades autônomas da Federação. Uma prefeitura é a sede do poder executivo do município (semelhante à câmara municipal, em Portugal). Esta é comandada por um prefeito (nas cidades brasileiras e por um presidente de câmara nos municípios portugueses) e dividida em secretarias de governo, como educação, saúde ou meio ambiente. O termo prefeitura também pode designar o prédio onde está instalada a sede do governo municipal, também chamado de paço municipal onde geralmente se localiza o gabinete do prefeito. A instituição da prefeitura de seu encarregado maior, o "prefeito", é algo relativamente novo na história do Brasil. O poder hoje exercido pela prefeitura foi anteriormente exercido pela câmara municipal, pelo conselho de intendência e pela intendência municipal. As prefeituras são órgãos independentes, que não precisam de autorização por parte das administrações federal ou estaduais para realizarem seus concursos públicos, seja para preenchimento na própria sede ou em secretarias vinculadas à ela.


Comentários

Mais Lidas