Níveis médio e superior

Concurso Detran DF em pauta para 400 vagas

A realização do novo concurso Detran DF (Departamento de Trânsito do Distrito Federal) já conta com previsão orçamentária, visando ao preenchimento de 400 vagas. Distribuição da oferta pelas carreiras já está definida

Fernando Cezar Alves
Publicado em 30/01/2019, às 12h20 - Atualizado em 24/06/2019, às 17h32

Concurso Detran DF - foto de agente trabalhando
Divulgação

concurso Detran DF (Departamento de Trânsito do Distrito Federal) pretende realizar um novo processo de seleção ainda no decorrer de 2019. A seleção já conta com previsão orçamentária para o preenchimento de nada menos do que 400 vagas, destinadas para cargos com exigência de níveis médio e superior. Agora, a confirmação do concurso depende  de autorização oficial por parte do governador Ibaneis Rocha.

Do total de postos, 160 são para o cargo de agente de trânsito, dez para especialista de trânsito, 40 para analista administrativo de trânsito, 140 para técnico de trânsito e 50 para assistente de trânsito. Mais detalhes sobre exigências e remunerações ainda deverão ser confirmados.

Último concurso Detran DF

O último concurso Detran DF ocorreu em 2010, quando foram oferecidas dez vagas para o cargo de assistente de trânsito. Para concorrer, foi necessário possuir nível superior, com remuneração inicial, na época, de R$ 4.225,94. A banca foi o Instituto Quadrix

A seleção contou com provas objetivas, discursivas e análise de títulos e de experiência profissional. A parte objetiva contou com 80 questões, sendo 50 de conhecimentos básicos e 30 de conhecimentos específicos. Em conhecimentos gerais foram abordados temas de língua portuguesa, redação oficial, informática, direito constitucional, direito administrativo e lei orgânica do Distrito Federal. Em conhecimentos específicos, regimento interno do Detran/DF e legislação de trânsito.

Antes disso, em 2008, o concurso Detran DF ofereceu 125 vagas, sendo 100 para a carreira de auxiliar, atual técnico, e 25 para analista. Para auxiliar foi exigido apenas ensino médio, enquanto para analistas, as oportunidades foi para nível superior nas áreas de analista de sistemas, assistente social, comunicação social, direito e legislação, engenheiro civil, engenheiro eletricista, estatístico, médico do trabalho, médico neurologista, médico oftalmologista, médico ortopedista, médico psiquiatra, pedagogo e psicólogo. A banca foi o Cespe/UnB.

Para auxiliar, a prova contou com 50 itens de conhecimentos básicos e 70 de conhecimentos específicos. Para analista na área de direito e legislação, 50 de conhecimentos básicos e 70 de conhecimentos específicos, além de prova discursiva e títulos. Para os demais analistas, 50 de conhecimentos básicos, 20 de conhecimentos complementares e 50 de conhecimentos específicos, além de prova discursiva e títulos.
Para auxiliar, a parte de conhecimentos gerais contou com temas de língua portuguesa,  redação oficial e raciocínio lógico. 

Para nível superior, em conhecimentos gerais foram cobrados temas de língua portuguesa e redação oficial. 

Para analista na  especialidade direito e legislação, como conhecimentos complementares foram cobrados temas de direito constitucional, direito administrativo, lei orgânica do Distrito Federal e regulamento interno do Detran/DF 

Prova anterior Detran DF 2019

Para auxiliar nos estudos, o JC Concursos liberou provas do DETRAN, além dos gabaritos para consulta das questões aplicadas. Avalie se a organizadora será a mesma para o novo concurso Detran DF.

Comentários

Mais Lidas