Governador diz que Concurso Sefaz AL 2019 sai este mês

Seleção do novo concurso 2019 da Secretaria da Fazenda de Alagoas (Sefaz AL) deverá contar com 80 oportunidades para as carreiras de auditor fiscal e auditor de finanças e controle

JC Concursos - Fernando Cezar Alves - Informe o Erro
Publicado: 05/02/2019 - 11:23 | Atualizado: 18/02/2019 - 16:11

O governador do Alagoras, Renan Filho, disse, na última segunda-feira, 4 de fevereiro, durante entrevista coletiva na Delegacia de Homicídios, no bairro de Bebedouro, em Maceió, que o edital do novo concurso público que será realizado pela Secretaria da Fazenda do Alagoas (Sefaz/AL) deve ser publicado ainda neste mês de fevereiro. "Sefaz está tudo pronto. O secretário da fazenda, inclusive, está demandando uma agenda minha para esta semana, para uma transmissão ao vivo e publicar o edital ainda em fevereiro", disse. Porém, para que isto se concretize ainda é necessário escolher a banca organizadora, que deve ser anunciada em breve. A seleção contará com uma oferta de 80 oportunidades, sendo 45 para o cargo de auditor fiscal da receita estadual e 35 para auditor de finanças e controle de arrecadação. Para as duas carreiras é necessário possuir formação de nível superior para o ingresso, com iniciais de R$ 11,5 mil para auditor fiscal e R$ 8 mil para auditor de finanças.  

Seleção Anterior

A última seleção para o cargo de fiscal ocorreu em 2002, quando também foram oferecidas oportunidades para os cargos de agente controlador de arrecadação e técnico de finanças, todos com exigência de  nível superior.
  • CURSO CONCURSO SEFAZ AL 2018 - AUDITOR


A organizadora, na ocasião, foi o Cespe/UnB  e para os três cargos a prova objetiva foi composta de 40 questões, sendo 20 de conhecimentos gerais e 20 de conhecimentos específicos.
No caso de fiscal de tributos, a parte de conhecimentos gerais incluiu temas de língua portuguesa, matemática financeira e estatística básica, direito, conhecimentos de informática, economia e finanças públicas e ética no serviço público. Já em conhecimentos específicos, contabilidade geral, legislação tributária estadual e direito tributário.

Para agente controlador de arrecadação, em conhecimentos básicos, os temas foram sobre língua portuguesa, matemática financeira e estatística básica, noções de direito, noções de finanças públicas, ética no serviço público e contabilidade geral. Em conhecimentos específicos, noções de legislação tributária estadual, noções de direito tributário e tecnologia da informação.

Por fim, para técnico de finanças, em conhecimentos gerais: língua portuguesa, matemática financeira e estatística, noções de legislação tributária estadual e de direito, conhecimentos em informática e ética no serviço público. Em conhecimentos específicos: contabilidade e auditoria e economia, gestão e finanças públicas.

Regulamentação dos Concursos

E importante ressaltar que, em 31 de dezembro de 2016, Renan Filho promulgou a lei ordinária 7.858, que estabelece normas gerais para a realização de concursos públicos no estado.

A nova lei determina os pontos indispensáveis que deverão constar nos editais dos novos concursos, no sentido de garantir a lisura no processo de realização dos certames.    

Entre os diversos pontos estipulados, a lei determina que o prazo de inscrições dos concursos realizados pelo estado deverá ser de, no mínimo, 30 dias, contando da data de publicação do edital de abertura de inscrições.  Veta a realização de concursos para cargos cuja necessidade de pessoal seja menor que 5% do total do quadro, bem como a realização de concursos somente para formar cadastro reserva de pessoal.

Também garante reserva de 20% das vagas para candidatos portadores de deficiências e  a isenção para quem estiver desempregado há mais de um ano, comprovar estar inscrito em programas de assistência social dos governos federal, estadual ou municipal  ou comprovar doação de sangue nos últimos seis meses


Vídeos SEFAZ

Como estudar para concursos


Notícias SEFAZ

Concursos Relacionados

Mais Lidas

Mais Recentes

Shopping