Concurso Polícia Civil RJ: Witzel anuncia 1.000 vagas

Ao todo a PC RJ (Polícia Civil do Rio de Janeiro) vai oportunidades para os cargos de delegado, agente e perito. Oportunidades serão para quem possui nível superior, com iniciais de até R$ 18,1 mil

JC Concursos - Fernando Cezar Alves - Informe o Erro
Publicado: 31/01/2019 - 11:27 | Atualizado: 04/02/2019 - 14:38

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, anunciou, na última quarta-feira, 30 de janeiro, que autorizará a realização de novo concurso público para a  PC RJ (Polícia Civil do Rio de Janeiro), para o preenchimento de nada menos do que 1.000 vagas. A seleção foi confirmada durante evento para assinatura do termo de convocação de 81 oficiais de cartório.

De acordo com o Secretário da Polícia Civil, Marcus Vinicius, as oportunidades serão para os cargos de delegados, agentes e peritos. A distribuição das vagas por cargos  ainda será confirmada. Nos três casos, para concorrer será necessário possuir formação de nível superior.  A remuneração inicial do perito é de R$ 8.469,34,  enquanto para delegado é de R$ 18.157,73, já considerando auxílio-alimentação de R$ 264. "O governador já autorizou. A comissão já se reuniu ontem e já deu início aos estudos para a elaboração do edital", disse o secretário. 

O órgão já contava com concurso autorizado, desde 27 de junho de 2018, para o preenchimento de 96 vagas, sendo seis para auxiliar de necropsia, quatro de técnico de necropsia, 20 para perito legista, 50 para inspetor e 16 para delegado. Agora, deverá ser confirmado se a quantidade de vagas para os cargos anunciados será mantida.

• CURSO DELEGADO

Vale lembrar que, embora a autorização fosse para o preenchimento de 16 vagas, a oferta ainda pode sofrer alteração, tendo em vista que o estado se encontra sob ação de medida protetiva. Com isto, somente pode realizar concursos públicos para suprir necessidades surgidas em casos de aposentadorias, mortes ou exonerações a partir de setembro, quando o estado entrou no regime de recuperação.  

De acordo com o secretário da casa civil, José Luis Zamith, o estudo para o novo concurso agora deverá ser enviado para o Conselho de Regime de Recuperação Fiscal, no sentido de comprovar que a contaração dos servidores não acarretará em desequilíbrio financeiro.

Concurso anterior - delegado

A última seleção para delegado ocorreu em 2012, quando foram oferecidas 100 vagas. A banca, na ocasião, foi a Funcab.

O processo de seleção contou com provas objetivas, provas discursivas, avaliação de cunho oral, exame psicotécnico, prova de capacidade física, avaliação médica, investigação social, análise de títulos e curso de formação profissional.

A prova objetiva contou com 100 questões, sendo 20 de direito penal, 20 de direito processual penal, 20 de direito administrativo, 20 de direito constitucional, dez de direito civil e dez de medicina legal. Para direito civil e medicina legal, cada questão valeu dez pontos, enquanto para as demais disciplinas, cada questão valeu cinco.

Para a aprovação foi necessário atingir um mínimo de 50 pontos em cada disciplina, bem como na prova discursiva, que contou com três grupos, aplicados em dias diferentes.

O primeiro contou com quatro questões de direito penal e quatro de direito processual penal. No segundo, quatro de direito administrativo e quatro de direito constitucional.  No terceiro, quatro de medicina legal e quatro de direito civil

Vídeos Polícia Civil

Notícias Polícia Civil

Concursos Relacionados

Mais Lidas

Mais Recentes

Shopping