Tudo Sobre

Concurso Bacen (Banco Central)

Concurso Bacen: autonomia deve ser aprovada em fevereiro, diz Rodrigo Maia

Está em análise no Ministério da Economia o pedido do concurso Bacen para a abertura de oportunidades distribuídas entre três carreiras



Redação | redacao@jcconcursos.com.br
Publicado em 24/12/2019, às 16h10 - Atualizado às 17h45

Concurso Bacen (Banco Central): edifício-sede em Brasília
Divulgação

concurso Bacen (Banco Central do Brasil, também conhecido BC ou BCB) continua dependendo do Ministério da Economia para que sair do papel, mas isso pode ser alterado caso o órgão ganhe autonomia.

Presidente da Câmara dos Deputador, Rodrigo Maia comentou na última semana que a Casa deve aprovar em fevereiro de 2020, assim que retomado os trabalhos legislativos, o projeto que estabelece a autonomia do Banco Central.

Vale lembrar que o presidente Jair Bolsonaro chegou a assinar, em junho, um projeto de lei complementar que prevê a autonomia do órgão. Porém, o projeto não apresentou tramitações desde o fim do primeiro semestre.

Oportunidades do concurso Bacen

Está em análise na Economia um pedido que prevê o preenchimento de 260 vagas distribuídas entre três carreiras da seguinte maneira: 200 para analista, 30 para procurador e 30 para técnico. 

Os postos de analista e procurador aceitam candidatos com formação superior em diversas áreas de atuação - neste caso, os vencimentos correspondem a R$ 16.286,90 e a R$ 17.788,33, respectivamente.

Já a posição de técnico destina-se aos profissonais que possuem apenas ensino médio completo. O salário inicial oferecido para ocupa a posição é bastante atrativo: R$ 6.463,44 por mês.

Vale ressaltar que as remunerações já incluem o valor do benefício-alimentação, que equivale a R$ 458 mensais.

Concurso Bacen: último edital

Em 2013, o concurso Banco Central promoveu seleção com 500 vagas destinadas aos cargos de técnico e analista. Na ocasião, a banca organizadora foi o Cespe/UnB e a remuneração inicial oscilou entre R$ 5.158,23 e R$ 14.289,24.

A carreira de técnico apresentou 100 oportunidades e estava dividida entre as áreas de suporte técnico-administrativo e segurança institucional. A exigência era de ensino médio completo.

Destinado a profissionais de nível superior, o cargo de analista (400) estava distribuído em seis áreas de conhecimentos: análise e desenvolvimento de sistemas, suporte à infraestrutura de tecnologia da informação, política econômica e monetária, contabilidade e finanças, infraestrutura e logística, e gestão e análise processual.

O processo seletivo do concurso Bacen (Banco Central) constou de prova objetiva, teste discursivo e análise de títulos – este último apenas para analista. Depois, houve um programa de capacitação aos candidatos aprovados.

Todos os profissionais contratados pelo concurso foram lotados em Brasília (DF), Belém (PA), São Paulo (SP), Salvador (BA) e Porto Alegre (RS).

Concurso Bacen: aula de análise sintática

+ Acompanhe no JC Concursos todas as novidades sobre este certame na página do concurso Bacen.

+ Resumo do Concurso Bacen (Banco Central)

Bacen - Banco Central
Vagas: 230
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Analista, Procurador
Áreas de Atuação: Administrativa, Operacional
Escolaridade: Ensino Superior
Faixa de salário: De R$ 7741,00 Até R$ 21472,00
Estados com Vagas: AC, AL, AM, AP, BA, CE, DF, ES, GO, MA, MG, MS, MT, PA, PB, PE, PI, PR, RJ, RN, RO, RR, RS, SC, SE, SP, TO

concursosconcursos publicos

Comentários

Mais Lidas