Concurso Prefeitura Ananindeua (PA) 2019 - Guarda Em andamento

Orgão: Prefeitura Ananindeua
Nº vagas: 60
Taxa de inscrição: De R$ 80,00 Até R$ 80,00
Cargos: Guarda
Áreas de Atuação: Segurança Pública
Escolaridade: Ensino Médio
Faixa de salário: De R$ 998,00
Organizadora: CETAP
Estados com Vagas: PA
Cidades: Ananindeua - PA

Publicado em 02/09/2019, às 15h44 - Atualizado em 02/12/2019, às 23h00


O edital do concurso para guarda de Ananindeua, cidade localizada no Estado do Pará (PA), visa o provimento de 60 vagas, sendo 50 imediatas e dez para formação de cadastro reserva (CR) de eventuais oportunidades.

As inscrições serão recebidas entre os dias 5 de setembro e 18 de outubro de 2019. A ficha cadastral estará disponível no endereço eletrônico da banca organizadora, que é http://www.cetapnet.com.br. O valor da taxa de participação é de R$ 80.

O concurso para guarda de Ananindeua contará com prova objetiva; teste de avaliação física; avaliação psicológica; avaliação antropométrica e médica; e investigação de antecedentes pessoais.

Informações complementares

Vagas e requisitos

Ofertas estão distribuídas da seguinte forma: sexo feminino (10 vagas + 3 CR) e sexo masculino (40 + 7 CR). Interessados devem possuir ensino médio completo, idade máxima de 35 anos, altura mínima de 1,60 para as mulheres e 1,65m para os homens, carteira de habilitação na categoria “B” e aptidão para natação na modalidade estilo livre no mínimo 25 metros.

O salário inicial oferecido para o cargo de guarda civil municipal é de R$ 998, acrescido de 100% de gratificação de risco de vida, 100% de gratificação de atividade operacional e R$ 400 de vale-alimentação. A jornada de trabalho é de 40 horas semanais, podendo aplicada jornada diferenciada em regime de escala ou de plantão.

Atribuições do guarda civil municipal

Planejar, organizar, controlar, supervisionar, coordenar e executar ações que possam prevenir proibir, inibir e restringir ações nefastas de pessoas que atentem contra a população, bens, serviços e instalações municipais, assim como a preservação da ordem pública; Educar, orientar, fiscalizar, controlar e policiar o trânsito nas vias e logradouros municipais, visando à segurança e a fluidez no tráfego; Policiar e proteger a população, o patrimônio ecológico, cultural, arquitetônico e ambiental do Município, adotando medidas educativas e preventivas; Exercer o poder de polícia para a proteção, tranquilidade e segurança dos cidadãos; Colaborar, com os órgãos federais e estaduais para o desenvolvimento e o provimento do Município, visando o controle, fiscalização e encerramento das atividades que violarem normas de saúde, de higiene, de segurança, da funcionalidade e a moralidade ou quaisquer outros aspectos relacionados com o interesse do Município; Colaborar e participar das atividades de Defesa Civil na área territorial do Município, ou fora dela devidamente autorizada pelo Chefe do Executivo, em articulação com a Secretaria Municipal de Segurança e Defesa Social e a Defesa Civil Municipal, e os órgãos federais e estaduais competentes; Desempenhar missões eminentemente preventivas e comunitárias zelando pelo respeito à Constituição, às leis e a proteção da população, ao patrimônio público municipal e a garantia da prestação dos serviços de responsabilidade do município; Desenvolver programas e atividades de caráter social e sócio-educativos, inclusive com adolescentes infratores, através de parcerias com órgãos federais, estaduais e municipais, comprometendo-se com a evolução social da comunidade; Colaborar com as autoridades que estejam atuando no município, especialmente atuando no que tange à proteção da população, patrimônio histórico, meio ambiente ecologicamente equilibrado, e ao bem-estar do idoso, da criança e do adolescente; Observar, preservar e promover os princípios fundamentais dos direitos humanos, garantindo os direitos individuais e coletivos e o exercício da cidadania e liberdades públicas no âmbito do município; Apurar, nos termos da lei, as infrações disciplinares de seus servidores nos limites de sua competência; Planejar e executar ações de inteligência visando o cumprimento de suas atribuições na proteção e segurança do cidadão, dos bens e serviços do município, respeitando os direitos e garantias individuais; Realizar correições e inspeções no limite de sua competência; Acessar banco de dados do sistema de segurança pública federal e estadual, visando a prevenção criminal;

Conteúdo programático parcial

Língua portuguesa: Compreensão e Interpretação de Textos. Ortografia. Acentuação gráfica. Emprego do sinal indicativo de crase. Uso dos porquês. Significação das palavras: sinônimos, antônimos, homônimos e parônimos. Classes de Palavras. Período simples e composto. Pontuação. Concordância Nominal e Verbal. Regência Nominal e Verbal. Colocação dos pronomes oblíquos e átonos. Figuras de Linguagem.

Matemática e raciocínio lógico: Razão, proporção; regra de três simples e composta, porcentagem; juros compostos. Estatística. Tratamento da Informação: Leitura e interpretação de dados em tabelas estatísticas e gráficos. Medida de Centralização. Média, moda e mediana. Frequências acumuladas e desvio padrão. Desvios, Análise combinatória, Probabilidade, Progressão Aritmética, Progressão geométrica; Conjuntos (problemas).

Informática: Sistema operacional e ambiente Windows 7, Windows 8, Windows 10. Edição de textos, planilhas e apresentações utilizando Microsoft Word, Excel e Power Point (versões 2007 e 2010) no ambiente Windows. Conceitos básicos, ferramentas, aplicativos e procedimentos de Internet. Conceitos básicos, ferramentas, aplicativos e procedimentos de Intranet. Conceitos de organização e de gerenciamento de informações, arquivos, pastas e programas.

Atualidades: Conhecimentos de assuntos atuais e relevantes nas áreas da política, economia, transporte, sociedade, meio ambiente, educação, saúde, ciência, tecnologia, desenvolvimento sustentável, segurança pública, energia, relações internacionais, suas inter-relações e vinculações históricas.

Legislação: Lei nº 2.177/05, de 07 de dezembro de 2005. (Estatuto dos Servidores Públicos do Município de Ananindeua). Lei nº 2.706, de 03 de outubro de 2014 (Estatuto dos Servidores da Guarda Civil Municipal de Ananindeua). Lei n.º 13.022, de 08 de agosto de 2014 (Estatuto Geral das Guardas Municipais).

A equipe JC Concursos disponibiliza o resumo do concurso para guarda de Ananindeua nesta página, com as principais informações do processo de seleção. Mais informações sobre conteúdo programático completo estão disponíveis abaixo, no edital anexado.

Dica de estudo do concurso de Ananindeua


Cronograma

Abertura das inscrições05/09/2019
Encerramento das inscrições18/10/2019
Prova01/12/2019

Notícias do concurso Prefeitura Ananindeua (PA) 2019 - Guarda

Edital e Anexos

Abertura (02/09/2019)

Provas Prefeitura Ananindeua

Nenhuma prova encontrada

Provas CETAP - Centro de Extensão, Treinamento e Aperfeiçoamento Profissional

Orgão, Cargos e OrganizadoraAnoAnexo
_PREFEITURA MUNICIPAL Professor de Matematica
CETAP
2015 Prova / Gabarito
COSANPA Engenheiro Sanitarista
CETAP
2015 Prova / Gabarito
Prefeitura Assistente Social
CETAP
2014 Prova / Gabarito
Prefeitura Vigia
CETAP
2013 Prova / Gabarito
Prefeitura Servente
CETAP
2013 Prova / Gabarito

» Ver lista completa

Sobre Prefeitura Ananindeua

O Brasil conta, hoje, com 5.570 prefeituras espalhadas por municípios dos 26 Estados do país, além do Distrito Federal. Os municípios são uma circunscrição territorial dotada de personalidade jurídica e com certa autonomia administrativa, sendo as menores unidades autônomas da Federação. Uma prefeitura é a sede do poder executivo do município (semelhante à câmara municipal, em Portugal). Esta é comandada por um prefeito (nas cidades brasileiras e por um presidente de câmara nos municípios portugueses) e dividida em secretarias de governo, como educação, saúde ou meio ambiente. O termo prefeitura também pode designar o prédio onde está instalada a sede do governo municipal, também chamado de paço municipal onde geralmente se localiza o gabinete do prefeito. A instituição da prefeitura de seu encarregado maior, o "prefeito", é algo relativamente novo na história do Brasil. O poder hoje exercido pela prefeitura foi anteriormente exercido pela câmara municipal, pelo conselho de intendência e pela intendência municipal. As prefeituras são órgãos independentes, que não precisam de autorização por parte das administrações federal ou estaduais para realizarem seus concursos públicos, seja para preenchimento na própria sede ou em secretarias vinculadas à ela.


Comentários

Mais Lidas