Interior paulista

Câmara de Ourinhos SP realiza concurso com quatro vagas

Edital tem oportunidades para técnico em administração, técnico legislativo, contador e procurador, com vencimentos acima de R$ 4,7 mil

0,00(0.0%)0 voto(s)

Samuel Peressin
Publicado em 26/11/2018, às 10h27

A Câmara de Ourinhos, no interior do Estado de São Paulo, abriu concurso público destinado a preencher quatro vagas.

Os cargos de técnico em administração (1 posto e salário de R$ 3.693) e técnico legislativo (1 - R$ 4.267) são opções para candidatos com ensino médio.

Curso superior é requisito para quem pretende disputar as funções de contador (1 - R$ 3.876) e procurador (1 - R$ 4.776).

Para todas as carreiras, os vencimentos informados já incluem o auxílio-alimentação mensal no valor de R$ 600.

As inscrições serão recebidas até 3 de dezembro, por meio do site www.spbrasilconcursos.com.br. As taxas custam R$ 36 (técnico) e R$ 63 (contador e procurador). 

As provas objetiva (todos os cargos) e discursiva (procurador) estão marcadas para 16 de dezembro. Haverá também análise de títulos para as vagas de nível superior, com envio dos documentos durante o prazo para registro de candidaturas.

O concurso da Câmara de Ourinhos terá validade de dois anos, com possibilidade de prorrogação por mais dois, a critério do Legislativo, conforme estabelece o edital.

Cronograma do concurso da Câmara de Ourinhos

Concurso Câmara de Ourinhos: atribuições do técnico em administração

Participar tecnicamente de projetos desenvolvidos em quaisquer unidades organizacionais, planejando, programando, coordenando, controlando, avaliando resultados e informando decisões, para aperfeiçoar a qualidade do processo gerencial da Câmara Municipal; participar da elaboração e análise do Plano Plurianual da Câmara Municipal, da Lei de Diretrizes Orçamentárias, do orçamento e do acompanhamento de sua execução físico-financeira, orientando as unidades administrativas da Edilidade, efetuando comparações entre as cotas orçamentárias e metas programadas e os resultados atingidos, desenvolvendo e aplicando critérios, normas e instrumentos da avaliação; elaborar o planejamento organizacional, analisando a organização no contexto interno e externo, identificando oportunidades e problemas, definindo estratégias, bem como apresentando propostas; auxiliar a implementação de programas e projetos nas diversas áreas de atuação da Câmara Municipal, identificando fontes de recursos, dimensionando a sua amplitude e traçando estratégias de implementação; coordenar, assessorar a coordenação ou monitorar a execução de programas, planos e projetos; promover estudos de racionalização administrativa; interpretar leis, regulamentos e instruções relativas a assuntos de administração geral, para fins de aplicação, orientação e assessoramento; elaborar ou colaborar na elaboração de relatórios parciais ou anuais, atendendo às exigências ou normas do Tribunal de Contas; propor, executar e supervisionar análises, pesquisas e estudos técnicos, para implantação ou aperfeiçoamento de sistemas, métodos, instrumentos, rotinas e procedimentos administrativos; elaborar, rever, implantar e avaliar, regularmente, instruções, formulários e manuais de procedimentos; elaborar critérios ou normas de padronização, especificação, compra, guarda, estocagem, controle e alienação, baseando-se em levantamentos e estudos para a correta administração do sistema de materiais; elaborar critérios, planos, normas e instrumentos para recrutamento, seleção, treinamento e demais aspectos da administração de pessoal, dando orientação técnica, acompanhando, coletando e analisando dados, redefinindo metodologias, elaborando formulários, instruções e manuais de procedimentos, participando de comissões a fim de contribuir para o desenvolvimento qualitativo dos recursos humanos da Câmara; garantir suporte na gestão de pessoas, na administração de material, patrimônio, informática e serviços para áreas meio e finalísticas; planejar, coordenar e supervisionar ações, monitorando resultados e fomentando políticas de mudança; prestar informações aos superiores hierárquicos quando solicitado sobre as atividades desenvolvidas; realizar outras atribuições compatíveis com a sua especialização profissional.

Concurso Câmara Ourinhos: atribuições do técnico legislativo

Executar atividades de pesquisa, organização e armazenamento de proposições, legislação e correspondências correntes; colaborar em estudos e pesquisas que tenham por objetivo o desenvolvimento e o aprimoramento dos processos legislativos da Câmara; protocolar processos e documentos, registrando sua tramitação; realizar procedimentos administrativos para o trâmite de projetos, proposições e solicitações, de acordo com a sua unidade de atuação; numerar registrar e expedir documentos sob sua responsabilidade; auxiliar na prestação de eventos promovidos pela Câmara; assistir a Mesa Diretora e as Comissões Parlamentares nas Sessões e reuniões; redigir, segundo as normas técnicas, qualquer modalidade de ato administrativo e legislativo; executar tarefas auxiliares que envolvam conhecimentos básicos de legislação; receber e encaminhar solicitações sobre consultas formuladas pelos Vereadores e munícipes, relativas a assuntos de natureza jurídico-administrativa, de interesse da Câmara Municipal; prestar serviços de assessoria junto ao Presidente da Câmara; elaborar, sob orientação, pauta para a realização das sessões legislativas; redigir, sob orientação, edital para a convocação de sessões e demais eventos patrocinados pela Câmara; desenvolver procedimentos necessários à realização das Sessões legislativas, solenidades e demais eventos; redigir, sob orientação, indicações, requerimentos, ofícios, e outros documentos oficiais; executar as suas atividades de forma integrada com as demais unidades da Câmara, contribuindo para o desenvolvimento das equipes de trabalho; executar qualquer outra atividade que, por sua natureza, esteja inserida no âmbito de suas atribuições; conhecer o Regimento Interno da Câmara e a Lei Orgânica do Município.
 

Comentários

Mais Lidas