Câmara Municipal

Rio Pardo de Minas MG divulga concurso com dez vagas

As chances do edital são para candidatos de níveis fundamental, médio e técnico. As inscrições serão recebidas entre os dias 29 de novembro e 27 de dezembro

Patricia Lavezzo
Publicado em 27/09/2018, às 15h56

No Estado de Minas Gerais, a Câmara Municipal de Rio Pardo de Minas publicou um novo edital de concurso público que visa o preenchimento de dez vagas efetivas do seu quadro de pessoal, sob regime estatutário. 

Candidatos que têm o ensino fundamental completo poderão disputar as funções de auxiliar de serviços gerais (3 vagas), vigia (1) e motorista categoria “B” (1), cujos respectivos salários iniciais são de R$ 954, R$ 1.162,80 e R$ 1.433,94. 

Para ensino médio e/ou curso técnico, as chances são para os cargos de agente social (1), auxiliar administrativo (2), assistente legislativo (1) e técnico em informática (1). A remuneração para os dois primeiros postos é de R$ 1.162,80 e para os dois últimos é de R$ 1.433,94. 

As inscrições serão recebidas entre os dias 29 de novembro e 27 de dezembro, por meio do endereço eletrônico www.cotec.fadenor.com.br. Será cobrada uma taxa de participação, no valor único de R$ 55.

Prova do concurso da Câmara de Rio Pardo de Minas

O certame será constituído de uma única etapa: prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório. Ela contemplará 50 questões do tipo múltipla escolha que versarão sobre as disciplinas de língua portuguesa, matemática, informática básica e/ou conhecimentos específicos. Confira na tabela abaixo a distribuição de questões por disciplina para os cargos: 

Com três horas de duração, a avaliação será aplicada na cidade de Rio Pardo de Minas/MG na data prevista de 3 de fevereiro de 2019. O endereço do local em que o candidato fará sua prova constará no cartão de inscrição, que será divulgado na internet, a partir do dia 28 de janeiro de 2019. 

Atribuições de alguns cargos da Câmara de Rio Pardo de Minas

Agente social - coordenar o balcão cidadão cujo objetivo é assegurar os direitos constitucionais do cidadão, atendendo de forma simplificada, prestando todas as formas de esclarecimentos, orientações e encaminhamentos; fornecer ao cidadão as orientações para os encaminhamentos aos órgãos competentes, sejam eles municipais, estaduais ou federais, analisando fatos e documentos como recadastramento de CPF, processos de aposentadoria, requerimentos para legitimação de imóveis urbanos; receber, controlar e protocolar documentos e processos, encaminhando-os aos setores competentes; receber, fazer e controlar ligações telefônicas; e executar outras tarefas.

Auxiliar administrativo - executar serviços manuscriturados e datilográficos de maior importância; executar serviços de apoio aos vereadores em especial a atualização da agenda de atividades legislativas dos vereadores e de eventos no município; redigir, digitar, receber, controlar e protocolar correspondências; atender ao público para orientações e informações diversas; executar tarefas inerentes à sua formação ou área de conhecimento notadamente aquelas relativas à: contabilidade e finanças, jurídica, administrativa; registrar proposições e atos normativos em livros próprios do Legislativo; receber, fazer e controlar ligações telefônicas; proceder a coleta de dados, consultando arquivos, fichários, processos e outros; preencher formulários, mapas, demonstrativos, boletins diversos, guias de recolhimento, fichas de acompanhamento e controle e outros necessários à operação das áreas estruturais da Câmara; protocolar documentos e processos, encaminhando-os aos setores competentes; auxiliar na transcrição de lançamentos em livros fiscais, registrando os comprovantes de transações comerciais; participar de levantamentos para a determinação do estoque de materiais do setor de trabalho; participar do controle de requisições e recebimentos do material de consumo do setor de trabalho; participar de reuniões e grupos de trabalho; entre outras.

Assistente legislativo - orientar e revisar trabalhos executados por servidores da classe imediatamente inferior; executar serviços de apoio aos vereadores, prestar serviços de atendimento, inclusive na central telefônica, atendendo com urbanidade os visitantes e chamados à câmara municipal; realizar serviços referentes à circulação de quaisquer documentos e à entrega de jornais e impressos, por determinação superior; distribuir processos e expedientes internos, observando os despachos de encaminhamento; fazer entrega, mediante protocolo, da correspondência oficial expedida pelo Poder Legislativo, endereçada a qualquer ponto do país; distribuir aos parlamentares, impressos e outros avulsos relacionados às reuniões; elaborar atas das reuniões das sessões ordinárias, extraordinárias, solenes, itinerantes e audiências públicas; e realizar outras tarefas pertinentes ao cargo, ou que lhe sejam cometidas pelo superior hierárquico.
 

Comentários

Mais Lidas