Preparação!

Enem 2019: o que pode levar e o que é proibido no segundo dia de prova?

Para o Enem 2019, canetas devem ser pretas e de tubo transparente. Objetos eletrônicos, como celular, precisam ser desligados e guardados em envelope lacrado

5,00(100.0%)1 voto(s)

Douglas Terenciano | douglas@jcconcursos.com.br
Publicado em 09/11/2019, às 14h00

Enem 2019
Divulgação

A segunda etapa de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem 2019) será aplicada no próximo domingo, dia 10, em todo o Brasil. Dessa vez o conteúdo está relacionado a ciências da natureza e matemática. Confira, a seguir, o que é permitido e proibido para o Enem.

Vale destacar que antes de entrar na sala de prova, cada candidato receberá um envelope porta-objetos para guardar itens pessoais, que deve ficar guardado embaixo da carteira, com eletrônicos desligados. É importante salientar que qualquer som emitido, incluindo alarmes de relógios, eliminará automaticamente o candidato do Enem 2019.

Enem 2019: O que é obrigatório levar para a prova

  • Caneta esferográfica de tinta preta e fabricada em material transparente;
  • Documento oficial de identificação, original e com foto.

Enem 2019: O que é aconselhável levar para a prova

  • Cartão de Confirmação de Inscrição;
  • Declaração de Comparecimento impressa (caso precise do documento).

Enem 2019: O que é proibido levar para a prova

  • Borracha;
  • Corretivo;
  • Chave com alarme;
  • Artigo de chapelaria;
  • Impressos e anotações;
  • Lápis;
  • Lapiseira;
  • Livros;
  • Manuais;
  • Régua;
  • Óculos escuros;
  • Caneta de material não transparente;
  • Dispositivos eletrônicos (telefones celulares, smartphones, tablets, iPods, gravadores, pen drive, mp3, relógio, alarmes, wearable tech, calculadoras, agendas eletrônicas);
  • Fones de ouvido ou qualquer transmissor, gravador ou receptor de dados imagens, vídeos e mensagens.

+++ Confira mais dicas e muitas outras informações úteis sobre o Exame Nacional do Ensino Médio na página específica do Enem 2019.

Sobre ENEM - Exame Nacional do Ensino Médio

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foi criado para avaliar o desempenho escolar e acadêmico ao final do ensino médio. Os resultados podem: possibilitar a constituição de parâmetros para a autoavaliação do participante, visando a continuidade de sua formação e a sua inserção no mercado de trabalho; permitir a criação de referência nacional para o aperfeiçoamento dos currículos do ensino médio; ser usados como mecanismo único, alternativo ou complementar para acesso do à educação superior, especialmente, a ofertada pelas instituições federais de educação superior; permitir o acesso do participante a programas governamentais de financiamento ou apoio ao estudante da educação superior; ser utilizados como instrumento de seleção para ingresso nos diferentes setores do mundo do trabalho; e viabilizar o desenvolvimento de estudos e indicadores sobre a educação brasileira.

enem

Comentários

Mais Lidas