Educação infantil

Concurso SME RJ para professor republica resultado da prova objetiva

Concurso SME RJ (Secretaria Municipal de Educação) da Prefeitura do Rio de Janeiro (RJ) 2019 preencherá 1.652 vagas de professor, com escolaridade a partir de nível médio

0,00(0.0%)0 voto(s)

Samuel Peressin
Publicado em 14/05/2019, às 09h53

Chances no concurso SME RJ são para lecionar em turmas de educação infantil
Divulgação

Foi republicado nesta terça-feira (14) o resultado parcial da prova objetiva do concurso SME RJ 2019 (Secretaria Municipal de Educação), órgão vinculado à Prefeitura do Rio de Janeiro, para 1.652 vagas de professor adjunto de educação infantil. 

O exame objetivo, bem como a avaliação discursiva, ocorreu em 17 de março. As notas do teste escrito foram divulgadas em 30 de abril. A seleção inclui, ainda, análise de títulos de formação acadêmica e experiência profissional, com entrega dos documentos comprobatórios nos dias 30 e 31 de maio e 3, 4 e 5 de junho. 

Carreira

O cargo é destinado a docentes com escolaridade a partir de nível médio (curso modalidade normal) e tem jornada de trabalho semanal de 40 horas.

A remuneração inicial é de R$ 2.797,57, já considerando o salário-base (R$ 2.455,35), o auxílio-transporte (R$ 173,80) e o bônus cultura (R$ 168,42).

• APOSTILA PROFESSOR ADJUNTO INFANTIL
• CURSO PROFESSOR ADJUNTO INFANTIL

Os contratados no concurso SME RJ atuarão em escolas localizadas em uma das 11 Coordenadorias Regionais (CREs), conforme detalhado no quadro abaixo. 

Inscrições

Com taxa de R$ 80, as inscrições foram recebidas até 22 de fevereiro, por meio do site www.rio.rj.gov.br/web/portaldeconcurso. A seleção registrou 38.449 inscritos.

O concurso SME RJ terá validade de dois anos e possibilidade de prorrogação por mais dois, a critério da Prefeitura de Rio de Janeiro, conforme prevê o edital.  

O que faz o professor adjunto infantil

Os aprovados no concurso SME RJ são responsáveis por:

  • Garantir a execução das rotinas diárias das turmas, em conformidade ao planejamento e as orientações do Professor Titular e/ou equipe gestora;
  • Participar sistematicamente da execução de atividades que constituem cuidados essenciais referentes à alimentação, higiene pessoal, no ensino, cultura, recreação e lazer dos alunos;
  • Observar, no implemento de suas atividades, regras de segurança que devem ser asseguradas no atendimento às crianças e na utilização de materiais, equipamentos e instrumentos durante a execução das rotinas diárias;
  • Cumprir as orientações emanadas do Professor Titular da turma, da equipe de direção da Unidade Escolar e dos demais Órgãos da SME RJ.
  • Executar as rotinas diárias da turma, inclusive em situações de ausência circunstancial do Professor Titular e nos períodos de atividade extraclasse do Titular;
  • Colaborar com o Professor Titular e/ou equipe gestora na construção coletiva do projeto políticopedagógico;  
  • Atender diretamente às crianças em suas necessidades individuais de alimentação, repouso, higiene, asseio e cuidados especiais decorrentes de prescrições médicas;
  • Contribuir com o Professor Titular e/ou equipe gestora, quanto à construção do planejamento das atividades pedagógicas e quanto à avaliação do desenvolvimento global dos alunos;
  • Assessorar o Professor Titular e/ou equipe gestora no registro diário do comportamento e desenvolvimento dos alunos;
  • Colaborar e participar de atividades que envolvam a comunidade escolar, sob a orientação da equipe gestora e/ou Titular;
  • Participar, juntamente ao Professor Titular e/ou equipe gestora, das reuniões com os pais e responsáveis;
  • Disponibilizar os materiais pedagógicos a serem utilizados nas atividades, em conformidade com as orientações do Professor Titular e/ou equipe gestora;
  • Acompanhar os alunos em atividades sociais e culturais programadas pela unidade escolar, sob a orientação do Professor Titular e/ou equipe gestora.

O que caiu nas provas

Mais detalhes do conteúdo programático do concurso SME RJ:

  • Língua portuguesa - artigo, dos pronomes e numerais. 2.3 Valor substantivo, adjetivo e adverbial dos vocábulos portugueses. 2.4 Emprego de preposições e conjunções que conferem coesão e coerência ao texto escrito. 3. Relações de sentido entre segmentos do texto. 4. Variação linguística e adequação no uso da língua às situações de comunicação. 5. Ortografia. 5.1 Emprego de letras. 5.2 Acentuação gráfica (conforme o atual Acordo Ortográfico). 6. Flexão verbal – valor semântico de tempos e modos. 6.1 Correlação entre tempos verbais. 6.2. Concordância verbal. 7. Concordância nominal. 8. Regência nominal e verbal – o fenômeno da crase. 9. Uso e função dos sinais de pontuação. REFERÊNCIAS: AZEREDO, José Carlos. Gramática Houaiss da Língua Portuguesa. 2 ed. São Paulo: Publifolha, 2014. 5 reimp. Da 3 ed. de 2010. BECHARA, Evanildo. Moderna Gramática Portuguesa (atualizada pelo Novo Acordo Ortográfico). Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2009. CUNHA, Celso e Lindley Cintra, L. F. Nova Gramática do Português Contemporâneo. 7 ed. Rio de Janeiro: Lexikon, 2017. FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda. Dicionário Aurélio da Língua Portuguesa. 5 ed. Curitiba: Positivo, 2010. 
  • Matemática - 1. Números reais: Resolução de problemas envolvendo as operações de adição, subtração, multiplicação e divisão. 2. Divisibilidade: Múltiplos e Divisores. 3. Proporcionalidade: Regra de três simples e porcentagem. 4.Multiplicativo. 6. Volumes dos principais sólidos geométricos. 7. Conservação, redução ou ampliação de perímetros e áreas das principais figuras planas usando malhas quadriculadas. Cálculo de áreas e perímetros. 8. Relacionar figuras tridimensionais com suas respectivas planificações. 9. Reconhecer arestas, vértices e faces de um sólido geométrico. REFERÊNCIAS: SILVEIRA E. & Marques C. Compreensão e Prática - Editora Moderna - 4ª ed. 2017. DANTE, Luiz Roberto, Projeto Ápis - Matemática - 3ª ed. 2018. DANTE, Luiz Roberto – Didática da Resolução de Problemas d e Matemática – 1 2ª e dição – Editora Ática – 2000. NETO, Ernesto Rosa – Didática Matemática – 11ª edição - Editor Ática.
  • Legislação - BRASIL. Ministério da Ed. e Cultura. Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei nº 9394, Brasília, 1996. _______. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, capítulo III, seção I, 1988. _______. Emenda constitucional nº 59 de 11 de novembro de 2009. _______. Estatuto da Criança e do Adolescente – ECA (Lei nº 8.069), Brasília 1990. _______. Ministério da Educação. Secretaria de Ed. Básica. Diretrizes curriculares nacionais para a Ed. Infantil / Secretaria de Ed. Básica. – Brasília : MEC, SEB, 2010. ________. Lei nº 13.005 de 25 de junho de 2014. Plano Nacional de Educação. Meta 1 e respectivas estratégias - Brasília, 2014. ________. Ministério da Educação. Secretaria de Ed. Básica. Base Nacional Comum Curricular/Secretaria de Ed. Básica. – Brasília : MEC, SEB. RIO DE JANEIRO. Lei nº 6.362 de 28 de maio de 2018, Meta 1 e respectivas estratégias. RIO DE JANEIRO.
  • Conhecimentos específicos - 1. Práticas e concepções de Educação Infantil. 2 . Currículo na Educação Infantil. 3 . Espaço e tempo no cotidiano da Educação Infantil. 4. Observação e registro na Educação Infantil.
     
  • REFERÊNCIAS: HORN, Maria da Graça Souza. Brincar e interagir nos espaços da escola infantil. Porto Alegre: Penso, 2017. OSTETTO, Luciana Esmeralda. Educação infantil: saberes e fazeres da formação de professores. Campinas: Papirus, 2012 ________. Registros na Ed. Infantil. Pesquisa e prática pedagógica. Campinas: Papirus, 2018. RAMOS, Zilma. Educação Infantil: fundamentos e métodos. 7 ed. São Paulo: Cortez, 2011. RIO DE JANEIRO. Orientações Curriculares para a Ed. Infantil. Secretaria Municipal de Ed. do Rio de Janeiro, 2010. _____________. Orientações aos profissionais da Educação Infantil. Secretaria Municipal de Ed. do Rio de Janeiro, 2010. _____________. Planejamento na Ed. Infantil. Secretaria Municipal de Ed. do Rio de Janeiro, 2011. ______________. Orientações para organização da sala na Ed.o Infantil: ambiente para a criança criar, mexer, interagir e aprender. Secretaria Municipal de Ed. do Rio de Janeiro, 2013. ______________. A avaliação na Ed. Infantil. Secretaria Municipal de Ed. do Rio de Janeiro, 2013. ______________. Orientações ao professor de Pré-escola I e II. Secretaria Municipal de Ed. do Rio de Janeiro, 2013. ______________. O fazer das artes plásticas na Educação Infantil. Secretaria Municipal de Ed. do Rio de Janeiro, 2012.

Sobre Prefeitura Rio de Janeiro

O Brasil conta, hoje, com 5.570 prefeituras espalhadas por municípios dos 26 Estados do país, além do Distrito Federal. Os municípios são uma circunscrição territorial dotada de personalidade jurídica e com certa autonomia administrativa, sendo as menores unidades autônomas da Federação. Uma prefeitura é a sede do poder executivo do município (semelhante à câmara municipal, em Portugal). Esta é comandada por um prefeito (nas cidades brasileiras e por um presidente de câmara nos municípios portugueses) e dividida em secretarias de governo, como educação, saúde ou meio ambiente. O termo prefeitura também pode designar o prédio onde está instalada a sede do governo municipal, também chamado de paço municipal onde geralmente se localiza o gabinete do prefeito. A instituição da prefeitura de seu encarregado maior, o "prefeito", é algo relativamente novo na história do Brasil. O poder hoje exercido pela prefeitura foi anteriormente exercido pela câmara municipal, pelo conselho de intendência e pela intendência municipal. As prefeituras são órgãos independentes, que não precisam de autorização por parte das administrações federal ou estaduais para realizarem seus concursos públicos, seja para preenchimento na própria sede ou em secretarias vinculadas à ela.

Comentários

Mais Lidas