Já autorizado

Concurso Alesp 2019: expectativa de vagas para níveis médio e superior

Espera-se que o novo concurso Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo) tenha oportunidades para técnico, analista e procurador

Camila Diodato
Publicado em 06/05/2019, às 11h45 - Atualizado em 07/06/2019, às 15h15

Fachada da Alesp
Divulgação/Alesp

O novo concurso da Alesp (Assembleia Legislativa de Sâo Paulo), autorizado em 5 de julho de 2018, segue na indefinição da escolha da comissão e da banca organizadora. Apesar de não ter sido revelados os detalhes sobre as vagas, a expectativa é de que haja chances nas carreiras de técnico, analista e procurador. 

Até o momento o órgão não divulgou também o número de ofertas, apenas que haverá vagas imediatas e de cadastro reserva para os cargos que pertencem ao seu quadro de pessoal, que é composto pelos três cargos anteriores.

Para técnico, há funções com exigência de níveis médio e/ou técnico, enquanto o analista apresenta especialidades que aceitam candidatos com formação superior em diversas áreas de atuação. A colocação de procurador do concurso Alesp requer ensino superior em direito e inscrição, há no mínimo dois anos, na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

O vencimento inicial oferecido é de R$ 6.642,70 para técnico e R$ 10.885,29 para analista. No decorrer da carreira, os servidores contam com reajustes salariais que apresentam 20 níveis.

Estrutura remuneratória

No caso do técnico, a remuneração atual tem as seguintes alterações: nível 02 – R$ 6.746,85; 03 – R$ 6.854,92; 04 – R$ 6.967,05; 05 – R$ 7.083,37; 06 – R$ 7.204,05; 07 – R$ 7.329,28; 08 – R$ 7.459,19; 09 – R$ 7.593,97; 10 – R$ 7.733,79; 11 – R$ 7.878,88; 12 – R$ 8.029,38; 13 – R$ 8.185,56; 14 - R$ 8.347,58; 15 – R$ 8.515,68; 16 – R$ 8.690,08; 17 – R$ 8.871,01; 18 – R$ 9.058,73; 19 – R$ 9.253,48; e 20 – R$ 9.455,55.

Já para o analista: 02 – R$ 11.095,91; 03 – R$ 11.314,43; 04 – R$ 11.541,15; 05 – R$ 11.776,38; 06 – R$ 12.020,41; 07 – R$ 12.273,62; 08 – R$ 12.536,30; 09 – R$ 12.808,83; 10 – R$ 13.091,60; 11 – R$ 13.384,97; 12 – R$ 13.689,34; 13 – R$ 14.005,11; 14 – R$ 14.332,73; 15 – R$ 14.672,64; 16 – R$ 15.025,29; 17 – R$ 15.391,18; 18 – R$ 15.770,76; 19 – R$ 16.174,61; e 20 – R$ 16.573,19.

A carreira de procurador conta com níveis, sendo estes: 01 - R$ 18.772,15; 02 - R$ 19.109,69; 03 - R$ 19.459,86; 04 - 19.823,15; 05 - 20.199,98; 06 - 20.590,97; 07 - R$ 20.996,57; 08 - R$ 21.417,37; 09 - 21.853,90; 10 - 22.306,78; 11 - R$ 22.776,62; 12 - R$ 23.264,02; 13 - R$ 23.769,68; 14 - R$ 24.294,27; e 15 - R$ 24.838,47.

Nesses valores não está incluso o vale-refeição diário de R$ 41,24 que, se considerados 22 dias, corresponde a R$ 907,28.

Defasagem de pessoal no órgão

Agora, o próximo passo para a abertura do concurso Alesp é definir a quantidade de vagas e as especialidades dos cargos. Mas dá para ter uma noção das oportunidades que serão contempladas com base na quantidade de postos vagos.

Consta no site da Alesp que, no momento, há um déficit de 340 profissionais, sendo 86 analistas legislativos, dois procuradores e 252 técnicos legislativos.

Editais anteriores do concurso Alesp

As seleções anteriores da Assembleia ocorreram em 2010 e 2012, e ambas foram organizadas pela Fundação Carlos Chagas.

Na de 2010, havia oportunidades para agente técnico legislativo (atualmente chamado de analista legislativo), para agente legislativo de serviços técnicos e administrativos (técnico legislativo) e para procurador. As chances estavam distribuídas em diversas especialidades.

Em 2012, o concurso Alesp abriu ofertas apenas para analista nas áreas de taquígrafo e cirurgião-dentista, além de técnico na função de técnico em enfermagem.

Sobre Alesp - Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo

A Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp) tem como atribuições: legislar, apresentando, discutindo e deliberando proposições legislativas instituindo normas para o cumprimento de direitos e deveres na sociedade, através de projetos de leis, moções, resoluções, emendas, decretos legislativos; fiscalizar e controlar, acompanhando a execução das ações e atos da Administração, tais como a execução orçamentária, contas, contratos e o cumprimento dos objetivos institucionais nas ações de governo; investigar, averiguando a ocorrência de ilícitos, em fatos determinados, propondo soluções, através das Comissões Parlamentares de Inquérito.

Mais Lidas