Em pauta

Concurso Seds SP: órgão busca aval para preencher 195 vagas

Um novo concurso Seds SP (Secretaria de Desenvolvimento do Estado de São Paulo) ainda depende de autorização, com expectativa de vagas de nível superior, com iniciais até R$ 2,8 mil

Fernando Cezar Alves | fernando@jcconcursos.com.br
Publicado em 14/10/2019, às 11h01 - Atualizado às 14h48

Concurso Seds SP - Sede da Seds SP
Google Maps

Um novo concurso Seds SP (Secretaria de Desenvolvimento do Estado de São Paulo) está em discussão e pode ser realizado em breve. Acontece que o órgão encaminhou para a Secretaria da Fazenda (Sefaz SP) um estudo para análise das possibilidades para preenchimento de 195 vagas em seu quadro de pessoal, sendo 81 por meio de realização de novo concurso público e 114 para convocação de remanescentes de concursos em validade. Vale ressaltar que o processo não significa necessariamente que a seleção será realizada, uma vez que ainda depende de parecer positivo por parte da própria Sefaz SP, tendo em vista as condições financeiras e orçamentárias para a contratação dos servidores, bem como posterior autorização oficial por parte do governador João Doria que, desde sua posse, em janeiro, autorizou apenas dois grandes concursos, apenas para cargos da área de segurança pública. 

Das oportunidades solicitadas para um novo edital, 65 são para o cargo de agente de desenvolvimento social e 16 para especialista em desenvolvimento social, ambos com exigência de formação de nível superior para ingresso, de acordo com a lei complementar 854, de 1998, que cria as carreiras. Além disso, também é necessário possuir pós-graduação ou especialização na área de assistência social ou experiência em atividade específica na área de, no mínimo, dois anos para a classe de agente de desenvolvimento e quatro para especialista.

Além disso, o pedido que tramita na Sefaz SP também prevê o preenchimento de 114 vagas por meio convocação de remanescentes de concursos públicos em validade, sendo 100 para o cargo de oficial administrativo e 14 para a carreira de executivo público.

No caso de agentes em desenvolvimento social, a remuneração inicial é de R$ 2.161,97, enquanto para especialista é de R$ 2.891, ambos com jornada de trabalho de 40 horas semanais.

As duas carreiras contam com um plano de carros e salários, com quatro níveis cada. No caso, de agente, os valores posteriores, dos níveis II a V, são os seguintes: R$ 2.285,90, R$ 2.419,14, R$ 2.562,36 e R$ 2.716,31. No caso de especialista, R$ 3.069,62, R$ 3.261,63, R$ 3.468,04 e R$ 3.689,93.

Concurso Seds SP – Saiba mais sobre as atribuições dos cargos

No concurso Seds SP, no caso de agente, as atribuições do cargo correspondem a elaboração, avaliação e acompanhamento de programas voltados para a assistência social; orientação, na área de assistencial social, a municípios, bem como a entidades e organizações que atuam nessa área, orientação à comunidade na criação e gestão de atividades sociais, análise e acompanhamento de processos e emissão de pareceres técnicos

Para os especialistas: desenvolvimento de estudos, visando ao conhecimento e à avaliação da realidade social da população de São Paulo; planejamento, avaliação e acompanhamento de programas voltados para a área de assistência social; desenvolvimento e elaboração de instrumentos a serem utilizados para a execução de programas na área de assistência social, junto a municípios e entidades e organizações que atuem nessa área, bem como orientação quanto a esses programas; planejamento tecnológico e metodológico visando ao desenvolvimento de sistemas de tratamento de informações, análise de documentos e acompanhamento de processos e emissão de pareceres técnicos

Concurso Seds SP – Saiba como foi a última seleção

O último concurso Seds SP foi realizado em 2006, quando foram oferecidas 210 vagas, sendo 170 para o cargo de agente de desenvolvimento social e 40 para especialista em desenvolvimento social, que também estão sendo solicitados para a próxima seleção.

As oportunidades de agente foram para formados nas áreas de serviço social, ciências sociais, sociologia, pedagogia ou psicologia. Para os especialistas, formação em serviço social, ciências sociais, sociologia, psicologia, economia, direito, administração ou administração pública, além de experiência mínima de dois anos de atividade específica na área de proteção social.

A organizadora, na ocasião, foi a Fundação Vunesp, e a seleção foi composta de 60 questões, sendo dez de língua portuguesa, dez de atualidades e 40 de conhecimentos específicos.

Concurso Seds SP - Veja dicas de preparação emocional

 

concursosconcursos 2020concursos sp (são paulo)provas anteriores

Comentários

Mais Lidas