Publicado: 05/07/2018 - 09:24 | Atualizado: 05/07/2018 - 09:25
Publicado: 05/07/2018 - 09:24 | Atualizado: 05/07/2018 - 09:25

BANCO DO BRASIL divulga RESULTADO final de concurso

Com ofertas para escriturário em São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília, concurso do Banco do Brasil registrou mais de 150 mil inscritos

60 vagas

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

A Fundação Cesgranrio publicou nesta quinta-feira (5) o resultado final do concurso do Banco do Brasil para escriturário. A classificação está disponível para consulta aqui. As provas objetiva e de redação foram aplicadas aos mais de 150 mil candidatos inscritos em 13 de maio. 

O processo seletivo ofereceu, ao todo, 60 vagas (30 imediatas e 30 para cadastro reserva) distribuídas entre as cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília, de acordo com o edital.

Destinada a profissionais de nível médio, a carreira conta com vencimentos de R$ 4.036,56, já considerando os valores do salário-base (R$ 2.718,73), da ajuda alimentação/refeição (R$ 737) e da cesta alimentação (R$ 580,83).

APOSTILAS CONCURSO BANCO DO BRASIL 2018 - ESCRITURÁRIO
CURSO CONCURSO BANCO DO BRASIL 2018 - ESCRITURÁRIO

O BB concede ainda outros benefícios, entre eles: participação nos lucros ou resultados; vale-transporte; auxílio-creche; auxílio a filho com deficiência; previdência privada; e possibilidade de ascensão e desenvolvimento profissional.

Os aprovados no concurso do Banco do Brasil 2018 assinarão contrato individual de trabalho, em caráter de experiência, pelo prazo de 90 dias, quando serão avaliados sob os aspectos disciplinar e de capacidade e adaptação às atividades. 

APOSTILAS CONCURSO BANCO DO BRASIL 2018 - ESCRITURÁRIO

Após os três meses, os profissionais que atenderem às expectativas do BB passarão a ter vínculo vigente por período indeterminado. As contratações ocorrerão pelo regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e terão a cidade de lotação definida pela instituição. 

Do total das oportunidades em disputa no concurso do Banco do Brasil 2018, 5% foram reservadas a pessoas com deficiência (PCD) e 20% a negros. 

Concurso Banco do Brasil 2018: inscrições e provas


As inscrições para o concurso do Banco do Brasil foram recebidas por meio do site da Fundação Cesgranrio (www.cesgranrio.org.br). O valor da taxa foi de R$ 48.

Segundo balanço divulgado pela organizadora, dos 150.172 participantes, 127.304 concorreram na lista de ampla concorrência; 662 pela cota de pessoas com deficiência; e 22.206 como negros.

O processo seletivo envolveu prova objetiva e redação. A primeira teve 70 questões de múltipla escolha sobre conhecimentos básicos e específicos, enquanto a segunda cobrou a elaboração de um texto entre 25 e 30 linhas. 

O conteúdo programático do concurso para escriturário do Banco do Brasil abordava língua portuguesa, língua inglesa, matemática, atualidades do mercado financeiro, probabilidade e estatística, conhecimentos bancários e informática. 


Ads

Garanta sua aprovação no concurso do Banco do Brasil

A Central de Concursos oferece a melhor preparação para você conquistar uma das vagas de escriturário. Faça sua matrícula e conheça a metodologia de ensino com 28 anos de tradição em aprovação. Confira.
   

Os exames ocorreram em Belém/PA, Belo Horizonte/MG, Brasília/DF, Campinas/SP, Curitiba/PR, Fortaleza/CE, Porto Alegre/RS, Recife/PE, Rio de Janeiro/RJ e São Paulo/SP. 

De acordo com o edital, o concurso do Banco do Brasil 2018 terá validade de um ano, prorrogável por mais um, a critério do órgão.

Atribuições do escriturário no concurso do Banco do Brasil 2018


Comercialização de produtos e serviços do Banco do Brasil, atendimento ao público, atuação no caixa (quando necessário), contatos com clientes, prestação de informações aos clientes e usuários; redação de correspondências em geral; conferência de relatórios e documentos; controles estatísticos; atualização/manutenção de dados em sistemas operacionais informatizados; execução de outras tarefas inerentes ao conteúdo ocupacional do cargo, compatíveis com as peculiaridades do Banco do Brasil.

O que caiu na prova do concurso do Banco do Brasil 2018


Língua portuguesa – Emprego do acento indicativo de crase; Concordância verbal e nominal; Regência verbal e nominal; Colocação pronominal dos pronomes oblíquos átonos (próclise, mesóclise e ênclise); Emprego dos sinais indicativos de pontuação: vírgula, ponto, ponto e vírgula, dois-pontos, reticências, aspas, travessão e parênteses.

Língua inglesa – Conhecimento de um vocabulário fundamental e dos aspectos gramaticais básicos para a interpretação de textos técnicos.

Matemática – Lógica proposicional; Noções de conjuntos; Relações e funções; Funções polinomiais; Funções exponenciais e logarítmicas; Matrizes; Determinantes; Sistemas lineares; Sequências; Progressões aritméticas e progressões geométricas; Matemática financeira.

Atualidades do mercado financeiro – Sistema Financeiro Nacional. Dinâmica do mercado. Mercado bancário.

Probabilidade e estatística – Análise combinatória; Noções de probabilidade; Teorema de Bayes; Probabilidade condicional; Noções de estatística; População e amostra; Análise e interpretação de tabelas e gráficos; Regressão, tendências, extrapolações e interpolações; Tabelas de distribuição empírica de variáveis e histogramas; Estatística descritiva (média, mediana, variância, desvio padrão, percentis, quartis, outliers, covariância).

Conhecimentos bancários – Estrutura do Sistema Financeiro Nacional: Conselho Monetário Nacional; COPOM –Comitê de Política Monetária. Banco Central do Brasil; Comissão de Valores Mobiliários. Produtos Bancários: Noções de cartões de crédito e débito, crédito direto ao consumidor, crédito rural, caderneta de poupança, capitalização, previdência, investimentos e seguros. Noções de Mercado de capitais. Noções de Mercado Câmbio: Instituições autorizadas a operar e operações básicas. Garantias do Sistema Financeiro Nacional: aval; fiança; penhor mercantil; alienação fiduciária; hipoteca; fianças bancárias. Crime de lavagem de dinheiro: conceito e etapas. Prevenção e combate ao crime de lavagem de dinheiro: Lei nº 9.613/98 e suas alterações, Circular Bacen 3.461/2009 e suas alterações e Carta-Circular Bacen 3.542/12. Autorregulação Bancária.

Informática – Linguagens de programação: Java (SE 8 e EE 7), Phyton 3.6, JavaScript/EcmaScript 6, Scala 2.12 e Pig 0.16; Estruturas de dados e algoritmos: busca sequencial e busca binária sobre arrays, ordenação (métodos da bolha, ordenação por seleção, ordenação por inserção, lista encadeada, pilha, fila, noções sobre árvore binária), noções de algoritmos de aprendizado supervisionados e não supervisionados; Banco de dados: conceitos de banco de dados e sistemas gerenciadores de bancos de dados (SGBD), modelagem conceitual de dados (a abordagem entidade-relacionamento), modelo relacional de dados (conceitos básicos, normalização), banco de dados SQL (linguagem SQL (SQL2008), linguagem HiveQL (Hive 2.2.0)), banco de dados NoSQL (conceitos básicos, bancos orientados a grafos, colunas, chave/valor e documentos), data Warehouse (modelagem conceitual para data warehouses, dados multidimensionais); Tecnologias web: HTML 5, CSS 3, XML 1.1, Json (ECMA-404), Angular.js 1.6.x, Node.js 6.11.3, REST; Manipulação e visualização de dados: linguagem R 3.4.2 e R Studio 5.1, OLAP, MS Excel 2013; Sistema de arquivos e ingestão de dados: conceitos de MapReduce, HDFS/Hadoop/YARN 2.7.4, Ferramentas de ingestão de dados (Sqoop 1.4.6, Flume 1.7.0, NiFi 1.3.0 e Kafka 0.11.0).

Vídeos Banco do Brasil

Boletim de Notícias - Concurso Banco do Brasil


Mais Lidas

Mais Recentes

Atualizado: 05/07/2018 - 09:24

BANCO DO BRASIL divulga RESULTADO final de concurso

Com ofertas para escriturário em São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília, concurso do Banco do Brasil registrou mais de 150 mil inscritos

60 vagas

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

A Fundação Cesgranrio publicou nesta quinta-feira (5) o resultado final do concurso do Banco do Brasil para escriturário. A classificação está disponível para consulta aqui. As provas objetiva e de redação foram aplicadas aos mais de 150 mil candidatos inscritos em 13 de maio. 

O processo seletivo ofereceu, ao todo, 60 vagas (30 imediatas e 30 para cadastro reserva) distribuídas entre as cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília, de acordo com o edital.

Destinada a profissionais de nível médio, a carreira conta com vencimentos de R$ 4.036,56, já considerando os valores do salário-base (R$ 2.718,73), da ajuda alimentação/refeição (R$ 737) e da cesta alimentação (R$ 580,83).

APOSTILAS CONCURSO BANCO DO BRASIL 2018 - ESCRITURÁRIO
CURSO CONCURSO BANCO DO BRASIL 2018 - ESCRITURÁRIO

O BB concede ainda outros benefícios, entre eles: participação nos lucros ou resultados; vale-transporte; auxílio-creche; auxílio a filho com deficiência; previdência privada; e possibilidade de ascensão e desenvolvimento profissional.

Os aprovados no concurso do Banco do Brasil 2018 assinarão contrato individual de trabalho, em caráter de experiência, pelo prazo de 90 dias, quando serão avaliados sob os aspectos disciplinar e de capacidade e adaptação às atividades. 

APOSTILAS CONCURSO BANCO DO BRASIL 2018 - ESCRITURÁRIO

Após os três meses, os profissionais que atenderem às expectativas do BB passarão a ter vínculo vigente por período indeterminado. As contratações ocorrerão pelo regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e terão a cidade de lotação definida pela instituição. 

Do total das oportunidades em disputa no concurso do Banco do Brasil 2018, 5% foram reservadas a pessoas com deficiência (PCD) e 20% a negros. 

 

Concurso Banco do Brasil 2018: inscrições e provas


As inscrições para o concurso do Banco do Brasil foram recebidas por meio do site da Fundação Cesgranrio (www.cesgranrio.org.br). O valor da taxa foi de R$ 48.

Segundo balanço divulgado pela organizadora, dos 150.172 participantes, 127.304 concorreram na lista de ampla concorrência; 662 pela cota de pessoas com deficiência; e 22.206 como negros.

O processo seletivo envolveu prova objetiva e redação. A primeira teve 70 questões de múltipla escolha sobre conhecimentos básicos e específicos, enquanto a segunda cobrou a elaboração de um texto entre 25 e 30 linhas. 

O conteúdo programático do concurso para escriturário do Banco do Brasil abordava língua portuguesa, língua inglesa, matemática, atualidades do mercado financeiro, probabilidade e estatística, conhecimentos bancários e informática. 

 


Ads

Garanta sua aprovação no concurso do Banco do Brasil

A Central de Concursos oferece a melhor preparação para você conquistar uma das vagas de escriturário. Faça sua matrícula e conheça a metodologia de ensino com 28 anos de tradição em aprovação. Confira.
   

Os exames ocorreram em Belém/PA, Belo Horizonte/MG, Brasília/DF, Campinas/SP, Curitiba/PR, Fortaleza/CE, Porto Alegre/RS, Recife/PE, Rio de Janeiro/RJ e São Paulo/SP. 

De acordo com o edital, o concurso do Banco do Brasil 2018 terá validade de um ano, prorrogável por mais um, a critério do órgão.

 

Atribuições do escriturário no concurso do Banco do Brasil 2018


Comercialização de produtos e serviços do Banco do Brasil, atendimento ao público, atuação no caixa (quando necessário), contatos com clientes, prestação de informações aos clientes e usuários; redação de correspondências em geral; conferência de relatórios e documentos; controles estatísticos; atualização/manutenção de dados em sistemas operacionais informatizados; execução de outras tarefas inerentes ao conteúdo ocupacional do cargo, compatíveis com as peculiaridades do Banco do Brasil.

 

O que caiu na prova do concurso do Banco do Brasil 2018


Língua portuguesa – Emprego do acento indicativo de crase; Concordância verbal e nominal; Regência verbal e nominal; Colocação pronominal dos pronomes oblíquos átonos (próclise, mesóclise e ênclise); Emprego dos sinais indicativos de pontuação: vírgula, ponto, ponto e vírgula, dois-pontos, reticências, aspas, travessão e parênteses.

Língua inglesa – Conhecimento de um vocabulário fundamental e dos aspectos gramaticais básicos para a interpretação de textos técnicos.

Matemática – Lógica proposicional; Noções de conjuntos; Relações e funções; Funções polinomiais; Funções exponenciais e logarítmicas; Matrizes; Determinantes; Sistemas lineares; Sequências; Progressões aritméticas e progressões geométricas; Matemática financeira.

Atualidades do mercado financeiro – Sistema Financeiro Nacional. Dinâmica do mercado. Mercado bancário.

Probabilidade e estatística – Análise combinatória; Noções de probabilidade; Teorema de Bayes; Probabilidade condicional; Noções de estatística; População e amostra; Análise e interpretação de tabelas e gráficos; Regressão, tendências, extrapolações e interpolações; Tabelas de distribuição empírica de variáveis e histogramas; Estatística descritiva (média, mediana, variância, desvio padrão, percentis, quartis, outliers, covariância).

Conhecimentos bancários – Estrutura do Sistema Financeiro Nacional: Conselho Monetário Nacional; COPOM –Comitê de Política Monetária. Banco Central do Brasil; Comissão de Valores Mobiliários. Produtos Bancários: Noções de cartões de crédito e débito, crédito direto ao consumidor, crédito rural, caderneta de poupança, capitalização, previdência, investimentos e seguros. Noções de Mercado de capitais. Noções de Mercado Câmbio: Instituições autorizadas a operar e operações básicas. Garantias do Sistema Financeiro Nacional: aval; fiança; penhor mercantil; alienação fiduciária; hipoteca; fianças bancárias. Crime de lavagem de dinheiro: conceito e etapas. Prevenção e combate ao crime de lavagem de dinheiro: Lei nº 9.613/98 e suas alterações, Circular Bacen 3.461/2009 e suas alterações e Carta-Circular Bacen 3.542/12. Autorregulação Bancária.

Informática – Linguagens de programação: Java (SE 8 e EE 7), Phyton 3.6, JavaScript/EcmaScript 6, Scala 2.12 e Pig 0.16; Estruturas de dados e algoritmos: busca sequencial e busca binária sobre arrays, ordenação (métodos da bolha, ordenação por seleção, ordenação por inserção, lista encadeada, pilha, fila, noções sobre árvore binária), noções de algoritmos de aprendizado supervisionados e não supervisionados; Banco de dados: conceitos de banco de dados e sistemas gerenciadores de bancos de dados (SGBD), modelagem conceitual de dados (a abordagem entidade-relacionamento), modelo relacional de dados (conceitos básicos, normalização), banco de dados SQL (linguagem SQL (SQL2008), linguagem HiveQL (Hive 2.2.0)), banco de dados NoSQL (conceitos básicos, bancos orientados a grafos, colunas, chave/valor e documentos), data Warehouse (modelagem conceitual para data warehouses, dados multidimensionais); Tecnologias web: HTML 5, CSS 3, XML 1.1, Json (ECMA-404), Angular.js 1.6.x, Node.js 6.11.3, REST; Manipulação e visualização de dados: linguagem R 3.4.2 e R Studio 5.1, OLAP, MS Excel 2013; Sistema de arquivos e ingestão de dados: conceitos de MapReduce, HDFS/Hadoop/YARN 2.7.4, Ferramentas de ingestão de dados (Sqoop 1.4.6, Flume 1.7.0, NiFi 1.3.0 e Kafka 0.11.0).

Continuar lendo

Atualizado: 14/08/2017 - 09:27

Será que vale a pena prestar esse concurso?

A dúvida é bastante comum entre os concurseiros, já que são muitos os fatores em jogo, como atribuições, perfil da vaga, localidade, entre outras questões abordadas nesta matéria especial. Confira!

Especial

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

Prestar um concurso sempre foi uma ótima alternativa para ingressar no mercado de trabalho, já que a carreira em órgãos públicos é mais estável comparada com a iniciativa privada e geralmente oferece boa remuneração. Mesmo assim, é grande a quantidade de concurseiros que ficam receosos na hora de efetuar a inscrição e se questionam: vale a pena prestar esse concurso? Afinal, o candidato precisa avaliar se tem o perfil da vaga, facilidade com as atribuições do cargo e ou se demandará mudança de cidade ou Estado. Pensando nisso, o JC Concursos conversou sobre o tema com professor especialista na área e também um concurseiro para ajudar você a esclarecer esses eternos dilemas na vida dos candidatos. Confira!

Antes de fazer a inscrição, Thállius Moraes, professor e coordenador no AlfaCon Concursos Públicos e Oficial de Justiça Federal, explica que o candidato deve avaliar vários fatores. “Primeiramente, deve ser escolhida uma área que se enquadre nos objetivos traçados, lembrando que se trata de um trabalho e que boa parte da vida será no desempenho do mesmo. Outros pontos como a remuneração e o local de trabalho (se é perto ou longe da família), por exemplo, também são bastante importantes na hora de se fazer o planejamento”.

Ás vezes um concurso é bem remunerado e com boas condições de trabalho, mas a localidade é muito distante. Talvez não seja tão atrativo a longo prazo quanto outro certame que possua um salário menor, porém, fica no local onde o candidato pretende morar. Vale lembrar que esta questão varia muito de cada pessoa. “A dica é manter a mente aberta, pois muitas vezes queremos apenas ficar próximos de casa, mas temos muitos lugares maravilhosos para conhecer e talvez a ‘cidade da vida’ da pessoa ainda esteja para ser descoberta”, incentiva Moraes.

Perfil

Quando perguntado sobre um candidato que pretende concorrer a uma vaga fora do seu perfil profissional, Thállius, responde que em alguns casos, o concurso servirá como um mero treinamento para outra seleção que é realmente almejada. Já em outras situações, se o certame for de um setor que foge muito da área pretendida, essa finalidade fica perdida e a tentativa poderá frustrar o candidato. Um exemplo seria o concurseiro que tem por objetivo uma carreira policial, que é bem específica, ser aprovado em outra área. Nesse caso, a ocupação de um cargo administrativo poderia gerar um servidor insatisfeito e infeliz. “Muitos que buscam apenas um trabalho bem remunerado e estável, sem querer um envolvimento muito grande com o cargo, terminam por se frustrar em algumas atividades de caráter mais intenso, com um contato direto com o público (muitas vezes de maneira não agradável) como nas funções de policial, fiscais em geral ou oficiais de justiça”, explica.

Muitas pessoas se inscrevem em seletivas fora do perfil, mas pensando em passos maiores, conhecidos como “concurso trampolim” ou “concurso escada”. Desta forma, podem complementar os estudos e treinar para outro certame. Este é o caso de Sidnei de Oliveira, morador de Indaiatuba, no interior paulista, que prestou o concurso para o cargo de escrevente do Tribunal de Justiça de São Paulo no último mês de julho. “Fiz a prova por causa das questões sobre direito. Sou estudante da área jurídica e queria testar meus conhecimentos, pois acredito que poderá ajudar para outras vagas”, comenta.

Thállius explica que “os concursos usados como escada fazem parte da vida de pessoas que almejam um cargo cuja preparação demanda um prazo maior, mas enquanto isso precisam de algo para se manter. O ponto positivo é que ao ter uma renda, a pressão no estudo fica um pouco mais aliviada. O ponto negativo é justamente o perigo de se acomodar com essa renda e deixar de batalhar por um cargo mais atrativo, além, é claro, da diminuição do tempo disponível para estudar”. Outra orientação é ficar atento aos postos públicos que pagam pouco e exigem muito no trabalho, a chance de ficar preso em uma situação assim poderá colocar em risco o objetivo final.

Ter familiaridade com a função deve ser levada em consideração? Não necessariamente, explica Moraes. “Varia muito de acordo com a área pretendida. Caso a busca seja por uma atribuição mais tranquila e com boa remuneração, os cargos de natureza administrativa são os mais procurados. Mesmo que sejam em órgãos distintos, as atribuições são semelhantes. Contudo, em algumas áreas que possuem atribuições especiais, são também muito buscadas pelos candidatos, que objetivam a remuneração como algo secundário, pois o real desejo é por determinado cargo em particular”.

Pouco tempo

Candidatos com pouco tempo para estudar devem direcionar a preparação de maneira produtiva. “Fazer questões anteriores, simulados e resumos são algumas das ferramentas que irão auxiliar nessa preparação. Com o tempo mais escasso, deve-se priorizar sempre as matérias mais cobradas e os pontos mais importantes, mas essa estratégia também varia um pouco de acordo com a banca e o cargo desejado”, afirma Thállius.

Sidnei acrescenta que sua conduta é sempre a mesma, independente do concurso. “Preciso focar minha atenção na prova e estudar o que for preciso. Posso não ter interesse no cargo, mas se relaxar, não será proveitoso. Se não levar a sério, corro o risco de apenas perder tempo e dinheiro”, diz.

Outro ponto a ser observado é sobre dificuldade com uma ou mais disciplinas do conteúdo programático, fato que geralmente desanima o candidato. Um bom planejamento pode ajudar a encarar esse desafio, contudo, vale ressaltar que raramente alguém tem sintonia com todas as matérias do edital, afinal, é comum uns sentirem mais dificuldades em língua portuguesa, outros em matemática, alguns em determinadas matérias de direito e assim por diante. “A dica é pensar na disciplina como um simples meio para se alcançar um fim. Não precisa gostar, basta apenas aprender a responder a questão”, orienta Moraes. Muitas vezes o bloqueio com determinado tema é criado pelo próprio candidato. “Pensar de forma positiva, esforçar-se mais e manter-se sempre estudando, mesmo que em alguns momentos o resultado pareça não chegar, é fundamental”, complementa o professor do AlfaCon Concursos.

Vale a pena?

Para o indaiatubano Sidnei, de 27 anos, conhecer o cargo e suas atribuições pode incentivar, mas independentemente dessa identificação, o que muitas vezes faz a diferença é o aprendizado. “Acredito que vale muito a pena tentar! Sinto que saio mais fortalecido a cada concurso que tento a sorte. Na dúvida, sempre opto por fazer a prova. Como meu objetivo é maior, acho que é interessante pela preparação. Isso é muito válido”, conta.  

Ainda sobre motivação, Thállius dá a dica. “O estudo é na maior parte do tempo frustrante, cansativo e solitário, por isso tantos desistem no meio do caminho. O importante é aprender com os erros, ter em mente que desistir não é uma opção e manter sempre uma postura positiva. Pode demorar um pouco, pode ser difícil e exaustivo, mas aqueles que não desistem conseguem chegar lá”, finaliza.

Continuar lendo

Atualizado: 16/05/2017 - 12:57

Banco do Brasil: lucros geram expectativa por concurso

O BB registrou adesão de 9.400 servidores no programa de demissão voluntária. O próximo passo é a realocação de pessoal. Órgão necessita de, pelo menos, 6.336 servidores

Para o cargo de escriturário

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

De acordo com dados fornecidos pelo Sindicato dos Bancários e Financiários de São Paulo, Osasco e Região, o Banco do Brasil fechou o primeiro trimestre de 2017 com um lucro líquido ajustado de R$ 2,5 bilhões, o que representa uma variação positiva de 95,6% em relação ao mesmo período de 2016. Já o lucro líquido contábil no período foi de R$ 2,4 bilhões, o que também corresponde a um crescimento de 3,6% em relação ao primeiro trimestre de 2016. Ainda assim, a instituição posterga a realização de novos concursos públicos.

Ainda segundo o sindicato, um dos motivos do bom desempenho se deve ao aumento de tarifas, que contaram com elevação de 10,5%. De acordo com a dirigente do sindicato e funcionária do Banco do Brasil Silvia Muto "é simbólico que um dos principais fatores que impactaram positivamente o lucro do BB seja o aumento de tarifas, o encarecimento dos serviços à população. Isso ocorre ao mesmo tempo em que reduz drasticamente o quadro de funcionários, sobrecarregando bancários e precarizando o atendimento. Ou seja, o banco está pagando mais caro por um serviço pior",diz.

Vale lembrar que no final de 2016, a instituição promoveu um programa de demissão voluntária, que contou com a adesão de 9.400 servidores. A expectativa é de que até o próximo mês de junho seja feita a realocação de 9.300 pessoas que tiveram seus postos extintos com a redução de postos de atendimento. Após este processo poderá ser definida alguma novidade sobre a retomada do processo de realização de novos concursos públicos.

Embora ainda não exista uma previsão de quando um novo edital  poderá ser publicado é importante lembrar que, de acordo com o presidente da instituição, Paulo Rogério Caffarelli, as  seleções voltarão a ocorrer após todo este processo, tendo em vista que, segundo ele, a instituição conta com uma média de 2 mil saídas de funcionários por ano, o que garante a necessidade de igual número de pessoal todos os anos.    

O Banco do Brasil possui, atualmente, 4.972 agências e 1.781 postos de atendimento e em outubro já havia iniciado o encerramento de 51 agências.

Com o aumento dos canais digitais, o banco pretende criar 255 unidades de atendimento digital, entre escritórios e agências digitais, com o objetivo de aumentar de 1,3 milhão para 4 milhões de pessoas atendidas por estas unidades até o final de 2017.

Atualmente, o BB conta com 109.159 funcionários, ainda sem considerar os 9.400 que devem ser afastados nos próximos meses.   

Diminuição do quadro do BB

De acordo com informações divulgadas pela Sindicato dos Bancários e Financiários de São Paulo, Osasco e Região, somente no primeiro semestre deste ano, em comparação ao mesmo período de 2015, já havia ocorrido uma redução de 2.710 postos de trabalho no Banco do Brasil.

Ainda de acordo com o sindicato, muitos servidores já haviam deixado a instituição por meio do Plano de Aposentadoria Incentivada (PAI) realizado em 2015, o que fez com que a instituição perdesse servidores com muito tempo de experiência, sem que houvesse reposições, aumentando a sobrecarga de trabalho em diversos setores, principalmente nas agências.

De acordo com portaria divulgada em 23 de setembro de 2015, pelo Departamento de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (Dest) do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), o quadro de pessoal do Banco do Brasil fica determinado em 115.495 servidores. Com o total de 109.159 atuais, o banco já conta com uma carência de pelo menos 6.336 funcionários.

O Estado de São Paulo é um dos que mais está sofrendo com a necessidade de pessoal, uma vez que não conta com concurso em validade para escriturários desde 8 de maio de 2016, quando encerrado o prazo da seleção anterior, de 2013. Com isto, a instituição já não possui condições de suprir eventuais necessidades que forem surgindo, nem como promover a manutenção de seu quadro.

Além de São Paulo, o concurso de 2013 também inclui as regiões de Alagoas, Bahia, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso do Sul, parte de Minas Gerais, Pará e Tocantins.

Além disso, existe uma seleção com prioridade, para preenchimento de vagas em seis Estados, cuja validade do certame anterior encerrou em setembro de 2015. Neste caso, abrange os estados de Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e parte do Amazonas. 

APOSTILA CONCURSO BANCO DO BRASIL - ESCRITURÁRIO

CURSO ONLINE BANCO DO BRASIL - ESCRITURÁRIOCURSO ONLINE PARA CONCURSO 

Decisão Judicial

Vale lembrar que, desde 2015, em decorrência de um processo judicial na 20ª Vara do Trabalho, em Brasília, os concursos do BB devem indicar o número de vagas a serem preenchidas durante o prazo de validade, não sendo mais somente para formar cadastro reserva, como era praticado.

Além disso, o acordo com o MPT que determina que os editais tragam a oferta de vagas, também permite que o BB mantenha um cadastro de pessoal, para necessidades excedentes ao número indicado no certame, o que pode elevar muito o total de contratações.
A remuneração atual do cargo é de R$3.644,48, contando com salário base de R$ 2.449,98, ajuda alimentação de R$ 652,98 e vale-refeição de R$ 491,52. Os servidores também recebem vale-cultura de R$ 50.

Além disso, como benefícios, o Banco do Brasil oferece possibilidade de ascensão e desenvolvimento profissional, participação nos lucros e resultados, vale-transporte, auxílio-creche, auxílio a filho com deficiência, plano odontológico, assistência médica e previdência privada.

Para concorrer ao cargo de escriturário basta possuir apenas certificado de ensino médio emitido por instituição reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC)
Mesmo com o atual cenário, quem estiver interessado em iniciar os estudos para o cargo pode ter como base  o conteúdo programático dos concursos anteriores, como o último, realizado para a Região Nordeste.

Prepare-se para o concurso do Banco do Brasil

O JC Concursos selecionou materiais preparatórios atualizados e de qualidade, através dos links abaixo, de fornecedores experientes e com índices de aprovação, para garantir o seu melhor investimento para o concurso do Banco do Brasil.
VIDEOAULAS DE CONHECIMENTOS BANCÁRIOSSIMULADO ONLINE BANCO DO BRASILPROVA ANTERIOR BANCO DO BRASIL
CURSO ONLINE CONCURSO BANCO DO BRASIL

Atribuições do escriturário do BB


Cabe ao servidor a comercialização de produtos e serviços do banco,atendimento ao público, atuação no caixa (eventualmente), contato com clientes, prestação de informações aos clientes e usuários, redação de correspondências em geral, conferência de relatórios e documentos, controles estatísticos, atualização/manutenção de dados em sistemas operacionais informatizados e execução de outras tarefas inerentes ao conteúdo ocupacional do cargo.

O processo seletivo do Banco do Brasil


O último certame foi realizado em 2015, sob a organização da Fundação Cesgranrio.

A avaliação foi composta de 70 questões objetivas, sendo 25 de conhecimentos básicos e 45 de conhecimentos específicos. A parte de conhecimentos básicos contou com temas sobre língua portuguesa (dez perguntas), raciocínio lógico-matemático (dez) e atualidade do mercado financeiro (cinco). Já em conhecimentos específicos, cultura organizacional (cinco), técnicas de vendas (dez), atendimento (dez), domínio produtivo da informática (cinco), conhecimentos bancários (dez) e língua inglesa (cinco). Os candidatos também foram submetidos a uma redação.

Os aprovados no concurso do Banco do Brasil ainda passaram por perícia médica e procedimentos admissionais, de caráter meramente eliminatório.

Dicas de informática para o concurso do BB


A melhor forma de se preparar para as questões de informática para a próxima prova do Banco do Brasil é através de provas anteriores da banca organizadora Cesgranrio, independente de para qual órgão público a prova foi aplicada, sendo necessário que as questões estejam dentro do programa e desde que tenham sido aplicadas no máximo há dois anos, pois provas mais antigas tinham abordagem de outros tópicos e outras versões dos programas abordados, como o Windows e Pacote Microsoft Office. Das principais bancas organizadoras, ela é uma das mais recorrente nos temas e abordagens, e analisando as provas anteriores, é possível ter uma boa base dos principais temas, além de conhecer o estilo de prova da Cesgranrio, que não tem a tradição de apresentar enunciados complexos, e geralmente não apresenta questões interdisciplinares, o que nivela muito a pontuação final entre os candidatos.

O edital geralmente apresenta os seguintes tópicos: Windows 7/8, onde o principal são os aplicativos e utilitários nativos e arquiteturas de 32 e64 bits, Word, Excel e Powerpoint, com a abordagem da manipulação de conteúdo de cada programa, valendo destaque para o Excel, com funções como SE e SOMASE. É importante destacar ainda que nas questões sobre tais programas do pacote Microsoft Office, também podem ser abordadas as guias e características das janelas e áreas de trabalho.

Sobrea Internet, a abordagem será concentrada na navegação em sites, e elementos como pop-up e cookies e e-mails, tanto utilizando webmails quanto clientes de e mail. É importante estudar os protocolos vinculados aos serviços da internet, como a pilha TCP/IP, Http, Https, SMTP, POP3, IMAP4, etc, além do conceito de cloud computing e cloud storage e redes sociais, com destaque para o Facebook e Twitter.

Segurança da informação também é geralmente abordada em provas do Banco do Brasil, seja através do Windows (Firewall e Windows Defense), Pacote Office (senhas de proteção e gravação) ou internet (e-mails maliciosos). Estude desde já, ninguém é aprovado focando apenas após a publicação do edital.

Luiz Rezende é professor de informática no AlfaCon Concursos Públicos

Pesquise material preparatório para o concurso Banco do Brasil (BB)


Atualizado: 10/10/2016 - 12:08

Mercadocon: novo site e benefícios aos concurseiros

Mercadocon.com.br integra fornecedores de material preparatório para concursos públicos e possibilita ao candidato pesquisar as melhores ofertas para preparação disponíveis no mercado

Descontos e brindes Se já era fácil encontrar produtos no Mercadocon, agora você não precisa nem mais procurar. A novidade anunciada esta semana pela primeira megastore dos concursos públicos são as páginas por órgão, onde são relacionados todo o tipo de material preparatório (cursos, apostilas, e-books etc.) vinculado ao órgão em questão. Tudo reunido em um só lugar, para facilitar a busca do usuário e possibilitar que ele encontre, dentre os mais de 4 mil produtos cadastrados na plataforma, aquele que melhor vai atender a suas necessidades.
Um das principais vantagens do Mercadocon é o fato de oferecer descontos especiais e exclusivos - muitas vezes, usuários vão encontrar produtos e serviços com preços mais baixos que aqueles apontados nos próprios sites dos fornecedores! O comparador de preços ainda ajuda o usuário a chegar ao melhor custo-benefício dentre os diversos itens disponibilizados no site. Além disso, todo usuário que efetuar uma compra ganha na hora: 5% de desconto, um e-book grátis e uma Assinatura VIP JC Concursos (nas compras acima de R$ 100).
O sistema de integração automática com os fornecedores permite, ainda, que os usuários adquiram o que há de mais atualizado no mercado, considerando os conteúdos programáticos dos últimos editais publicados. A qualidade também é garantida, uma vez que, antes de serem cadastrados no site, todos os produtos são avaliados pelas equipes Mercadocon, E-Bit e ReclameAqui, tudo para garantir a satisfação e o melhor preço aos usuários.
Diante de seu fortalecimento no mercado de preparação para concursos públicos, vestibulares e exame da OAB, o Mercadocon vem trabalhando em novas ações promocionais e ofertas para impulsionar as suas vendas através de redes sociais, Google e sites parceiros.

Mais vantagens de comprar pelo Mercadocon


- Layout moderno, com novos conceitos market place, que facilitam a pesquisa pelos melhores produtos para os concursos de seu interesse;- Nova ferramenta de avaliação dos produtos, que facilita a interação entre usuários que se preparam para o mesmo concurso, além de simplificar a busca pelos melhores materiais para a preparação;- Ambiente 100% seguro em todo o site. Agora o usuário que navega no site www.mercadocon.com.br está protegido durante toda a navegação;- Integração com sites como Reclame Aqui, E-bit, que ajudam o candidato a ter mais confiança antes de investir na preparação para concursos.
Conheça o site e encontre conteúdos de primeira linha para turbinar a sua preparação em busca da tão sonhada vaga!
O Mercadocon segue cadastrando novos fornecedores. O contato pode ser realizado pelo e-mail contato@mercadocon.com.br.

Atualizado: 17/11/2015 - 11:45

Concurso Banco do Brasil: edital até o início de 2016

Além do concurso para preenchimento de vagas em seis Estados, cresce expectativa por nova seleção do BB em São Paulo, cuja validade se encerra no primeiro semestre do ano que vem

 Escriturário

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

Para quem almeja ingressar no funcionalismo público em 2016, uma boa opção será o concurso do  Banco do Brasil  para escriturário. A expectativa é de que até o início do ano a instituição libere o edital para ingresso em seis estados. A seleção estava programada para ocorrer ainda em 2015, uma vez que o prazo de validade do concurso anterior foi encerrado em 26 de setembro, mas acabou sendo adiada em decorrência do momento de instabilidade econômica pela qual o país está passando. De qualquer forma, a seleção é inevitável, uma vez que, sem  reserva de pessoal, a instituição não tem como manter seu quadro, em caso de aposentadorias ou afastamentos.  

Inicialmente, o concurso deverá abranger os estados do Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e parte do Amazonas. Mas cogita-se a inclusão de oportunidades para outras regiões.

Também existe previsão para um novo concurso em 2016 para São Paulo e outros estados, tendo em vista que a validade do concurso 02/2013 será encerrada em 8 de maio. Além de São Paulo, o certame inclui os estados de Alagoas, Bahia, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso do Sul, parte de Minas Gerais, Pará e Tocantins.

Cogita-se, inclusive, que as oportunidades para estas regiões poderão ser oferecidas junto com o concurso do Rio de Janeiro, o que ainda não foi confirmado pela instituição.

Com a nova remuneração, acordada entre a categoria e a diretoria do banco em 26 de outubro, o inicial do escriturário passou a ser de R$ 3.644,48, incluindo salário base de R$ 2.449,98, ajuda alimentação de R$ 652,98 e vale-refeição de R$ 491,52. Além disso, os servidores contam com vale-cultura de R$ 50.  

Além disso, como benefícios, o Banco do Brasil oferece possibilidade de ascensão e desenvolvimento profissional, participação nos lucros e resultados, vale-transporte, auxílio-creche, auxílio a filho com deficiência, plano odontológico, assistência médica e previdência privada.

Para concorrer ao cargo de escriturário basta possuir ensino médio.

Vale lembrar que, embora  o Departamento de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (Dest) do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) tenha recomendado que as estatais não ampliem o quadro de pessoal em 2016, o que acabou gerando a suspensão do próximo concurso dos Correios, a medida não deve repercutir na instituição.  

O banco ainda deve definir a oferta de vagas, uma vez que não são mais realizados certames apenas para cadastro reserva de pessoal, devido a um acordo entre o Banco do Brasil e o Ministério Público do Trabalho (MPT).

Um processo judicial na 20ª Vara do Trabalho, em Brasília, determinou que os próximos concursos do BB indiquem o número de oportunidades a serem preenchidas durante o prazo de validade, não sendo mais somente para formação de cadastro reserva, como era praticado.

Vale lembrar que o acordo com o MPT, embora determine que os editais tragam a oferta de vagas, também permite que o BB mantenha um cadastro de pessoal, para necessidades excedentes ao número indicado no certame.
Quem estiver interessado deve já iniciar os estudos com o conteúdo programático dos concursos anteriores, como o realizado recentemente  para a Região Nordeste.

Prepare-se para o concurso do Banco do Brasil

Videoaulas de Conhecimentos Bancários
Provas Anteriores do Banco do Brasil
APOSTILA CONCURSO BANCO DO BRASIL - ESCRITURÁRIO
APOSTILA CONCURSO BB - ESCRITURÁRIO *CURSOS ONLINE PARA BANCO DO BRASIL

* digite "cupomjc" nos links com asterisco e ganhe 10%de desconto 


Atribuições do escriturário do BB

Cabe ao servidor a comercialização de produtos e serviços do banco, atendimento ao público, atuação no caixa (eventualmente), contato com clientes, prestação de informações aos clientes e usuários, redação de correspondências em geral, conferência de relatórios e documentos, controles estatísticos, atualização/manutenção de dados em sistemas operacionais informatizados e execução de outras tarefas inerentes ao conteúdo ocupacional do cargo.

O processo seletivo do Banco do Brasil

Os interessados em concorrer no próximo concurso do BB já podem se preparar, com base no conteúdo programático do último certame, realizado este ano, sob a organização da Fundação Cesgranrio.

A avaliação foi composta de 70 questões objetivas, sendo 25 de conhecimentos básicos e 45 de conhecimentos específicos. A parte de conhecimentos básicos contou com temas sobre língua portuguesa (dez perguntas), raciocínio lógico-matemático (dez) e atualidade do mercado financeiro (cinco). Já em conhecimentos específicos, cultura organizacional (cinco), técnicas de vendas (dez), atendimento (dez), domínio produtivo da informática (cinco), conhecimentos bancários (dez) e língua inglesa (cinco). Os candidatos também foram submetidos a uma redação.

Os aprovados no concurso do Banco do Brasil ainda passaram por perícia médica e procedimentos admissionais, de caráter meramente eliminatório.

Dicas de informática para o concurso do BB

A melhor forma de se preparar para as questões de informática para a próxima prova do Banco do Brasil é através de provas anteriores da banca organizadora Cesgranrio, independente de para qual órgão público a prova foi aplicada, sendo necessário que as questões estejam dentro do programa e desde que tenham sido aplicadas no máximo há dois anos, pois provas mais antigas tinham abordagem de outros tópicos e outras versões dos programas abordados, como o Windows e Pacote Microsoft Office. Das principias bancas organizadoras, ela é uma das mais recorrente nos temas e abordagens, e analisando as provas anteriores, é possível ter uma boa base dos principais temas, além de conhecer o estilo de prova da Cesgranrio, que não tem a tradição de apresentar enunciados complexos, e geralmente não apresenta questões interdisciplinares, o que nivela muito a pontuação final entre os candidatos.
O edital geralmente apresenta os seguintes tópicos: Windows 7/8, onde o principal são os aplicativos e utilitários nativos e arquiteturas de 32 e 64 bits, Word, Excel e Powerpoint, com a abordagem da manipulação de conteúdo de cada programa, valendo destaque para o Excel, com funções como SE e SOMASE. É importante destacar ainda que nas questões sobre tais programas do pacote Microsoft Office, também podem ser abordadas as guias e características das janelas e áreas de trabalho.
Sobre a Internet, a abordagem será concentrada na navegação em sites, e elementos como pop-up e cookies e e-mails, tanto utilizando webmails quanto clientes de e mail. É importante estudar os protocolos vinculados aos serviços da internet, como a pilha TCP/IP, Http, Https, SMTP, POP3, IMAP4, etc, além do conceito de cloud computing e cloud storage e redes sociais, com destaque para o facebook e twitter.
Segurança da informação também é geralmente abordada em provas do Banco do Brasil, seja através do Windows (Firewall e Windows Defense), Pacote Office (senhas de proteção e gravação) ou internet (e-mails maliciosos). Estude desde já, ninguém é aprovado focando apenas após a publicação do edital.
Luiz Rezende é professor de informática no AlfaCon Concursos Públicos

Concurso Banco do Brasil | Concurso BB | Concurso escriturário

Atualizado: 05/11/2015 - 10:50

Mercadocon: preços atrativos em mais de 1.600 produtos

O primeiro comparador de preços do segmento de concursos públicos está lançando descontos especiais e exclusivos, além da integração automática com as lojas virtuais de seus fornecedores

Megastore dos concursos Primeiro comparador de preços do segmento de concursos públicos no país, o Mercadocon tem se mostrado uma plataforma que favorece, em diversos sentidos, concurseiros de todo o país. Há pouco mais de seis meses no ar, a megastore dos concursos públicos já possui mais de 1.600 itens cadastrados, entre produtos e serviços físicos e on-line. São conteúdos preparatórios de empresas especializadas com comparador de preços para garantir o melhor custo-benefício aos usuários.
Entre as novidades que já foram implantadas e que vão trazer ainda mais benefícios para quem almeja uma vaga na carreira pública, estão: descontos especiais e exclusivos para o Mercadocon, ou seja, muitas vezes, usuários vão encontrar produtos e serviços com preços mais baixos que aqueles apontados nos próprios sites dos fornecedores; além da integração automática com os fornecedores, o que permite que os usuários encontrem sempre o material mais atualizado e conveniente para sua preparação.
Confira outras vantagens de comprar através do Mercadocon:
- Layout moderno, com novos conceitos market place, que facilitam a pesquisa pelos melhores produtos para os concursos de seu interesse;- Nova ferramenta de avaliação dos produtos, que facilita a interação entre usuários que se preparam para o mesmo concurso, além de simplificar a busca pelos melhores materiais para a preparação;- Ambiente 100% seguro em todo o site. Agora o usuário que navega no site www.mercadocon.com.br está protegido durante toda a navegação;- Integração com sites como Reclame Aqui, E-bit, que ajudam o candidato a ter mais confiança antes de investir na preparação para concursos.
Vale ressaltar que todos os produtos disponíveis em www.mercadocon.com.br passam por uma análise para garantir a satisfação e o melhor preço aos candidatos. Além disso, toda ação promocional realizada pelos fornecedores e afiliados é automaticamente atualizada na megastore.
Conheça o site e encontre conteúdos de primeira linha para turbinar a sua preparação em busca da tão sonhada vaga.
O Mercadocon segue cadastrando novos fornecedores. O contato pode ser realizado pelo e-mail contato@mercadocon.com.br.

Atualizado: 16/07/2015 - 13:16

Banco da Amazônia realizará novo concurso em breve

Órgão, que possui unidades em diversas regiões do país, contratou a Fundação Cesgranrio para realizar seu próximo concurso com vagas de níveis médio e superior.

Diversos Estados

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

O Banco da Amazônia, principal instituição financeira de fomento do Governo Federal na região amazônica, realizará um novo concurso público nos próximos dias. De acordo com informações da assessoria de imprensa do órgão, as inscrições devem começar já no próximo dia 23 de julho.
A instituição divulgou no Diário Oficial da União desta quinta-feira, dia 16 de julho, a contratação da Fundação Cesgranrio para organizar a seleção.
O contrato entre as partes foi assinado no último dia 14 de julho e ficará vigente até o fim do processo seletivo, quando for realizada a homologação dos resultados finais do concurso público.
O processo seletivo terá vagas para formação de cadastro reserva nas funções de técnico bancário e técnico científico – médico do trabalho, informou a assessoria de imprensa.
Para se candidatar a função de técnico bancário é necessário ter certificado de conclusão ou diploma de curso de nível médio, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). 
Já para atuar como técnico científico - médico do trabalho, o requisito é ter curso superior em medicina com especialização em nível de pós-graduação em medicina do trabalho.
Além do salário, que ainda não foi divulgado, o órgão costuma oferecer auxílio-alimentação e acesso a outras vantagens: programa de assistência médica; auxílio-creche; possibilidade de exercício de função gratificada, a critério do Banco, com um acréscimo na remuneração inicial referente ao Adicional de Função Comissionada correspondente; possibilidade de ascensão e desenvolvimento profissional, participações nos lucros ou nos resultados da Empresa e possibilidade de participação no Plano de Previdência Complementar do Banco da Amazônia - PrevAmazônia.
As últimas seleções promovidas pelo Banco da Amazônia aconteceram nos anos de 2014, para técnico científico, e 2013, para técnico bancário.

Concurso de 2014


Na seleção de 2014 foram disponibilizadas duas vagas efetivas mais ofertas de cadastro reserva para técnico científico-médico do trabalho.
Também tiveram oportunidades para cadastro de pessoal no cargo de técnico científico-tecnologia da informação com ênfase nas áreas de análise de sistemas, banco de dados e infraestrutura de TI.
Na ocasião, todas as profissões do concurso do Banco da Amazônia apresentavam remuneração inicial de R$ 2.163,15 acrescida de auxílio alimentação e Adicional de Função Comissionada nos valores de R$ 907,32 e R$ 1.146,66, respectivamente. Tais valores somavam vencimentos de R$ 4.217,13.
Quanto a carga horário de trabalho, a carreira na área de médico do trabalho era para trabalhar 20 horas semanais. Já os postos na área de tecnologia da informação previam uma carga de 30 horas por semana.
Os candidatos fizeram provas objetivas com 60 questões, sendo 30 de conhecimentos básicos e 30 de conhecimentos específicos.
As vagas foram distribuídas nas cidades de Belém/PA, Boa Vista/RR, Brasília/DF, Cuiabá/MT, Macapá/AP, Manaus/AM, Palmas/TO, Porto Velho/RO, Rio Branco/AC, Santarém/PA, São Luís/MA e São Paulo/SP.

Concurso de 2013


Neste ano, o Banco promoveu um concurso destinado à formação de cadastro reserva para o cargo de técnico bancário. 
O cargo previa um salário inicial de R$ 1.520 para uma carga horária de 30 horas semanais. A tal valor era somado o auxílio alimentação de R$ 840,04 e o Adicional de Função Comissionada de R$ 1.059,87, gerando uma remuneração total de R$ 3.419,91.
Os inscritos foram submetidos a prova objetiva com 60 questões, sendo 30 de conhecimentos básicos e 30 de conhecimentos específicos.
De acordo com o edital do concurso, as ofertas foram lotadas no Distrito Federal e nos Estados do Amazonas, Roraima, Pará, Amapá, Acre, Rondônia, Maranhão, Tocantins, Mato Grosso e São Paulo.

Atualizado: 05/05/2015 - 10:06

Banco do Brasil divulga resultado de concurso

No total, o concurso do Banco do Brasil contabilizou 534.995 inscritos, um aumento, segundo a assessoria de imprensa do BB, de 58% em relação ao último certame para as mesmas regiões, realizado em 2012

2.499 vagas

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

O Banco do Brasil disponibilizou o resultado do concurso que vai formar cadastro reserva com 2.499 vagas de escriturário em 15 Estados do país.

Os candidatos podem consultar seus desempenhos clicando AQUI.

No total, o concurso do Banco do Brasil contabilizou 534.995 inscritos, um aumento, segundo a assessoria de imprensa do BB, de 58% em relação ao último certame para as mesmas regiões, realizado em 2012.

As avaliações objetivas foram compostas por 70 questões de múltipla escolha, sendo 25 de conhecimentos básicos e 45 de conhecimentos específicos. O bloco de conhecimentos básicos envolveu as disciplinas de língua portuguesa (10), raciocínio lógico-matemático (10) e atualidades do mercado financeiro (5). Já a parte de conhecimentos específicos abordou cultura organizacional (5), técnicas de vendas (10), atendimento (10), domínio produtivo da informática (5), conhecimentos bancários (10) e língua inglesa (5).

Na redação, os candidatos estruturaram um texto em prosa do tipo argumentativo-dissertativo, onde foram avaliados os seguintes aspectos: adequação ao tema proposto; adequação ao tipo de texto solicitado; emprego apropriado de mecanismos de coesão (referenciação, sequenciação e demarcação das partes do texto); capacidade de selecionar, organizar e relacionar de forma coerente argumentos pertinentes ao tema proposto; pleno domínio da modalidade escrita da norma-padrão (adequação vocabular, ortografia, morfologia, sintaxe de concordância, de regência e de colocação).

Mais detalhes sobre o concurso


Para concorrer a escriturário do BB, basta possuir ensino médio completo. A remuneração inicial da carreira é de R$ 3.134,78, incluindo salário de R$ 2.227,26, auxílio-alimentação de R$ 397,56 e vale-refeição de R$ 509,96, com jornada de 30 horas semanais.

As ofertas estão distribuídas entre os Estados do Acre (34), Amapá (100), Amazonas (90), Ceará (142), Maranhão (170), Mato Grosso (370), Paraíba (80), Paraná (842), Pernambuco (160), Piauí (60), Rio Grande do Norte (81), Rondônia (110), Roraima (40), Santa Catarina (180) e Sergipe (40).

O prazo de validade do concurso será de um ano, a contar da data de publicação do resultado final. Este prazo poderá ser prorrogado, uma única vez, pelo mesmo período.

O edital informa que ficam asseguradas as admissões, conforme necessidade de provimento, dos candidatos classificados nos concursos 2012/003, 2013/001 e 2013/002 até o término de suas vigências (15 de abril, 26 de setembro e 08 de maior de 2015, podendo ser prorrogadas - respectivamente) ou o esgotamento da reserva de candidatos aprovados, prevalecendo o que ocorrer primeiro.

Atribuições e benefícios do escriturário do BB


Segundo o edital, são atribuições do escriturário do BB: "comercialização de produtos e serviços do BANCO DO BRASIL S.A., atendimento ao público, atuação no caixa (quando necessário), contatos com clientes, prestação de informações aos clientes e usuários; redação de correspondências em geral; conferência de relatórios e documentos; controles estatísticos; atualização/manutenção de dados em sistemas operacionais informatizados; execução de outras tarefas inerentes ao conteúdo ocupacional do cargo, compatíveis com as peculiaridades do BANCO DO BRASIL S.A.".

Como vantagens, o Banco do Brasil oferece possibilidade de ascensão e desenvolvimento profissional, participação nos lucros e resultados, vale-transporte, auxílio-creche, auxílio a filho com deficiência, plano odontológico, assistência médica e previdência privada.

Atualizado: 14/04/2015 - 16:24

MERCADOCON já tem mais de mil produtos cadastrados

Loja virtual reúne os materiais das melhores empresas do setor de concursos. Comparador de preços é um dos diferenciais

Megastore Em menos de um mês, o MERCADOCON, primeiro comparador de preços do segmento de concursos públicos no país, já ultrapassa mais de mil itens cadastrados, entre produtos e serviços físicos e on-line.
Criada para auxiliar a preparação de candidatos a concursos e também a vestibulares, exames da OAB e Enem, a primeira megastore do segmento no país reúne os melhores materiais do mercado. São conteúdos preparatórios de empresas especializadas com comparador de preços para garantir o melhor custo-benefício aos usuários.
“O intuito é reunir mais de dez mil produtos das melhores empresas preparatórias no segmento de concursos públicos, entre cursos on-line, presenciais, livros, apostilas, e-books, CDs e DVDs, facilitar a pesquisa e possibilitar a comparação de preços de acordo com o perfil do candidato. Queremos garantir a melhor experiência de navegação e os melhores produtos”, afirma o diretor de projeto do MERCADOCON.
Vale ressaltar que todos os produtos disponíveis em www.mercadocon.com.br passam por uma análise para garantir a satisfação e o melhor preço aos candidatos. Além disso, toda ação promocional realizada pelos fornecedores e afiliados é automaticamente atualizada na megastore.
Conheça o site e encontre conteúdos de primeira linha para turbinar a sua preparação em busca da tão sonhada vaga.
O MERCADOCON já está on-line e cadastrando novos fornecedores. O contato pode ser realizado pelo e-mail contato@mercadocon.com.br.O profissional responsável pela administração do site e fornecedores é Bruno Manhani.

Atualizado: 08/04/2015 - 15:34

Concurso Carapicuíba/SP: saiu edital com 342 vagas

Concurso da Prefeitura de Carapicuíba, que contempla vagas para candidatos de todos os níveis escolares, divulgou edital de retificação com mudanças no salário e no processo seletivo de alguns cargos.

Teve retificação

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

Localizada na região metropolitana de São Paulo, a apenas 28,9 km da capital, a Prefeitura de Carapicuíba publicou edital de retificação para o concurso público que visa a preencher 342 vagas de todos os níveis escolares no município.

O documento traz mudanças no salário e no processo seletivo de alguns cargos. Porém o número de vagas disponíveis, bem como as profissões contempladas, não foram alterados.

Alfabetizado 

Quem é alfabetizado está apto ao emprego de artífice nas seguintes áreas: borracheiro (1), carpinteiro (1), encanador (2), jardineiro (1), operador de motosserra (2), pintor de parede (1) e roçador (10) com salário de R$ 908.  A formação também permite concorrer a função de coletor de lixo (5) da Prefeitura de Carapicuíba para ganhar R$ 1.511,10, incluindo adicional de insalubridade e gratificação de incentivo a produtividade.

Ensino fundamental


O ensino fundamental incompleto é a exigência da única oferta para o posto de eletricista de auto e máquinas (R$ 1.020,44). Já a conclusão do nível fundamental é necessária para os cargos de atendente (5), motorista (2), operador de máquinas (1) e agente de saúde (2), que oferecem salários de R$ 891 a R$ 1.139,48.

Ensino médio e técnico


Candidatos com ensino médio encontram chances como agente de defesa civil (3), auxiliar de desenvolvimento de educação básica – ADEB (100), auxiliar de saúde bucal (5), oficial administrativo (5) e telefonista (1) para receber de R$ 921,78 a R$ 1.139,48 por mês.

Concorrentes com nível médio e curso técnico podem trabalhar nas profissões de desenhista cadista (1), fiscal de tributos (5), técnico de enfermagem (10), técnico de laboratório (2), técnico de radiologia (1), técnico de segurança do trabalho (1) e topógrafo (1). Essas vagas apresentam vencimentos de R$ 1.139,48 a R$ 1.580,61. 

Antes da retificação, o menor salário para o nível médio/técnico era de R$ 972.

Ensino superior 

Para os profissionais graduados, o concurso em Carapicuíba dispõe de oportunidades nas carreiras de arquiteto (1), assistente social (1), dentista (1), engenheiro civil (2), enfermeiro (10), farmacêutico (1), instrutor de prática desportiva – boxe (1), instrutor de prática desportiva – dança (1), médico em diversas especialidades (72), procurador municipal (1), professor adjunto de educação básica I – PAEB I (20), professor de educação básica II nas disciplinas de arte (30) e educação física (30), psicólogo (1) e contador (1). 

As posições de nível superior oferecem remunerações que partem de R$ 1.721,96 e chegam a R$ 4.800, além das gratificações por assiduidade e descanso semanal remunerado (DSR) disponíveis para os postos de médico e dentista.

Antes da retificação, a maior remuneração para o nível superior era de R$ 5.760.

O concurso da Prefeitura de Carapicuíba também oferece abono de R$ 35 para todas as funções com salário de até R$ 3.000.

Participação e provas

Os interessados devem se cadastrar até o dia 8 de maio pelo site do Instituto Brio Conhecimentos – IBC (www.institutobrio.org.br). As taxas de inscrição no concurso oscilam de R$ 22 a R$ 52.

A seleção será realizada por meio de avaliações objetivas para todos os cargos com 40 questões de múltipla escolha no dia 14 de junho. Na mesma data também haverá provas discursivas apenas para o ofício de professor.

De acordo com o edital do concursoo certame também contará com provas práticas (para todos os postos de nível alfabetizado mais as funções de eletricista de auto e máquinas, motorista, operador de máquinas e desenhista cadista) e testes de aptidão física – TAF (apenas para agente de defesa civil).

Além disso, haverá avaliação psicológica – agora aplicável a todos os cargos da área da educação de nível superior e não mais para o posto de auxiliar de desenvolvimento de educação básica – e prova de títulos, a ser realizada por todos os concorrentes de nível superior e não apenas por professores.

Atualizado: 23/03/2015 - 14:25

BNDES suspende preparativos para novo concurso

De acordo com assessoria de imprensa, ainda não há previsão de quando poderá ocorrer o novo concurso público do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social

Cadastro de pessoal

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

Quem já estava se preparando para o próximo concurso do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), cujo edital estava previsto para ser divulgado a partir de junho, deve redirecionar seus estudos. Acontece que o órgão divulgou nota, nesta segunda-feira, dia 23, confirmando que os preparativos para nova seleção estão suspensos, por tempo indeterminado.

DESTAQUE: PROVA ANTERIOR DO BNDES.

A intenção de realizar o concurso havia sido anunciada em decorrência do término do prazo de validade do concurso anterior, realizado em 2012, em 12 de junho. A assessoria informa que a prática do banco era realizar novos concursos assim que encerrado o prazo de validade do anterior, no sentido de manter o quadro reserva de pessoal para eventuais necessidades. Porém, foi constatado que houve uma diminuição no quantitativo de aposentadorias, de forma que a não contratação de novos servidores não deve comprometer o desenvolvimento dos trabalhos da instituição.

Último concurso do BNDES

No concurso do BNDES realizado em 2012, a organizadora foi a Fundação Cesgranrio. A aplicação das provas ocorreu nas cidades de São Paulo/SP, Rio de Janeiro/RJ, Belém/PA, Belo Horizonte/MG, Brasília/DF, Porto Alegre/RS, Recife/PE e Salvador/BA.

Veja também: Banco Central sofre com defasagem de pessoal

A seleção contou com duas fases, com provas objetivas na primeira e teste de redação para técnico, além de avaliação dissertativa, com cinco questões, para profissional básico na segunda. Para técnico, a prova objetiva contou com 70 questões, sobre língua portuguesa (25), matemática (25), língua estrangeira (oito), conhecimentos específicos sobre o BNDES (seis) e conhecimentos gerais (seis). Para passar para a análise de redação foi necessário acertar, no mínimo, 50% do total de pontos na prova, desde que o candidato não tenha zerado em nenhuma disciplina, e estar entre os 660 primeiros colocados.

Para profissional básico, a parte objetiva contou com 70 questões, sobre língua portuguesa (20), língua estrangeira (dez) e conhecimentos específicos (40). Neste caso, para a aprovação foi  necessário atingir, no mínimo, 60% de acertos na prova como um todo, com pelo menos três pontos em língua estrangeira, dez em língua portuguesa e 35 em conhecimentos específicos, com um limite de 660 aprovados na primeira fase.    

APOSTILA CONCURSO BNDES - CLIQUE AQUI


Matéria atualizada em 23/03 às 14h26

Atualizado: 16/03/2015 - 15:26

Concurso Banco do Brasil: saíram gabaritos das provas

Edital de concurso do BB apresentou 2.499 vagas para o cargo de escriturário, que requer ensino médio completo. Oportunidades distribuídas em 15 Estados e com remuneração inicial de R$ 3,1 mil

Recursos até 17/3

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

Saíram os gabaritos das provas objetivas do concurso do Banco do Brasil para o cargo de escriturário. As avaliações foram aplicadas no último domingo (15) pela Cesgranrio, organizadora do certame, em diversos locais do país.

Os gabaritos dos testes podem ser consultados no seguinte site: http://www.cesgranrio.org.br/concursos/evento.aspx?id=bb0214. O prazo para a entrega dos recursos se encerra nesta terça-feira (17/3).

O concurso Banco do Brasil vai formar cadastro reserva com 2.499 vagas de escriturário em 15 Estados do país. No total, o processo seletivo contabilizou 534.995 mil inscritos; como já informado anteriormente pelo JC, a assessoria de imprensa do BB disse que esse número representa um aumento de 58% em relação ao último concurso para as mesmas regiões, realizado em 2012.

Jovens solteiros com até 25 anos de idade são 51% dos inscritos. Apesar de o concurso ser para nível médio, foi observado também que a grande maioria (66%) já está cursando ou concluiu o nível superior de escolaridade, inclusive com especialização, mestrado e doutorado. Além disso, 33% dos inscritos informaram possuir domínio de outro idioma e a maioria (61%) já está empregada.

Triagem do concurso do Banco do Brasil


Os exames objetivos foram realizados, concomitantemente, nas cidades de Rio Branco-AC, Cruzeiro do Sul-AC, Epitaciolândia-AC, Macapá-AP, Manaus-AM, Parintins-AM, Maracanaú-CE, Itapipoca-CE, Sobral-CE, Quixadá-CE, Russas-CE, Crateús-CE, Juazeiro do Norte-CE, Fortaleza-CE, São Luís-MA, Pinheiro-MA, Bacabal-MA, Imperatriz-MA, Balsas-MA, Presidente Dutra-MA, Caxias-MA, Chapadinha-MA, Cuiabá-MT, Cáceres-MT, Barra do Garças-MT, Rondonópolis-MT, Confresa-MT, Alta Floresta-MT, Tangará da Serra-MT, Juína-MT, Sinop-MT,João Pessoa-PB, Campina Grande-PB, Patos-PB, Sousa-PB, Curitiba-PR, Campo Largo-PR, Paranaguá-PR, Rio Negro-PR, Guarapuava-PR, Pato Branco-PR, Ponta Grossa-PR, Cascavel-PR, Foz do Iguaçu-PR, Campo Mourão-PR, Umuarama-PR, Maringá-PR, Paranavaí-PR, Londrina-PR, Jacarezinho-PE, Recife-PE, Jaboatão dos Guararapes-PE, Olinda-PE, Palmares-PE, Vitória de Santo Antão-PE, Timbaúba-PE, Caruaru-PE, Garanhuns-PE, Serra Talhada-PE, Petrolina-PE, Parnaíba-PI, Teresina-PI, Pocos-PI, Floriano-PI, Natal-RN, Mossoró-RN, Porto Velho-RO, Ji-Paraná-RO, Cocal-RO, Vilhena-RO, Boa Vista-RR, Rorainópolis-RR, Joinville-SC, Mafra-SC, Lages-SC, Caçador-SC, Joaçaba-SC, Chapecó-SC, São Miguel Do Oeste-SC, Rio do Sul-SC, Aracaju-SE, Estância-SE, Nossa Senhora da Glória-SE, Itabaiana-SE, Lagarto-SE e Capela-SE.

As avaliações objetivas do concurso Banco do Brasil foram compostas por 70 questões de múltipla escolha, sendo 25 de conhecimentos básicos e 45 de conhecimentos específicos. O bloco de conhecimentos básicos envolveu as disciplinas de língua portuguesa (10), raciocínio lógico-matemático (10) e atualidades do mercado financeiro (5). Já a parte de conhecimentos específicos abordou cultura organizacional (5), técnicas de vendas (10), atendimento (10), domínio produtivo da informática (5), conhecimentos bancários (10) e língua inglesa (5).

Na redação, os candidatos estruturaram um texto em prosa do tipo argumentativo-dissertativo, onde serão avaliados os seguintes aspectos: adequação ao tema proposto; adequação ao tipo de texto solicitado; emprego apropriado de mecanismos de coesão (referenciação, sequenciação e demarcação das partes do texto); capacidade de selecionar, organizar e relacionar de forma coerente argumentos pertinentes ao tema proposto; pleno domínio da modalidade escrita da norma-padrão (adequação vocabular, ortografia, morfologia, sintaxe de concordância, de regência e de colocação).

Mais detalhes sobre o concurso


Para concorrer a escriturário do BB, bastou possuir ensino médio completo. A remuneração inicial da carreira é de R$ 3.134,78, incluindo salário de R$ 2.227,26, auxílio-alimentação de R$ 397,56 e vale-refeição de R$ 509,96, com jornada de 30 horas semanais.

As ofertas estão distribuídas entre os Estados do Acre (34), Amapá (100), Amazonas (90), Ceará (142), Maranhão (170), Mato Grosso (370), Paraíba (80), Paraná (842), Pernambuco (160), Piauí (60), Rio Grande do Norte (81), Rondônia (110), Roraima (40), Santa Catarina (180) e Sergipe (40).

O prazo de validade do concurso será de um ano, a contar da data de publicação do resultado final. Este prazo poderá ser prorrogado, uma única vez, pelo mesmo período.

O edital informa que ficam asseguradas as admissões, conforme necessidade de provimento, dos candidatos classificados nos concursos 2012/003, 2013/001 e 2013/002 até o término de suas vigências (15 de abril, 26 de setembro e 08 de maior de 2015, podendo ser prorrogadas - respectivamente) ou o esgotamento da reserva de candidatos aprovados, prevalecendo o que ocorrer primeiro.

Atribuições e benefícios do escriturário do BB


Segundo o edital, são atribuições do escriturário do BB: "comercialização de produtos e serviços do BANCO DO BRASIL S.A., atendimento ao público, atuação no caixa (quando necessário), contatos com clientes, prestação de informações aos clientes e usuários; redação de correspondências em geral; conferência de relatórios e documentos; controles estatísticos; atualização/manutenção de dados em sistemas operacionais informatizados; execução de outras tarefas inerentes ao conteúdo ocupacional do cargo, compatíveis com as peculiaridades do BANCO DO BRASIL S.A.".

Como vantagens, o Banco do Brasil oferece possibilidade de ascensão e desenvolvimento profissional, participação nos lucros e resultados, vale-transporte, auxílio-creche, auxílio a filho com deficiência, plano odontológico, assistência médica e previdência privada.

Último concurso do Banco do Brasil (2013)


A última seleção do BB, organizada pela Cesgranrio, em 2013, formou cadastro reserva nos Estados de Estados do Amazonas, Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.
APOSTILA CONCURSO BANCO DO BRASIL - ESCRITURÁRIO

* Matéria atualizada em 16 de março de 2015 às 15h26min

Atualizado: 17/12/2014 - 14:41

Banco do Brasil: concurso para escriturário em 2015

Assessoria de imprensa do BB confirmou que preparativos já foram iniciados. Para concorrer ao cargo basta possuir ensino médio completo. A remuneração inicial da carreira é de R$ 3.134

Em planejamento

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

A assessoria de imprensa do Banco do Brasil (BB) confirmou que a instituição já iniciou os preparativos para a realização de dois concursos públicos para o cargo de escriturário no decorrer de 2015.

Veja mais: saiu o edital do concurso Banco do Brasil 2015

Acontece que o banco conta com dois certames com prazo de validade que expiram no próximo ano e a diretriz é contar com um novo edital em validade, no sentido de permitir o andamento das contratações, conforme as necessidades. As novas seleções devem abranger diversos Estados e, como nos concursos anteriores, serão para formar cadastro reserva de pessoal. 

Destaque: Vídeoaulas de Português para Banco do Brasil.

Para concorrer a escriturário do Banco do Brasil, basta possuir ensino médio completo. A remuneração inicial da carreira é de R$ 3.134,78, incluindo salário de R$ 2.227,26, auxílio-alimentação de R$ 397,56 e vale-refeição de R$ 509,96, com jornada de 30 horas semanais.

Benefícios para aprovados no concurso do BB

Como vantagens, o Banco do Brasil também oferece possibilidade de ascensão e desenvolvimento profissional, participação nos lucros e resultados, vale-transporte, auxílio-creche, auxílio a filho com deficiência, plano odontológico, assistência médica e previdência privada.

Primeiro edital de escriturário já no início do ano

Embora as datas de publicação dos editais não estejam confirmadas, a expectativa é de que ao menos um concurso seja iniciado logo no começo de 2015. Acontece que o prazo de validade do concurso 2012/03 encerrará em 15 de abril e a tendência é divulgar os editais aproximadamente três meses antes do término.

Este concurso abrange os estados do Acre, parte do Amazonas, Ceará, Maranhão, Mato Grosso, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, Santa Catarina e Sergipe.

A segunda seleção com encerramento em 2015 é a 2013/01, com prazo até 26 de setembro. Caso seja mantida a previsão de soltar novo edital com três meses de antecedência, um novo concurso pode ser iniciado em meados de junho.

Veja mais: os cinco concursos mais aguardados para 2015

Neste caso, as oportunidades são para parte do Amazonas, Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Para São Paulo, os resultados finais do último concurso do Banco do Brasil foram divulgados em abril de 2014, com validade até abril de 2015, podendo ser prorrogado por mais um ano.

Os dois concursos com validade em prazo final foram organizados pela Fundação Carlos Chagas. Porém, para o posterior, que incluía São Paulo, a organizadora foi a Fundação Cesgranrio.

Último concurso do Banco do Brasil (2013)

A última seleção do BB, organizada pela Cesgranrio, em 2013, contou com duas fases, com provas objetivas na primeira e redação na segunda. A parte objetiva foi composta de 70 questões, sendo 25 de conhecimentos básicos e 45 de conhecimentos específicos.

Em conhecimentos básicos foram abordados temas sobre língua portuguesa (dez questões), raciocínio lógico-matemático (dez) e atualidades do mercado financeiro (cinco). Raciocínio lógico contou com peso dois e as outras duas, com peso um.

Em conhecimentos específicos, os temas foram sobre cultura organizacional (cinco), técnicas de vendas (dez), atendimento (cinco), domínio produtivo da informática (dez) e conhecimentos bancários (15). Cultura organizacional contou com peso dois,
domínio produtivo da informática teve peso 1,5 e as demais, peso um.

Conheça a carreira no Banco do Brasil

Atualizado: 05/08/2014 - 16:12

BNDES se programa para realizar novo concurso público

Edital deve ser publicado até o início de 2015, com colocações em cadastro reserva para carreiras que exigem nível médio ou superior. Remunerações iniciais poderão alcançar os R$ 10.405

Cadastro de pessoal

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) já começa a se mobilizar para a realização de novo concurso público. De acordo com a assessoria de imprensa do órgão, a seleção será para dar continuidade à formação de cadastro reserva de pessoal do concurso anterior, realizado em 2012. A intenção é que até o término do prazo de validade do último, em 12 de junho de 2015, a instituição conte com um novo concurso para permitir eventuais contratações que forem necessárias.

Veja mais: BNDES começa a avaliar cargos para novo concurso.

Ainda de acordo com a assessoria, como os trabalhos ainda estão em uma fase bastante inicial, ainda não é possível prever se a publicação do edital ocorrerá até o final desde ano ou em 2015. Porém, adiantam que um cronograma deverá começar a ser montado no decorrer das próximas semanas.

Desta forma, a expectativa é de que o próximo concurso seja para os mesmos cargos da seleção de 2012. Na ocasião, para quem possui ensino médio, as oportunidades foram para a carreira de técnico administrativo.  Para nível superior, as opções foram para profissional básico, com formação nas áreas de administração, análise de sistemas – desenvolvimento, analise de sistemas – suporte, arquitetura, arquivologia, biblioteconomia, comunicação social, contabilidade, direito, economia, engenharia e psicologia.

Os iniciais são de R$ 4.148,82 para técnico administrativo e R$ 10.405,04 para profissional básico, já incluindo R$ 399,08 de auxílio-alimentação e R$ 823,95 de auxílio-refeição, todos com jornada de trabalho de 35 horas semanais.

Último concurso – No concurso de 2012, a organizadora foi a Fundação Cesgranrio, com aplicação de provas  nas cidades de São Paulo/SP, Rio de Janeiro/RJ, Belém/PA, Belo Horizonte/MG, Brasília/DF, Porto Alegre/RS, Recife/PE e Salvador/BA.

A seleção contou com duas fases para os dois cargos, com provas objetivas na primeira e teste de redação para técnico e avaliação dissertativa, com cinco questões, para profissional básico na segunda. Para técnico, a parte objetiva contou com 70 questões, sobre língua portuguesa (25), matemática (25), língua estrangeira (8), conhecimentos específicos sobre o BNDES (6) e conhecimentos gerais (6). Para passar para análise de redação foi necessário acertar, no mínimo, 50% do total de pontos na prova, desde que o candidato não tenha zerado em nenhuma disciplina, e estar entre os 660 primeiros colocados.

Para profissional básico, a parte objetiva também contou com 70 questões, sobre língua portuguesa (20), língua estrangeira (10) e conhecimentos específicos (40). Neste caso, para a aprovação foi necessário atingir, no mínimo, 60% de acertos na prova como um todo, com pelo menos 3 pontos em língua estrangeira, 10 em língua portuguesa e 35 em conhecimentos específicos, com um limite de 660 aprovados na primeira fase.

Atualizado: 04/08/2014 - 11:21

INMETRO acelera os preparativos do edital com 80 vagas

As oportunidades serão distribuídas entre os Estados do Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Goiás. A publicação do edital ocorrerá, no máximo, até 28 de novembro

Níveis médio e superior

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

O Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (INMETRO) intensificou os preparativos do seu próximo concurso, que ofertará 80 vagas com exigência de níveis médio, médio/técnico e superior. A lotação dos cargos ocorrerá nos Estados do Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Goiás.
Leia também: Sai edital para especialista sênior do INMETRO

Publicada no Diário Oficial da União de 28 de maio, a autorização estipulou um prazo de seis meses para que o órgão publique o edital, ou seja, até 28 de novembro. Entretanto, o instituto pretende agilizar os trâmites para que o documento saia antes da data limite.

Quem concluiu o ensino médio poderá concorrer à carreira de assistente executivo em metrologia e qualidade, com 19 ofertas.

Profissionais com ensino médio e curso técnico terão a chance de disputar o emprego de técnico em metrologia e qualidade (9).

Formação superior habilitará a candidatura nos postos de analista executivo em metrologia e qualidade (39) e pesquisador-tecnologista em metrologia e qualidade (11).

Por fim, haverá duas colocações de especialista em metrologia e qualidade sênior (2), com exigência de doutorado.

Segundo informações da assessoria de imprensa do INMETRO, as remunerações oferecidas serão de R$ 2.967,64 para assistente e técnico; de R$ 7.200,99 para analista e pesquisador; e de R$ 16.512,79 para especialista.

Ainda de acordo com o departamento de comunicação, já foi solicitado ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) o aval para abrir outras 240 vagas.

APOSTILAS PARA CONCURSOS - CLIQUE AQUI.
(Atualizada às 12h05 de 13 de novembro)

Atualizado: 30/07/2014 - 10:59

A número 1 da Caixa Econômica Federal no Piauí

Você acredita que alguém possa ser aprovado em primeiro lugar no concurso para técnico bancário da Caixa Econômica com quatro meses de preparação? Essa é a história de Manuely Sabriny

A Vida em Parágrafos

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

Há uma frase de Theodore Roosevelt que resume bem a mentalidade de um vencedor e se aplica muito bem aos concursos (e mais ainda aos candidatos). O vigésimo sexto presidente dos Estados Unidos, que partilha o Monte Rushmore com Abraham Lincoln, George Washington e Thomas Jefferson, disse certa vez: “acredite que você pode, assim você já está no meio do caminho”.
Em seleções públicas, somente acreditar não é suficiente, mas este é um componente importante para se alcançar o sucesso. Um exemplo: se alguém te dissesse que conseguiu ser aprovado em primeiro lugar no concurso da Caixa Econômica Federal (CEF) de 2014, em um cargo que recebeu 1.156.737 inscrições, com menos de quatro meses de preparação, você acreditaria?
Possivelmente, não. No entanto, a história é verdadeira, e está registrada no passado e no presente de Manuely Sabriny. A piauiense de 18 anos conquistou a primeira posição de técnico bancário novo no Estado de origem.
Assimilar o conteúdo programático na mesma velocidade dos ponteiros do relógio requereu da concursanda um planejamento em que o comprometimento ditava as regras. “Estudo por metas foi o que eu fiz e aconselho todos a fazerem. Metas diárias, semanais e mensais. Por exemplo, todo dia assistia a cinco videoaulas, lia 20 páginas de uma apostila e fazia 20 questões. Ao final de cinco dias, já tinha terminado 25 videoaulas, lido 100 páginas e feito 100 questões. Ao final de três meses, já havia revisado a mesma apostila três vezes”.
Para incrementar o aprendizado, pensando na prova do Cespe/UnB, que “exige muito vocabulário”, Manuely também investiu em cursos on-line e questões. “Fiz um curso presencial durante quase dois meses e três cursos on-line até a semana do concurso, que duraram quase dois meses também. E estudava todos os dias pelo site Questões de Concursos”.
A rotina não pesou nas costas da concursada, habituada desde pequena a estudar, mas a fez reviver antigas frustrações e decidir de vez a prestar concurso público. “Cresci como uma menina prodígio na família, que aprendeu a falar palavras em inglês com dois anos. Sempre fui estudiosa, porém, na hora de fazer teste, eu ficava muito nervosa. No segundo ano do ensino médio, fiz a prova do Enem e não consegui passar para nenhum curso. No ano seguinte, para diminuir o nervosismo, fiz um outro concurso e fui muito bem (só não fui melhor por ter estudado por uma apostila desatualizada). Cheguei a dizer que seria muito mais fácil passar em um concurso. Então, seis dias após o ENEM do ano passado, me matriculei em um curso presencial para o concurso da Caixa. Era a maior oportunidade para realizar meu sonho de ser independente aos 18 anos”.
Com as matérias de legislação, conhecimentos bancários, ética, informática, atendimento, matemática financeira e código de defesa do consumidor, a familiaridade era zero. A piauiense de Teresina decidiu começar por conhecimentos bancários e atendimento pelo peso na prova e, dois meses depois, foi surpreendida pela notícia da aprovação no curso de engenharia agronômica. A estabilidade e independência ficaram em segundo plano, mas por pouco tempo. “Serviria para aproveitar matérias no curso que queria, engenharia de produção. Fiz a matrícula e durante duas semanas parei o estudo para o concurso da CEF.  Quando voltei, estudava ainda mais para recuperar as semanas perdidas. Ganhei três cursos on-line de amigos e familiares e aumentei de quatro para uma média de sete a dez horas por dia o tempo de estudo, de domingo a domingo. Para me divertir e o estudo não ficar desgastante, tirava uma tarde ou uma noite para sair durante a semana”.
O teste final foi em Bacabal (MA), cidade a 262 km de Teresina. “Terminei as 120 questões em duas horas e meia e sobraram duas horas para a redação. Não deixei em branco nenhuma questão. Minha redação não foi como o esperado, mas nem isso diminuiu minha pontuação final. Fiquei em primeiro no meu polo, e em primeiro no Estado todo. Meu esforço, todas aquelas horas estudando, foi recompensado”.
Ainda maravilhada com o feito de “menina inteligente”, Manuely quer iniciar o curso superior e assumir, com rapidez, o posto que conquistou. Nem mesmo quem diz a ela que assumir o trabalho agora, tão nova, pode ser um erro a convence do contrário. Como as palavras de Carlos Drummond de Andrade, que anulam o tempo, “há muitas razões para duvidar e uma só para crer”.
APOSTILAS PARA CONCURSOS - CLIQUE AQUI.

Atualizado: 15/05/2014 - 10:51

Caixa divulga resultado para técnico bancário

O cargo, que exige apenas a conclusão do nível médio, já teve a classificação final publicada. Candidatos a funções de nível superior passarão, ainda, por avaliação de títulos - veja a convocação

1 milhão de inscritos

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

Já foi divulgado, no site do Cespe/UnB, o resultado final do concurso para técnico bancário novo da Caixa Econômica Federal. A seleção, que atraiu mais de 1 milhão de candidatos, tem como objetivo inicial apenas a formação de cadastro reserva, no entanto, a expectativa é de que sejam feitas quase 10 mil contratações até o ano que vem.
Para conferir a classificação de técnico bancário, clique aqui.

Veja também: Caixa Econômica: validade do concurso encerra em junho 
Cargos de nível superior terão, ainda, avaliação de títulos como etapa final do processo seletivo, prevista para os dias 19 e 20 de maio – a convocação também está disponível no site do Cespe/UnB. O resultado final para essas funções deve ser publicado até o final do mês.
As provas objetivas foram realizadas no dia 30 de março, às 8h (técnico) e às 15h (médico e engenheiro) em 130 cidades, nos 26 Estados do país e no Distrito Federal. Os exames trouxeram questões de conhecimentos básicos e específicos. Já as avaliações dissertativas foram compostas por redação, para técnico, e por questões discursivas, no caso das profissões que requerem nível superior.
A seleção da Caixa contabilizou 1.176.607 inscritos, sendo 1.156.737 para o posto de técnico bancário novo. Os Estados com maior procura para a função de técnico foram: São Paulo (208.486), Minas Gerais (116.206) e Bahia (90.322).
Concurso – O processo seletivo tem a intenção de formar cadastro reserva para técnico bancário novo, engenheiro e médico. A expectativa é de que muitos aprovados sejam chamados durante a validade da seleção. Somente para este ano estão previstas 4.850 contratações e, até 2015, o total de admissões deverá chegar a 9.873, segundo portaria divulgada pelo Departamento de Coordenação e Governanças das Empresas Estatais (DEST) em 17 de julho de 2013.
Para concorrer ao cargo de técnico bancário novo, era necessário ter concluído o ensino médio. Com jornada de trabalho de 30 horas semanais, o salário é de R$ 2.025, podendo chegar a R$ 2.931,36 com o auxílio-refeição/alimentação de R$ 509 e o auxílio para cesta/alimentação de R$ 397,36.
O posto de engenheiro envolve as áreas agronômica, civil, elétrica e mecânica. Para participar, o candidato devia possuir nível superior e registro no conselho de classe. A remuneração inicial é de R$ 8.041 para jornada de trabalho de 40 horas por semana.
Já quem possui graduação superior em medicina e curso de especialização em medicina do trabalho se inscreveu para médico do trabalho. O vencimento é de R$ 4.021 para jornada semanal de 20 horas.
Além da remuneração mensal e dos auxílios, são concedidos aos servidores do banco: possibilidade de ascensão e desenvolvimento profissional; participação nos lucros e nos resultados; possibilidade de participação em plano de saúde e em plano de previdência complementar; possibilidade de participação em programa de elevação da escolaridade e desenvolvimento; e programas de preservação da saúde, qualidade de vida e prevenção de acidentes.
APOSTILA PARA CONCURSOS - CLIQUE AQUI.

Atualizado: 02/04/2014 - 09:13

Caixa divulga gabaritos das provas objetivas

Objetivo é formar cadastro reserva nas carreiras de técnico bancário novo, médico do trabalho e engenheiro. Até 2015, mais de 9.000 servidores devem ser admitidos

Até R$ 8,9 mil

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

Como esperado, a Caixa Econômica Federal publicou na noite de terça-feira, 1º de abril, os gabaritos dos exames objetivos aplicados no último domingo (30) para formar de cadastro reserva nos cargos de técnico bancário novo (nível médio) e médico do trabalho e engenheiro (nível superior, com registro e/ou especialização). Os arquivos estão disponíveis no site do organizador do concurso, o Cespe/UnB: www.cespe.unb.br.
As provas foram realizadas às 8h (técnico) e às 15h (médico e engenheiro) em 130 cidades, nos 26 Estados do país e no Distrito Federal. Os testes objetivos tiveram questões de conhecimentos básicos e específicos. Já as avaliações dissertativas foram compostas por redação, para técnico, e por questões discursivas, no caso das profissões que requerem nível superior.
Quem se classificar nas provas passará por exames médicos admissionais e análise de títulos, no caso de médico e engenheiro.
Mesmo envolta em polêmica, a seleção da instituição financeira, organizada pelo Cespe/UnB, segue sem alterações. Entenda o caso clicando aqui.
Saiba mais – A seleção da Caixa contabilizou 1.176.607 inscritos, sendo 1.156.737 para o posto de técnico bancário novo.
Os Estados com maior procura para a função de técnico foram: São Paulo (208.486), Minas Gerais (116.206) e Bahia (90.322) – para visualizar a estatística completa, vá até os anexos.
A perspectiva, de acordo com portaria divulgada pelo Departamento de Coordenação e Governanças das Empresas Estatais (DEST) em 17 de julho de 2013, é de que 4.850 profissionais sejam contratados em 2014. O número subirá para 9.873 em 2015.
Para técnico, os salários são de R$ 2.025, podendo chegar a R$ 2.931,36 com o auxílio-refeição/alimentação de R$ 509 e o auxílio para cesta/alimentação de R$ 397,36. A jornada de trabalho semanal é de 30 horas.
Os empregos públicos de engenheiro (áreas agronômica, civil, elétrica e mecânica) e médico pagam R$ 8.041 e R$ 4.021. A dedicação é, respectivamente, de 40 e 20 horas por semana.
Além da remuneração mensal e dos auxílios, são concedidos aos servidores do banco: possibilidade de ascensão e desenvolvimento profissional; participação nos lucros e nos resultados; possibilidade de participação em plano de saúde e em plano de previdência complementar; possibilidade de participação em programa de elevação da escolaridade e desenvolvimento; e programas de preservação da saúde, qualidade de vida e prevenção de acidentes.
O concurso reserva 5% das oportunidades a pessoas com necessidades especiais.
APOSTILAS PARA CONCURSOS - CLIQUE AQUI.

Atualizado: 01/04/2014 - 17:00

Caixa: candidato publica foto de prova e é eliminado

De acordo o Cespe/UnB, tal procedimento não coloca em risco a lisura do concurso, causando apenas a desclassificação do candidato. A imagem postada na rede social é da folha de respostas, sem marcações

Polêmica

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

O concurso da Caixa Econômica Federal, um dos maiores dos últimos anos, com nada menos do que 1.176.614 inscritos, sendo 1.156.744 para cadastro reserva para o cargo de técnico bancário, acabou servindo de polêmica no início desta semana, logo após a aplicação das provas no domingo, dia 30.

Acontece que um candidato postou, nas redes sociais, uma foto com a imagem da folha de respostas do caderno “cofre”, sem marcações. A imagem acompanha a seguinte legenda: "resumo de hoje... esperar pra ver no que vai dar”.

O fato causou bastante polêmica entre os participantes, uma vez que é expressamente proibido, conforme especifica o subitem 15.21.2 do edital, ingressar nos locais de exames munido de telefone celular ou outros equipamentos eletrônicos, que devem ser guardados em embalagem fornecida na ocasião até o final das provas.

Diante do ocorrido, a organizadora do concurso, o Cespe/UnB, divulgou um comunicado garantindo a continuidade da seleção, reforçando que a imagem não continha nenhum tipo de marcação de respostas, de forma que não pode ser considerada como indício de fraude, maculando o processo, e que o candidato foi eliminado do processo seletivo.

Veja, a seguir, a íntegra do comunicado:

O Cespe/UnB vem a público informar que, com relação à imagem da folha de respostas, que vem sendo veiculada pela imprensa, o fato isolado se refere a um documento ainda sem marcação de respostas, postado na rede social Instagram, por candidato ao cargo de técnico bancário novo – carreira administrativa, do concurso público da Caixa Econômica Federal. Durante a realização das provas, o Cespe/UnB efetuou o monitoramento das redes sociais, utilizando ferramentas eletrônicas para essa finalidade e eliminando todos os candidatos que desrespeitaram as regras do edital que rege o concurso.

O Centro enfatiza que a situação mencionada não constitui tentativa de fraude contra o resultado do concurso da Caixa, nem compromete a lisura do certame, tendo em vista que não foi divulgada nenhuma informação sigilosa relativa à prova. No entanto, o candidato desrespeitou regras editalícias, em particular o subitem 15.21.2 do edital de abertura do evento acima referido, que estabelece que "antes de entrar na sala de provas, o candidato deverá guardar, em embalagem porta-objetos fornecida pela equipe de aplicação, telefone celular desligado ou quaisquer outros equipamentos eletrônicos desligados relacionados no subitem 15.21 deste edital, sob a pena de ser eliminado do concurso”. Desta forma, o Cespe/UnB informa que, conforme procedimento citado acima, eliminou do certame o candidato em questão. Este Centro ressalta, ainda, que enviará todas as informações obtidas à Polícia Federal para ações que se fizerem necessárias.

Atualizado: 31/03/2014 - 16:15

Caixa: veja o gabarito extraoficial para técnico

Além do cargo, a instituição financeira formará cadastro reserva nas carreiras de médico do trabalho e engenheiro. Previsão é de que sejam contratados 4.850 servidores ainda em 2014

Inicial de R$ 2.931,36

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

Do total de 1.176.607 candidatos que se inscreveram no concurso da Caixa Econômica Federal para a formação de cadastro reserva em carreiras de nível médio e superior, 1.156.737 tentam o emprego público de técnico bancário novo.
A profissão pede o ensino médio completo e oferece salário de R$ 2.025 para jornada de trabalho de 30 horas na semana. A remuneração mensal pode chegar a R$ 2.931,36 com o auxílio-refeição/alimentação de R$ 509 e o auxílio para cesta/alimentação de R$ 397,36.
Quem persegue as oportunidades pode conferir o gabarito extraoficial que o Jornal dos Concursos e Empregos divulga, com antecedência, em conjunto com o AlfaCon. O arquivo está disponível nos anexos.
Para técnico foram apresentadas 120 questões, sendo 14 de língua portuguesa, 36 de conhecimentos básicos (raciocínio lógico, matemática, atualidade, ética e legislação específica) e 70 de conhecimentos específicos (atendimento e conhecimentos bancários). Para a especialidade de tecnologia da informação foram cobradas questões sobre a área, em vez de atendimento – o JC&E e o AlfaCon viabilizaram a correção da avaliação para técnico, ao vivo, a partir das 21h de domingo (30).
A prova objetiva para todas os cargos envolvidos na seleção foi promovida no último domingo, 30 de março, pela manhã e à tarde. Cento e trinta cidades, de todas as unidades da federação, receberam os concursandos
As próximas etapas serão compostas por investigação social e/ou funcional; exames médicos admissionais; e análise de títulos (médico e engenheiro).
Nível superior – Com esta exigência de formação são ofertados postos de engenheiro e médico do trabalho. A função de engenheiro envolve as áreas agronômica, civil, elétrica e mecânica e também pede registro profissional. O vencimento inicial de R$ 8.041, para dedicação de 40 horas semanais.
Já o cargo de médico do trabalho solicitam especialização na área. Aprovados terão salário de R$ 4.021 para carga semanal de 20 horas.
Benefícios – Além dos salários, os servidores da Caixa contam com possibilidade de ascensão e desenvolvimento profissional; participação nos lucros e nos resultados; possibilidade de participação em plano de saúde e em plano de previdência complementar; possibilidade de participação em programa de elevação da escolaridade e desenvolvimento; e programas de preservação da saúde, qualidade de vida e prevenção de acidentes.
Previsão de contratação - A expectativa é de que muitos aprovados sejam chamados durante a validade da seleção. Somente para este ano são aguardadas 4.850 contratações. Até 2015, o total de admissões deverá chegar a 9.873, segundo portaria divulgada pelo Departamento de Coordenação e Governanças das Empresas Estatais (DEST) em 17 de julho de 2013.

Shopping