Concurso Prefeitura Sabará (MG) 2019 Em andamento

Orgão: Prefeitura Sabará
Nº vagas: 67
Taxa de inscrição: De R$ 50,00 Até R$ 50,00
Cargos: Agente
Áreas de Atuação: Saúde
Escolaridade: Ensino Médio
Faixa de salário: De R$ 1250,00 Até R$ 1250,00
Organizadora: Reis & Reis Auditores Associados
Estados com Vagas: MG
Cidades: Sabará - MG

Publicado em 22/10/2019, às 15h30 - Atualizado em 25/11/2019, às 23h00


O edital do concurso da Prefeitura de Sabará, cidade localizada no Estado de Minas Gerais (MG), reúne 67 vagas, sendo quatro reservadas a pessoas com deficiência.

As inscrições serão recebidas até o dia 7 de novembro de 2019, exclusivamente pela internet, através do site da banca organizadora do processo de seleção, que é www.reisauditores.com.br. A taxa custa R$ 50.

Todos os inscritos no concurso da Prefeitura de Sabará serão avaliados por meio de prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório.

Informações complementares

Distribuição das vagas

Ofertas estão distribuídas entre os cargos de agente comunitário de saúde (37 vagas + CR) e agente de combate às endemias (30), que requerem ensino médio completo. O primeiro posto ainda exige que o candidato resida na área da comunidade em que irá atuar desde a data de publicação do edital.

De acordo com o edital do concurso da Prefeitura de Sabará, o salário inicial é de R$ 1.250 para carga horária semanal de 40 horas, para atuação em período diurno, noturno, feriados e finais de semana, em regime de escala de trabalho, quando necessário.

Atribuições dos cargos

Agente comunitário de saúde: I- Trabalhar com adstrição de indivíduos e famílias em base geográfica definida e cadastrar todas as pessoas de sua área, mantendo os dados atualizados no sistema de informações da Atenção Básica vigente, utilizando-os de forma sistemática, com apoio da equipe, para a análise da situação de saúde, considerando as características sociais, econômicas, culturais, demográficas e epidemiológicas do território, e priorizando as situações a serem acompanhadas no planejamento local; II- Utilizar instrumentos para a coleta de informações que apolem no diagnóstico demográfico e sociocultural da comunidade; III- Registrar, para fins de planejamento e acompanhamento das ações de saúde, os dados de nascimentos, óbitos, doenças e outros agravos à saúde, garantido o sigilo ético; IV- Desenvolver ações que busquem a integração entre a equipe de saúde e a população adstrita à Unidade Básica de saúde, considerando as características e as finalidades do trabalho de acompanhamento de indivíduos e grupos sociais ou coletividades; V- Informar os usuários sobre as datas e horários de consultas e exames agendados; VI- Participar dos processos de regulação a partir da Atenção Básica para acompanhamento das necessidades dos usuários no que diz respeito a agendamento ou desistência de consultas e exames solicitados; VII- Utilização de instrumentos para diagnósticos demográfico e sociocultural da comunidade; VIII- Promoção de ações de educação para a saúde individual e coletiva; IX-Registro, para fins exclusivos de controle e planejamento das ações de saúde, de nascimentos, óbitos, doenças e outros agravos à saúde; X- Estímulo à participação da comunidade nas políticas públicas voltadas para área da saúde; XI-Realização de visitas domiciliares periódicas para monitoramento de situações de risco à família; XII- Participação em ações que fortaleçam os elos entre o setor saúde e outras políticas que promovam a qualidade de vida; XIII- Exercer outras atividades.

Agente de combate às endemias: I- Executar ações de campo para pesquisa entomológica, malacológica ou coleta de reservatórios de doenças; II- Realizar cadastramento e atualização da base de imóveis para planejamento e definição de estratégias de prevenção, intervenção e controle de doenças, incluindo, dentre outros, o recenseamento de animais e levantamento de índice amostral tecnicamente indicado; III- Executar ações de controle de doenças utilizando as medidas de controle químico, biológico, manejo ambiental e outras ações de manejo integrado de vetores; IV- Realizar e manter atualizados os mapas, croquis e o reconhecimento geográfico de seu território; V- Executar ações de campo em projetos que visem avaliar novas metodologias de intervenção para prevenção e controle de doenças; VI- Atividades de vigilância, prevenção e controle de doenças e promoção da saúde; VII- Discernimento e execução das atividades dos programas de controle de zoonoses; VIII- Pesquisa e coleta de vetores causadores de infecções e infestações; IX- Vistoria de imóveis e logradouros para eliminação de vetores causadores de infecções e infestações; X- Remoção e/ou eliminação de recipientes com focos ou focos potenciais de vetores causadores de infecções e infestações XI- Manuseio e operação de equipamentos para aplicação de larvicidas e inseticidas; XII- Aplicação de produtos químicos para controle e/ou combate de vetores causadores de infecções e infestações; XIII- Execução de guarda, alimentação, captura, remoção, vacinação, coleta de sangue e eutanásia de animais; XIV- Orientação aos cidadãos quanto à prevenção e tratamento de doenças transmitidas por vetores; XV- Participação em reuniões, capacitações técnicas e eventos de mobilização social; XVI- Participação em ações de desenvolvimento das políticas de promoção da qualidade de vida; XVII- Exercer outras atividades.

Conteúdo programático parcial

Comum a todos os cargos

  • Língua portuguesa: Compreensão e interpretação de textos; denotação e conotação; figuras; coesão e coerência; tipologia textual; significação das palavras; emprego das classes de palavras; sintaxe da oração e do período; pontuação; concordância verbal e nominal; regência verbal e nominal; estudo da crase. Fonologia: conceito, encontros vocálicos, dígrafos, ortoépia, divisão silábica, prosódia, acentuação e ortografia. Morfologia: estrutura e formação das palavras; Sintaxe: termos da oração, período composto, conceito e classificação das orações. Semântica: a significação das palavras no texto. Conhecimento gramatical de acordo com o padrão culto da língua portuguesa. Ortografia oficial – novo acordo ortográfico.
  • Conhecimentos básicos de saúde pública/SUS: Organização dos serviços de saúde no Brasil – Sistema Único de Saúde: princípios, diretrizes e controle social. Organização da gestão, financiamento e legislação do SUS. Saúde complementar. Planejamento e programação local de saúde. Políticas Nacionais na área da saúde: Política Nacional de Atenção Básica; Política Nacional de Saúde Ambiental; Política Nacional de Humanização, Política Nacional de Promoção da Saúde. Epidemiologia e Indicadores de Saúde. Sistemas de Informação em Saúde. Vigilância epidemiológica e Doenças de Notificação Compulsória. Educação em saúde. Sugestão Bibliográfica: Constituição da República Federativa do Brasil. Artigos relacionados à saúde. Brasil. Ministério da Saúde. Conselho Nacional de Saúde. Coletânea de Normas para o Controle Social no Sistema Único de Saúde. Brasília: Editora do Ministério da Saúde. Brasil. Conselho Nacional de Secretários de Saúde. Legislação Estruturante do SUS. Brasília: CONASS. Brasil. Conselho Nacional de Secretários de Saúde. Sistema Único de Saúde. Brasília: CONASS. Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Vigilância Epidemiológica. Guia de vigilância epidemiológica. Brasília: Ministério da Saúde. Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Política Nacional de Promoção da Saúde. Brasília: Ministério da Saúde. Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Política Nacional de Atenção Básica. Brasília: Ministério da Saúde. Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria-Executiva. Núcleo Técnico da Política Nacional de Humanização. Humaniza SUS: política nacional de humanização: documento base para gestores e trabalhadores do SUS. Brasília: Ministério da Saúde. Brasil. Ministério da Saúde. Conselho Nacional de Saúde. Subsídios para construção da Política Nacional de Saúde Ambiental. Brasília: Editora do Ministério da Saúde. Brasil. Ministério da Saúde. Constituição Federal de 1988 – Título VIII, Capítulo II, Seção II, Artigos de 196 a 200, da Saúde. BRASIL, Legislação Federal, Leis Federais nº 8.080, de 19/09/90, Lei Federal nº 8.142, de 28/12/90. Doenças infecciosas e parasitárias do Ministério da Saúde. Pactos da Saúde.

Concurso da Prefeitura de Sabará: dica de estudo

Acompanhamento

A equipe JC Concursos disponibiliza o resumo do concurso da Prefeitura de Sabará nesta página, com as principais informações do processo de seleção. Mais informações estão disponíveis abaixo, no edital anexado.


Cronograma

Abertura das inscrições22/10/2019
Encerramento das inscrições07/11/2019
Prova24/11/2019
Divulgação do Resultado23/12/2019

Notícias do concurso Prefeitura Sabará (MG) 2019

Edital e Anexos

Abertura (22/10/2019)

Provas Prefeitura Sabará

Nenhuma prova encontrada

Provas Reis & Reis Auditores Associados

Nenhuma prova encontrada

Sobre Prefeitura Sabará

O Brasil conta, hoje, com 5.570 prefeituras espalhadas por municípios dos 26 Estados do país, além do Distrito Federal. Os municípios são uma circunscrição territorial dotada de personalidade jurídica e com certa autonomia administrativa, sendo as menores unidades autônomas da Federação. Uma prefeitura é a sede do poder executivo do município (semelhante à câmara municipal, em Portugal). Esta é comandada por um prefeito (nas cidades brasileiras e por um presidente de câmara nos municípios portugueses) e dividida em secretarias de governo, como educação, saúde ou meio ambiente. O termo prefeitura também pode designar o prédio onde está instalada a sede do governo municipal, também chamado de paço municipal onde geralmente se localiza o gabinete do prefeito. A instituição da prefeitura de seu encarregado maior, o "prefeito", é algo relativamente novo na história do Brasil. O poder hoje exercido pela prefeitura foi anteriormente exercido pela câmara municipal, pelo conselho de intendência e pela intendência municipal. As prefeituras são órgãos independentes, que não precisam de autorização por parte das administrações federal ou estaduais para realizarem seus concursos públicos, seja para preenchimento na própria sede ou em secretarias vinculadas à ela.


Comentários

Mais Lidas