Saúde

Concurso em Porto Alegre/RS seleciona para 10 ofertas

Todas as vagas do concurso do Instituto Municipal de Saúde de Estratégia de Saúde da Família (IMESF) de Porto Alegre são para o cargo de médico

0,00(0.0%)0 voto(s)

Patricia Lavezzo
Publicado em 21/02/2018, às 11h47

No Rio Grande do Sul, o Instituto Municipal de Saúde de Estratégia de Saúde da Família (IMESF) de Porto Alegre está com inscrições abertas de concurso para preenchimento de 10 vagas para o cargo de médico. Haverá, ainda, formação de cadastro reserva para eventuais oportunidades. 
Para ingressar na carreira é necessário possuir nível superior em medicina e registro no órgão de classe. O salário inicial é de R$ 10.528,52 para carga horária semanal de 40 horas. 
Interessados deverão se inscrever até o dia 15 de março, por meio do endereço eletrônico www.fundatec.org.br. O valor da taxa de participação é de R$ 130. 
O concurso do IMESF de Porto Alegre/RS será constituído de duas etapas: prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, e análise de títulos, apenas classificatório. 
A prova objetiva será aplicada na cidade de Porto Alegre/RS no dia 15 de abril. Ela será composta por 50 questões de múltipla escolha, sendo 10 de língua portuguesa, 10 de legislação e 30 de conhecimentos específicos. 

Atribuições do médico do IMESF de Porto Alegre/RS


Realizar assistência integral (promoção e proteção da saúde, prevenção de agravos, diagnóstico, tratamento, reabilitação e manutenção da saúde aos indivíduos e às famílias em todas as fases do desenvolvimento humanoinfância, adolescência, idade adulta e terceira idade; realizar consultas clínicas e procedimentos na USF e, quando indicado ou necessário, no domicílio ou nos demais espaços comunitários (escolas, associações, etc.), conforme as normas técnicas definidas; realizar atividades de atendimento à demanda espontânea e programada dos problemas mais frequentes de saúde que acometem as pessoas, independentemente de sexo, idade, órgão ou sistema, pequenas urgências clínico-cirúrgicas e procedimentos; encaminhar, quando necessário, usuários a serviços de média e alta complexidades, respeitando fluxos de referência e contra referência locais, mantendo sua responsabilidade pelo acompanhamento do plano terapêutico do usuário, proposto pela referência; entre outras. 

Comentários

Mais Lidas