Publicado: 05/06/2018 - 11:59 | Atualizado: 15/06/2018 - 14:03

TRF 3 SP MS: edital previsto para o segundo semestre

Seleção foi confirmada em abril e deverá contar com oportunidades para quem possui níveis médio e superior, com remunerações iniciais de até R$ 11,8 mil

Técnicos e analistas

Por JCConcursos - Fernando Cezar Alves

O Tribunal Regional Federal da 3ª região (TRF 3ª) que engloba os estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul, pretende divulgar o edital de seu novo concurso público para servidores no decorrer do segundo semestre deste ano. A seleção foi anunciada no final de abril pela coordenadora da Comissão de Acessibilidade e Inclusão do órgão, juíza Luciana Ortiz Tavares Costa Zanoni, durante reunião com a diretoria do Sindicato dos Trabalhadores do Judiciário Federal do Estado de São Paulo (Sintrajud). De acordo com informações obtidas junto ao setor de seleção do órgão, os preparativos ainda serão iniciados, uma vez que o órgão ainda deve constituir a comissão que será responsável pelo certame, o que deve ocorrer em breve.


Na ocasião, a juíza adiantou que o TRF pretende reservar de R$ 6 a R$ 8 milhões do orçamento de 2018 para a realização do novo certame. “Há toda uma estratégia quem tem como prioridade a realização do concurso”, declarou a juíza. Durante a reunião, confirmou que o problema de déficit de pessoal se agravou em decorrência do aumento do número de aposentadorias, provocada pelas preocupações dos servidores com a Reforma da Previdência e com os efeitos da Emenda Constitucional 95/2016, que congelou os orçamentos dos órgãos públicos por 20 anos. “Ainda que façamos economia em outras áreas, não podemos nomear servidores, salvo nos casos autorizados”, lembrou a juíza, mencionando as limitações impostas pela EC 95. “Ficamos de mãos amarradas. Assim como servidores, faltam juízes”, disse.

CURSO PARA O CONCURSO TRF 3ª REGIÃO 2018 - TÉCNICO E ANALISTA JUDICIÁRIO

A intenção é de que os preparativos para a seleção sejam iniciados o quanto antes, uma vez que a validade da última grande seleção, iniciada em 2013, encerrou no último dia 25 de abril. Depois disso, o órgão realizou outro concurso, em 2015, somente para algumas áreas específicas de técnicos e analistas.


Com isto, embora os cargos e vagas do novo certame ainda não estejam confirmadas, a tendência é de que sejam aproximadamente para as mesmas opções do concurso de 2013, para as carreiras de técnico e analista judiciário, destinadas, respectivamente, a quem possui níveis médio e superior. As três principais áreas, que tendem a ser oferecidas na próxima seleção são as de técnico judiciário na área administrativa, que pede apenas ensino médio; analista judiciário na área administrativa, para quem possui formação de nível superior em qualquer área; e analista judiciário na área judiciária, para quem possui formação em direito.
As remunerações iniciais atualmente são de R$ 7.887,24 para os técnicos e R$ 12.374,34 para analistas, já considerando o auxílio-alimentação de R$ 884 por mês.


Além disso, em decorrência da lei 13.317, de 21 de junho de 2016, as duas carreiras contarão com mais dois reajustes, em novembro de 2018 e janeiro de 2019.


Com isto, para técnicos, já com o auxílio-alimentação, os valores passarão a ser de R$ 8.178,65 e R$ 8.475,36. Para analistas, R$ 12.852,49; e R$ 13.339,30.


Último Concurso
No concurso de 2013 foram oferecidas 260 vagas, sendo 125 para analistas e 135 para técnicos. Do total, 195 foram para a região metropolitana de São Paulo, 50 para o interior e 15 para o Mato Grosso do Sul. A banca organizadora, na ocasião, foi a Fundação Carlos Chagas.


No caso de técnicos, a seleção foi para as áreas administrativa, administrativa – segurança e transporte,  telecomunicações e eletricidade, contabilidade, enfermagem, informática e segurança do trabalho.
Para os analistas, áreas judiciária, judiciária oficial de justiça avaliador federal, arquivologia, biblioteconomia, contador, engenharia civil, engenharia mecânica, informática, informática – banco de dados, informática –infraestrutura, medicina – cardiologia, medicina – ortopedia,  medicina – psiquiatria, psicologia do trabalho e serviço social.

Vídeos TRF

Mais Lidas

Mais Recentes

Atualizado: 15/06/2018 - 12:10

Concurso BACEN: enviado novo pedido para 220 vagas

A solicitação de concurso do Banco Central conta com oportunidades para as carreiras de analista e procurador

Até R$ 17,7 mil

Por JCConcursos - Camila Diodato

No dia 30 de maio, foi encaminhado ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG) um novo pedido para a realização do concurso do Bacen (Central do Brasil, também conhecido BC ou BCB). Ao todo, foram solicitadas 220 oportunidades, número bem inferior ao anterior de 990 vagas.

Do total de oportunidades solicitadas pelo Bacen, 200 são para analista e 20 para procurador; desta vez não foi contemplado o cargo de técnico. A solicitação anterior era de 800 postos para analista, 150 para técnico e 40 para procurador.

É grande a expectativa para seja realizado em breve o concurso do Banco Central devido à sua grande defasagem de pessoal. No momento, existem mais de 2.000 postos vagos, sem contar com as futuras aposentadorias, ou seja, cerca de 36% do quadro de pessoal do Bacen não está preenchido. O déficit total é de 2.356 servidores, sendo 1.944 analistas, 289 técnicos e 123 procuradores - vale ressaltar que o número pode sofrer alterações a qualquer momento.

Em entrevista anterior ao JC, o presidente do Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central (Sinal), Dario Piffer, chegou a comentar que o BC não consegue atender a toda demanda e que “essa situação traz problemas de toda a ordem, sendo uma das áreas mais prejudicadas a da fiscalização; por conta disso, o Banco Central prioriza somente as demandas consideradas mais importantes".

 

Sobre os cargos do concurso do Bacen

 

A função de técnico, não contemplada mais no pedido, se destina aos profissionais que concluíram o ensino médio e oferece salário inicial de R$ 6.463,44.

Já os postos de analista de procurador aceitam candidatos com formação superior em diversas áreas de atuação - neste caso, os vencimentos correspondem a R$ 16.286,90 e a R$ 17.788,33, respectivamente.

Vale ressaltar que as remunerações já incluem o valor do benefício-alimentação, que equivale a R$ 458 mensais.

APOSTILAS BANCO CENTRAL - TÉCNICO DE SUPORTE ADMINISTRATIVO

CURSO ONLINE BANCO CENTRAL - PROCURADOR

 

Último concurso para técnico e analista do Bacen

 

Em 2013, o Banco Central promoveu seleção com 500 vagas destinadas aos cargos de técnico e analista. Na ocasião, a banca organizadora foi o Cespe/UnB e a remuneração inicial oscilou entre R$ 5.158,23 e R$ 14.289,24.

A carreira de técnico apresentou 100 oportunidades e estava dividida entre as áreas de suporte técnico-administrativo e segurança institucional. Para concorrer a este emprego o candidato precisou ter ensino médio completo.

Destinado a profissionais de nível superior, o cargo de analista (400) estava distribuído em seis áreas de conhecimentos: análise e desenvolvimento de sistemas, suporte à infraestrutura de tecnologia da informação, política econômica e monetária, contabilidade e finanças, infraestrutura e logística, e gestão e análise processual.

O processo seletivo constou de prova objetiva, teste discursivo e análise de títulos – este último apenas para analista. Depois, houve um programa de capacitação para os candidatos aprovados.

Para este concurso, os profissionais foram lotados em Brasília (DF), Belém (PA), São Paulo (SP), Salvador (BA) e Porto Alegre (RS).

 

Seleção anterior para procurador do Bacen

 

O Banco Central publicou em agosto de 2013 um edital com 15 oportunidades para a função de procurador. Do total de ofertas, 14 foram para Brasília e uma para Belém.

Também sob a organização do Cespe/UnB, o processo seletivo avaliou os concursandos por meio de teste objetivo, inscrição definitiva, provas discursivas, exame oral e análise de títulos.

Continuar lendo

Atualizado: 14/06/2018 - 14:58

Aberto concurso para 17 vagas em Pinhalzinho SP

Com inscrições a partir desta sexta-feira (15), concurso da Prefeitura de Pinhalzinho reúne 11 cargos. Salários alcançam R$ 3,1 mil

Todos os níveis

Por JCConcursos - Samuel Peressin

Com cerca de 15 mil habitantes, a cidade paulista de Pinhalzinho divulgou edital de concurso para preencher 17 vagas e formar cadastro reserva no quadro de servidores da prefeitura.

 

Quem possui ensino fundamental incompleto pode disputar as carreiras de servidor braçal (4 postos e salário de R$ 1.014,11) e coveiro (1 - R$ 1.129,47). 

 

Podem concorrer aos cargos de operador de máquina (1 - R$ 1.698,93), motorista (3 - R$ 1.462,61) e tratorista (1 - R$ 1.462,61) candidatos com diploma de nível fundamental.

 

Os empregos de secretário de escola (1 - R$ 1.027,57) e atendente (1 - R$ 1.014,11) requerem ensino médio.

 

Foram abertas vagas de nível superior para técnico de gestão do Sistema Único da Assistência Social - SUAS (1 - R$ 1.698,93), médico (2 - R$ 3.177,67), cardiologista (1 - R$ 3.177,67) e pediatra (1 - R$ 3.177,67).

 

 

Inscrições e provas do concurso da Prefeitura de Pinhalzinho 2018

 

 

O processo seletivo é organizado pela Dédalus Concursos. A banca recebe inscrições entre 15 de junho e 23 de julho, pelo site www.dedalusconcursos.com.br. É necessário pagar taxa de R$ 9,06 (ensino fundamental) ou R$ 9,07 (médio e superior).

 

Os candidatos serão avaliados por meio de provas objetiva (todas as vagas), em 19 de agosto, e prática (motorista, operador de máquina e tratorista), no dia 29 do mesmo mês.

 

O conteúdo programático inclui língua portuguesa e conhecimentos gerais e específicos para todas as funções, além de matemática apenas para cargos de níveis médio e superior.

 

A validade do concurso da Prefeitura de Pinhalzinho será de dois anos, com possibilidade de prorrogação por mais dois, a critério do governo municipal, de acordo com o edital.

 

 

Atribuições do servidor braçal no concurso da Prefeitura de Pinhalzinho 2018

 

 

Acondiciona, transporta, carga e descarga de volumes e materiais; abre e dá manutenção de valas, picadas, aceiros e construção de cercas; remove detritos; desobstrui galerias; realiza serviços de capina e roçada manuais; poda árvores, corta árvores em experimentos de campo, acompanhamento e auxílio a usuários em trabalhos de campo; realiza tarefas que exijam esforço físico acentuado e o uso de ferramentas (alavanca. Alfanje, ancinho, carrinho de mão, cavadeira, enxada, enxadão, enxó, facão, foice, forcado, formão, gabarito de coveta, machadinha, machado, martelo, pá, penado, picareta, podão, rastelo, serrote, serrote de poda, tesoura de poda manual, trado e outras ferramentas). Outras atividades inerentes ao cargo.

 

 

Concurso Prefeitura Pinhalzinho: atribuições do secretário de escola

 

 

Verificar a regularidade da documentação referente à matrícula e transferência de alunos, providenciar o levantamento e encaminhamento aos órgãos competentes de dados e informações educacionais; preparar a escala de férias dos servidores da escola, submetendo-a a provação do Diretor da escola; elaborar e providenciar a divulgação de editais, comunicados e instruções relativas às atividades escolares; redigir correspondência oficial; instruir expedientes; elaborar relatórios anuais da escola; incluir dados e informações de alimentação obrigatória no sistema informatizado apropriado; aplicar os princípios e normas que regem a organização escolar, garantindo a transparência de procedimentos; dispor de critérios próprios para avaliar a qualidade dos serviços prestados pela secretaria da escola, propondo a reorganização e/ou a redistribuição das incumbências, quando for o caso; ler, interpretar e operar dados expressos em tabelas e gráficos de colunas, barras e setores, a partir do conhecimento dos principais programas e aplicativos utilizados.
 

Continuar lendo

Atualizado: 14/06/2018 - 12:36

Alesp: AVANÇA projeto de lei que cria cargos de auditor

Projeto de lei visa criar a Controladoria Geral da Assembleia, com implantação de sete vagas para a carreira de auditor interno, que pede formação de nível superior

Inicial de R$ 10,5 mil

Por JCConcursos - Fernando Cezar Alves

Avança, na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp), o projeto de lei complementar 28 de 2017, que cria a Controladoria Geral da Assembleia. Para isto, a proposta prevê a criação de oito vagas no quadro de pessoal da casa, sendo uma para o cargo de controlador geral, para preenchimento em comissão, e sete para a carreira de auditor interno, para preenchimento por meio de concurso público.    A proposta já foi aprovada pelas Comissões de Constituição, Justiça e Redação, bem como de Finanças, Orçamento e Planejamento em março e agora já pode ser votada no plenário da casa. 
Para concorrer ao cargo  será necessário possuir formação de nível superior, ainda sem previsão de edital, pois depende da aprovação do projeto, com remuneração inicial de nada menos do que R$ 10.584,70, incluindo salário de R$ 5.461,58, gratificação de representação de R$ 2.002,68 e gratificação legislativa de R$ 3.120,44.      

Atribuições

As atribuições do auditor interno, resguardadas as atribuições dos demais órgãos técnicos da Alesp, corresponderão a emitir notas e instruções de caráter interno relativas à Controladoria Geral; propor a formulação e implementação de políticas nas áreas contábil, financeira e patrimonial e de análise e avaliação de resultados, acompanhar o cumprimento das normas de encerramento do exercício financeiro; propor ao Controlador Geral o encaminhamento de recomendações aos dirigentes e gestores de recursos públicos quanto à gestão contábil, orçamentária, financeira, patrimonial e de pessoal; propor medidas que viabilizem o atendimento das diligências oriundas do Tribunal de Contas; realizar auditorias nas unidades gestoras em observância ao Plano Anual de Controle Interno; planear, organizar, avaliar e executar atividades referentes à fiscalização e ao controle interno da aplicação dos recursos e bens públicos, no âmbito das atribuições da Controladoria Geral.

Progressão Salarial

Além do salário inicial de R$ 5.461,58, a carreira de auditor contará com progressão em mais 18 níveis salariais, além dos complementos. Desta forma, o básico, com o tempo, de acordo com o projeto inicial, contará com  os seguintes reajustes: nível II – R$ 5.666,38; III – R$ 5.878,87; IV – R$ 6.099,32; V - R$ 6.328,06; VI – R$ 6.565,35; VII – R$ 6.811,57; VIII – R$ 7.066,99; IX – R$ 7.332; X – R$ 7.606,96; XI – R$ 7.892,23; XII 0 R$ 8.188,19; XIII – R$ 8.495,24; XIV – R$ 8.813,81; XV –R$ 9.144,34; XVI – R$ 9.487,25; XVII – R$ 9.843,03; XVIII – R$ 10.212,13; e XIX - R$ 10.595,10. Considerando com os atuais valores dos complementos, a remuneração em final de carreira, atualmente, no nível XIX, seria de R$ 15.718,22.        
Continuar lendo

Atualizado: 14/06/2018 - 09:56

Câmara de Dourado SP realiza concurso para contador

Cargo requer graduação em ciências contábeis e paga R$ 2,7 mil. Inscrições para o concurso da Câmara de Dourado vão até 28 de junho

Uma vaga

Por JCConcursos - Samuel Peressin

A Câmara de Dourado, município localizado no interior do Estado de São Paulo, abriu concurso público para contratação de um contador

 

Com salário de R$ 2.792,07 e jornada semanal de 20 horas, o cargo requer curso superior em ciências contábeis, além de registro profissional no conselho da categoria.

 

A Directa, banca que organiza o processo seletivo, recebe inscrições até 28 de junho, por meio do site www.directacarreiras.com.br. O valor da taxa é de R$ 65.

 

Sobre as provas do concurso da Câmara de Dourado 2018

 

Prevista para 29 de julho, a prova objetiva cobrará a resolução de 40 questões de múltipla escolha abordando língua portuguesa, matemática, informática e conhecimentos específicos. 

 

Na mesma data, os concorrentes deverão entregar os documentos relativos à avaliação de títulos. Serão considerados diplomas de especialização, mestrado e doutorado. 

 

De acordo com o edital, o concurso da Câmara de Dourado terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério do Legislativo.

 

O que estudar para o concurso da Câmara de Dourado SP

 

Língua portuguesa - Interpretação de Texto; Acentuação Gráfica: Emprego dos sinais de pontuação; Concordância Verbal; Concordância Nominal; Regência Verbal; Regência Nominal; Funções Sintáticas / Uso dos Pronomes; Uso das Conjunções; Uso dos Artigos; Uso dos Numerais; Gêneros Discursivos (Produção Textual).

 

Matemática - Equação de 2º grau: resolução das equações completas, incompletas, problemas do 2º grau; Relação e Função: domínio, contradomínio e imagem; Razão e Proporção; Grandezas Proporcionais; Fatoração de expressão algébrica; Expressão algébrica – operações; Expressões fracionárias – operações - simplificação; Progressão Aritmética (PA) e Progressão Geométrica (PG); Sistemas Lineares; Números complexos; Função exponencial: equação e inequação exponencial; Função logarítmica; Análise combinatória; Probabilidade; Função do 2º grau; Trigonometria da 1ª volta: seno, cosseno, tangente, relação fundamental; Geometria Analítica; Geometria Espacial; Geometria Plana; Operação com números inteiros e fracionários; Máximo Divisor Comum (MDC) e Mínimo Múltiplo Comum (MMC); Raiz quadrada; Sistema Monetário Nacional (Real); Sistema de medidas: comprimento, superfície, massa, capacidade, tempo e volume, área, m² e metro linear.

 

Informática - Conceitos básicos de software e hardware. Noções do ambiente Windows 7 (Seven). Microsoft Office 2010 ou superior (Word, Excel, Outlook, Power Point). Conceitos de internet e intranet. Internet Explorer. Correio eletrônico (webmail). Cópias de segurança (backup). Conceito e organização de arquivos (pastas/diretórios). Noções básicas de armazenamento de dados.

 

Conhecimentos específicos - MATEMÁTICA FINANCEIRA – Juros Simples, Desconto, Juros Compostos, Desconto Composto, Amortização de Empréstimos; Fluxo de Caixa. CONTABILIDADE PÚBLICA BRASILEIRA – Campo de Atuação, Objetivos da Contabilidade Pública, Regime Contábil; RECEITA PÚBLICA – Receita Orçamentária, Receita Extra Orçamentária, Arrecadação, Recolhimento, Receita da Dívida Ativa, Operações de Crédito por Antecipação da Receita Orçamentária, Vinculações Constitucionais da Receita Pública; DESPESA PÚBLICA – Despesa Orçamentária, Despesa Extra Orçamentária, Empenho, Liquidação, Pagamento, Restos a Pagar, Despesas pelo Regime de Adiantamento; PATRIMÔNIO PÚBLICO – Substância Patrimonial, Contra Substância Patrimonial, Ativo Financeiro, Passivo Financeiro, Ativo Permanente, Passivo Permanente e Situação Líquida; LICITAÇÕES – Modalidades de Licitações, Dispensa de Licitação, Inexigibilidade de Licitação. Legislação: Lei Federal nº 8666/93 - Institui normas para licitações e contratos da administração pública Lei Complementar nº 101/2000 - Estabelece normas de finanças públicas voltadas para a responsabilidade na gestão fiscal Portaria Interministerial nº 163/2001 - Dispõe sobre normas gerais de consolidação das contas públicas Lei nº 11638/2007 - Altera dispositivo da Lei nº 6404/76 Lei nº 10520/2002 - Institui modalidade de licitação denominada pregão Lei Complementar 4.320/1964 - Normas do Direito Financeiro para elaboração e controle dos orçamentos e balanços da União, Estados Municípios e Distrito Federal. Direito Constitucional - arts. 29 a31 / 37 a 43 / 70 a 75 / 156 / 163 a 169 / 205 a 214 e art. 60 do ADCT / 196 a 200 e art. 77 do ADCT. - Artigos específicos da Administração Pública, Finanças Públicas, Educação e Saúde. Lei Complementar 709 de 14/01/1993 - Lei Orgânica do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo. LEI ORGÂNICA DO MUNICÍPIO. REGIMENTO INTERNO DA CÂMARA DE DOURADO. Obs.: A Lei Orgânica e o Regimento Interno encontram-se no site da Câmara: www.camaradourado.sp.gov.br.
 

Continuar lendo

Atualizado: 13/06/2018 - 15:50

Prefeitura de Taquarussu MS abre concurso com 13 vagas

Chances em disputa no concurso da Prefeitura de Taquarussu estão distribuídas entre funções destinadas a profissionais de todas as escolaridades. Inscrições vão até 6 de julho

Salários até R$ 2,6 mil

Por JCConcursos - Samuel Peressin

A Prefeitura de Taquarussu, município localizado no interior de Mato Grosso do Sul, abriu concurso público destinado a preencher 13 vagas imediatas.

 

Podem concorrer ao cargo de operador de máquinas (1 posto e salário de R$ 1.205,36) profissionais que cursaram até a quarta série do ensino fundamental. Já quem concluiu esse ciclo escolar está apto a disputar a função de auxiliar de sala (2 - R$ 982,15). 

 

Ensino médio é requisito para fiscal ambiental (2 - R$ 1.205,36), fiscal tributário (1 - R$ 1.607,15), técnico em enfermagem (1 - R$ 1.607,15) e técnico em segurança do trabalho (1 - R$ 1.562,51) - as duas últimas carreiras também cobram formação técnica.

 

Em nível superior há ofertas para advogado (1), assistente social (1), farmacêutico/bioquímico (1), veterinário (1) e psicólogo (1), todas com vencimentos de R$ 2.678,58.

 

Inscrições e etapas do concurso da Prefeitura de Taquarussu 2018

 

As inscrições serão recebidas até 6 de julho, por meio do site www.valeconsultoriaeassessoria.com. São cobradas taxas de R$ 60 (ensino fundamental), R$ 80 (médio) e R$ 120 (superior). 

 

O processo seletivo envolverá provas objetiva, em 2 de setembro, e avaliação de títulos, com entrega dos documentos programada para 21 de outubro. A publicação do resultado final está prevista para 7 de novembro.

 

De acordo com o edital, o concurso da Prefeitura de Taquarussu terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério do governo municipal. 

 

Atribuições do fiscal ambiental no concurso da Prefeitura de Taquarussu 2018

 

Vistoriar, estudar, orientar, exigir, autuar, resolver problemas relacionados ao Meio Ambiente, referente à Legislação Ambiental Federal, Estadual e Municipal; ter conhecimento da flora e fauna e conceituações na referida Legislação; ter experiência em programas (software) de Cadastramento Rural e Urbano, com utilização de Coordenadas e manuseio de GPS; prestar orientação referente às ações que envolvem o Meio Ambiente e sua sustentabilidade, juntamente com a sobrevivência do Homem; responsabilizar-se pelos conceitos e ações emitidas e estar sempre pronto para atuar; executar tarefas afins da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Turismo – SEMAT, responsabilizando-se pelos serviços as prestados; ter conhecimento do Município com um todo, suas microrregiões, distritos, sistemas viário, utilização do solo, áreas de preservação, estrutura político-administrativa que, em conjunto, caracterizam o Município; manter atualizados os conhecimentos referentes às Legislações Ambientais e suas ações, de acordo com as normas estabelecidas ao setor público Federal, Estadual e Municipal; Ter condições de gerenciar e exigir sobre aspectos referentes ao meio ambiente tanto para Instituições públicas, privadas e autônomos, das diferentes áreas de abrangências e suas especificidades; além de atuar na fiscalização do Parque Estadual das Várzeas do Rio Ivinhema.

 

Concurso Prefeitura Taquarussu: atribuições do auxiliar de sala

 

Executar atividade diárias de recreação com crianças e trabalhos educativos educacionais de artes diversas, acompanhar as crianças em passeios, visitas e festividades sociais; proceder, orientar e auxiliar as crianças no que se refere à higiene pessoal, auxiliar a criança na alimentação, servir refeições e auxiliar as crianças menores a se alimentarem, auxiliar a criança a desenvolver a coordenação motora; observar a saúde e o bem-estar das crianças, levando-as quando necessário, para o atendimento médico e ambulatorial, ministrar medicamentos conforme prescrição médica, prestar primeiros socorros, cientificando o superior imediato da ocorrência, orientar os pais quanto à higiene infantil, comunicando-lhes os acontecimentos do dia, levar ao conhecimento do chefe imediato qualquer incidente ou dificuldade ocorrida, vigiar e manter a disciplina das crianças sob sua responsabilidade , confiando-as aos cuidados de seu substituto ou responsável, executar tarefas afins.

Continuar lendo

Atualizado: 13/06/2018 - 15:38

Concurso Ibama: pedido para 1.529 vagas em análise

O Ibama tem o intuito de abrir concurso com oportunidades para técnico e analista, com exigência de níveis médio e superior. Os salários iniciais oferecidos pelo órgão chegam a R$ 7,7 mil

1.529 vagas

Por JCConcursos - Camila Diodato

Cresce cada vez mais a expectativa para que seja autorizado, em breve, o novo concurso do Ibama (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis). O órgão reiterou, recentemente, junto ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG) o pedido de liberação do aval. 
 
O requerimento encaminhado solicita um total de 1.529 vagas. De tais oportunidades, 680 são para postos que estão em aberto e as outras 849 referem-se as que ficarão vagas no decorrer dos próximos três anos. Essas chances de reposição servirão para preencher as futuras aposentadorias, de modo que o quadro de pessoal não entre em crise com a falta de servidores.
 
As 680 oportunidades estão distribuídas entre as carreiras de analista ambiental (500) e analista administrativo (180). Já as demais 849 chances se destinarão ao preenchimento de todos os postos que ficarão em aberto, inclusive o de técnico administrativo.
 
Os empregos de analista ambiental e analista administrativo do concurso do Ibama exigem nível superior, enquanto a colocação de técnico administrativo aceita profissionais com ensino médio.
 
As remunerações iniciais correspondem a R$ 3.712,72 para técnico e a R$ 7.760,45 para analista. Nesses valores já está incluso o auxílio-alimentação de R$ 458. 
 
Últimos concursos do Ibama para analista
 
O último concurso para analista ambiental do Ibama foi aberto em 2012, anunciando uma oferta de 108 vagas, sendo 45 para a área de licenciamento ambiental no Distrito Federal, 15 para licenciamento ambiental no Rio de Janeiro, 27 para monitoramento, regulação, controle, fiscalização e auditoria ambiental no Distrito Federal e 21 para gestão, proteção e controle da qualidade ambiental no Distrito Federal. Ao todo, 16.290 pessoas se inscreveram para o processo seletivo.
 
Já para analista administrativo, o último certame foi realizado em 2013, para preenchimento de 61 postos, distribuídos da seguinte forma: Acre (2 vagas), Amapá (2), Amazonas (3), Bahia (1), Distrito Federal (27), Espírito Santo (1), Maranhão (1), Mato Grosso (3), Mato Grosso do Sul (2), Minas Gerais (2), Pará (2), Paraná (2), Piauí (1), Rio Grande do Sul (1), Rondônia (2), Roraima (2), Santa Catarina (2), São Paulo (1), Sergipe (2) e Tocantins (2). O processo seletivo registrou 43.533 candidatos.
 
As duas seleções foram organizadas pelo Cespe/UnB.

Continuar lendo

Atualizado: 13/06/2018 - 13:31

Santana de Parnaíba SP abre concurso com 11 cargos

Destinadas a profissionais de níveis médio e superior, chances no Concurso da Prefeitura de Santana de Parnaíba pagam até R$ 6,2 mil. Inscrições terminam em 19 de julho

Dois editais

Por JCConcursos - Samuel Peressin

Na Grande São Paulo, a Prefeitura de Santana de Parnaíba publicou dois editais de um novo concurso com oferta de uma vaga imediata e outros dez cargos para formação de cadastro reserva (CR).

 

As chances de ensino médio são para agente de trânsito (CR e salário de R$ 2.217,70), fiscal municipal (CR - R$ 1.862,87), telefonista (CR - R$ 1.525,18) e técnico tributário (1 posto - R$ 2.217,70), função que também requer formação técnica.

 

Profissionais com curso superior têm opções no concurso da Prefeitura de Santana de Parnaíba como analista tributário (CR - R$ - 5.174,63), assistente técnico jurídico (CR - R$ 5.174,63), procurador (CR - R$ 6.268,70) e professor de educação especial nas áreas de atendimento educacional especializado (CR - R$ 2.845,62), deficiência auditiva (CR - R$ 2.845,62), deficiência intelectual (CR - R$ 2.845,62) e deficiência visual (CR - R$ 2.845,62). 

 

Além da remuneração, o município concede vale-alimentação mensal de R$ 150 (apenas para professor, fiscal municipal e telefonista) e vale-transporte (telefonista).

 

Inscrições e etapas do concurso da Prefeitura de Santana de Parnaíba 2018

 

Responsável pela organização da seleção, o Instituto Mais recebe inscrições até 19 de julho, com taxas de R$ 41,30 (nível médio) e R$ 59,80 (superior). O formulário para cadastro pode ser acessado pelo site www.institutomais.org.br.

APOSTILAS CONCURSO PREFEITURA DE SANTANA DE PARNAÍBA 2018 - DIVERSOS CARGOS

Em 19 de agosto, a banca aplicará as provas objetiva (todos os cargos), dissertativa (professor e assistente jurídico) e prático-profissional (procurador). Na mesma data, todos os candidatos deverão entregar os documentos referentes à análise de títulos.

 

As outras fases do processo seletivo incluem: teste físico para agente de trânsito e avaliação prática para telefonista, em datas a serem definidas.

 

De acordo com os editais, o concurso da Prefeitura de Santana de Parnaíba terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério do governo municipal. 

 

Atribuições do fiscal municipal no concurso da Prefeitura de Santana de Parnaíba

 

Exerce atividades inerentes à fiscalização do cumprimento das posturas municipais, ambientais e da arrecadação de tributos municipais. Orienta o cumprimento de leis, regulamentos e normas que regem o Município, fiscalizando, autuando e aplicando multas e penalidades aos infratores.

 

Concurso Prefeitura Santana de Parnaíba: atribuições do técnico tributário 

 

Realiza levantamentos cadastrais; Acompanha a evolução e efetua a manutenção das informações cadastrais; Opera e implementa os lançamentos nos cadastros fiscais; Controla os processos administrativos do departamento; Emite carnês, boletos e outros documentos fiscais; Verifica e analisa os processos de lançamento, revisão e cancelamento de tributos; Acompanha a fiscalização tributária, apoiando as atividades do Fiscal Municipal e do Analista Tributário; Atende e orienta os contribuintes em suas solicitações de informações nos tributos de sua competência; Elabora relatórios de suporte para o Analista Tributário; Executa outras tarefas de mesma natureza ou nível de complexidade associada a sua área de atuação.

 

Atribuições do telefonista no concurso da Prefeitura de Santana de Parnaíba 2018

 

Opera centrais telefônicas nas unidades; Atende e faz ligações internas e externas; Atende escalas de plantão, quando for o caso; Preenche relatórios; Zela pela guarda e conservação dos equipamentos e materiais utilizados; Executa tarefas de apoio administrativo referente a sua área de trabalho; Utiliza recursos de informática; Executa outras tarefas de mesma natureza ou nível de complexidade associada à sua área de atuação.
 

Continuar lendo

Atualizado: 13/06/2018 - 11:05

AGU: saiu autorização para concurso com 100 vagas

A autorização determina que o edital do concurso da AGU seja publicado dentro de seis meses, ou seja, até 14 de dezembro de 2018

 Diversos cargos

Por JCConcursos - Fernando Cezar Alves

Está confirmado: um novo concurso da AGU (Advocacia-Geral da União) será aberto ainda em 2018. A autorização para o preenchimento de 100 vagas no órgão foi divulgado nesta quinta-feira (14), no Diário Oficial da União.

O aval é para os cargos de administrador (48 vagas), analista técnico administrativo (10), arquivista (2), bibliotecário (1), contador (1), técnico em assuntos educacionais (2) e tecnico em comunicação social (5).

Para todos estes cargos é necessário possuir formação de nível superior para o ingresso, com remuneração inicial de R$ 6.200, considerando vencimentos básicos e gratificações.

A autorização concedida pelo Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG) determina que o edital do concurso da AGU seja publicado dentro de seis meses, ou seja, até 14 de dezembro de 2018. Porém, o órgão já deu início ao processo de escolha da banca organizadora e a tendência é de que o edital seja liberado antes do limite estipulado pela autorização

CURSOS PARA O CONURSO AGU 2018

“A realização deste concurso é um passo importante no processo de fortalecimento do quadro de servidores da AGU. Todos nós sabemos que as vitórias obtidas pela nossa instituição somente serão possíveis graças, também, à incansável dedicação diária de nossos servidores”, disse, quando do envio do pedido do concurso, a advogada-geral da União, ministra Grace Mendonça.

 

   

Novas vagas

  Vale ressaltar que tramita na Câmara dos Deputados o projeto de lei 6788/17, que cria mais 3.000 vagas no órgão, sendo 2.000 para o cargo de analista técnico de apoio à atividade jurídica e 1.000 para técnico de apoio à atividade jurídica.   Para técnico, para concorrer será exigido apenas ensino médio, com inicial de R$ 4.669,35, com gratificações. Para analistas, nível superior, com inicial de R$ 6.985,34.  

Mais informações sobre este projeto podem ser obtidas aqui

 

Concurso Anterior

O último concurso da AGU para cargos da área de apoio operacional ocorreu em 2014, quando foram oferecidas 100 oportunidades, para preenchimento para a sede, em Brasília, bem como para a Secretaria de Portos da Presidência da República (SEP/PR), pelo regime jurídico únicos dos servidores civis da união, autarquias e fundações públicas federais.

Para o quadro de nível superior da AGU foram oferecidas oportunidades para os cargos de analista de sistemas (10 postos), analista técnico administrativo (34), bibliotecário com registro profissional (3) e técnico em comunicação social (3). Para quem possui formação técnica, a oferta foi de dez vagas para a carreira de técnico em contabilidade.

Já na Secretaria dos Portos, para nível médio foram dez vagas para agente administrativo e sete para técnico em contabilidade. Para nível superior, a oferta foi para os cargos de administrador (4), analista técnico administrativo (15), contador (2) e economista (2).

A banca organizadora do concurso, na ocasião, foi o Idecan.

Antes disso, a seleção anterior para a área técnica ocorreu em 2006, quando foram registrados 25 mil inscritos para a oferta de 336 vagas, somente para candidatos de nível superior, para os cargos de administrador, contador, economista e engenheiro. Neste caso, a banca organizadora foi o Núcleo de Computação Eletrônica da Universidade do Rio de Janeiro (NCE/UFRJ).

 

Sobre a AGU

Cabe à Advocacia Geral da União representar a União, judicial e extrajudicialmente, cabendo-lhe, nos termos da lei complementar que dispuser sobre sua organização e funcionamento, as atividades de consultoria e assessoramento jurídico do Poder Executivo. Em termos de representação judicial, sua atividade é exercida em defesa dos interesses dos referidos entes nas ações judiciais em que a União figura como autora, ré ou, ainda, terceira interessada. A representação extrajudicial é exercida perante entidades não vinculadas à justiça, como órgãos administrativos da própria união, estados ou municípios.

Continuar lendo

Atualizado: 13/06/2018 - 10:52

Nova Andradina MS amplia prazo de concurso com 205 vagas

Oportunidades no concurso da Prefeitura de Nova Andradina estão distribuídas entre funções destinadas a profissionais de todas as escolaridades. Inscrições seguem disponíveis até 5 de julho

Imediatas e cadastro

Por JCConcursos - Samuel Peressin

Foram prorrogadas até o dia 5 de julho as inscrições do concurso da Prefeitura de Nova Andradina, em Mato Grosso do Sul, destinado a preencher 205 vagas, sendo 201 imediatas e quatro para cadastro reserva (CR). O município oferece salários entre R$ 1.100,57 e R$ 13.143,47.

 

Profissionais com ensino fundamental incompleto têm chances como trabalhador braçal (1 posto + CR), auxiliar de serviços básicos - masculino (40 + CR), auxiliar de serviços básicos - feminino (15 + CR), encanador (1 + CR), eletricista predial (2 + CR), gari - masculino (CR), jardineiro (1 + CR), lavador (1 + CR), lubrificador (1 + CR), mecânico (1 + CR) e vigia (CR).

 

Já quem concluiu o nível fundamental encontra opções no concurso da Prefeitura de Nova Andradina como assistente de ações sociais (2 + CR), agente de conservação e limpeza (5 + CR), agente de merenda (4 + CR), agente de serviços de saúde (2 + CR), auxiliar veterinário (CR), assistente de ações sociais - merenda (2 + CR), motorista de ambulância (CR), motorista de ônibus (2 + CR), motorista de veículos leves (9 + CR), motorista de veículos pesados (9 + CR), operador de motoniveladora (4 + CR), operador de pá carregadeira (3 + CR), operador de retroescavadeira (1 + CR), operador de trator de esteiras (CR), operador de trator de pneu (3 + CR), pedreiro (2 + CR), recepcionista (7 + CR) e telefonista (2 + CR).

 

As carreiras de ensino médio/técnico são para agente comunitário de saúde (3 + CR), agente de controle de endemias (5 + CR), agente de inspeção e vigilância sanitária (CR), almoxarife (1 + CR), assistente de educação infantil - feminino (5 + CR), auxiliar de consultório dentário (CR), auxiliar de laboratório (CR), fiscal de posturas municipais (CR), fiscal de trânsito (CR), fiscal de tributos municipais (CR), técnico agropecuário (1 + 2 CR), técnico de análises clínicas (CR), técnico de cultura (CR), técnico de dança e teatro (CR), técnico de enfermagem (7 + CR), técnico de esportes (CR), técnico de farmácia (CR), técnico de prótese dentária (CR), técnico de segurança de trabalho (CR), técnico de serviços de saúde (CR), técnico de serviços organizacionais (11 + CR), técnico de tecnologia da informação (1 + 1 CR) e técnico em construção civil - edificações (1 + CR).  

 

Em nível superior há oportunidades no concurso da Prefeitura de Nova Andradina para administrador (1 + CR), arquiteto (1 + CR), assistente social (5 + CR), biólogo (1 + CR), biomédico (CR), contador (2 + CR), turismólogo (CR), educador social (1 + CR), educador social - profissional de educação física (4 + CR), enfermeiro (CR), enfermeiro auditor (CR), fiscal de obras (1 + CR), engenheiro agrônomo (1 + CR), engenheiro civil (1 + CR), engenheiro de segurança do trabalho (1 + CR), farmacêutico (1 CR), fisioterapeuta (CR), fonoaudiólogo (1 + CR), veterinário (CR), nutricionista (1 + CR), odontólogo em diversas especialidades (CR), educador social pedagogo (CR), procurador municipal (CR) psicólogo (4 + CR), terapeuta ocupacional (CR), zootecnista (1 + CR), professor de artes (4 + CR), professor de educação física (CR), professor de inglês (CR), professor de ciências (CR), professor de geografia (CR), professor de história (CR), professor de língua portuguesa (2 + CR), professor de matemática (2 + CR) e médico nas seguintes áreas: auditor (CR), endocrinologia (CR), urologia (CR), angiologia (1 + CR), cardiologia (1 + CR), dermatologia (CR), gastroenterologia (1 + CR), geriatria (CR), ginecologia e obstetrícia (1 + CR), homeopatia (CR), nefrologia (CR), neurologia (CR), neuropediatria (CR), oftalmologia (1 + CR), ortopedia (1 + CR), otorrinolaringologia (1 + CR), pediatria (1 + CR), pneumologia (CR), psiquiatria (1 + CR), radiologia (CR), clínico geral ESF (3 + CR) e clínico geral (CR).  

 

Concurso Prefeitura Nova Andradina 2018: inscrições e provas

 

O formulário de inscrição do concurso da Prefeitura de Nova Andradina está disponível no site www.fapec.org/concursos. As taxas custam R$ 80 (nível fundamental), R$ 100 (médio) e R$ 120 (superior).

 

O processo seletivo envolverá provas objetiva (todos os cargos), prevista para 22 de julho, e de títulos (vagas destinadas a profissionais graduados), em período a ser definido.

 

De acordo com o edital, o concurso da Prefeitura de Nova Andradina terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério do governo municipal.

 

Atribuições do auxiliar de serviços básicos no concurso da Prefeitura de Nova Andradina

 

Executar de serviços de carga e descarga de materiais, arrumação de materiais usados em obras, conforme arranjos físicos; execução de serviços de conservação, limpeza e remoção de detritos nos locais dos serviços; preparar terreno para instalação dos equipamentos e instrumental dos prédios da prefeitura; transporte e/ou fornecimento de equipamento e instrumental; executar trabalhos braçais em geral, em especial, tapar buracos em vias públicas, mediante preparação e aplicação de camada de asfalto; executar ou auxiliar a execução de tarefas e trabalhos relacionados com as atividades-meio do órgão de lotação, nas atividades de limpeza e conservação de bens e instalações, respeitando as normas técnicas e os regulamentos do serviço.

Continuar lendo

Atualizado: 13/06/2018 - 09:48

Concurso ARSESP: RESULTADO da redação é divulgado

Novo concurso da Arsesp preencherá 42 postos de especialista e quatro de analista. Salários iniciais chegam a R$ 6,2 mil

Nível superior

Por JCConcursos - Samuel Peressin

A Fundação Vunesp divulgou ontem (12) o resultado da redação do concurso da Arsesp (Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo) para preenchimento de 46 vagas de nível superior

 

Antes, em 29 de maio, a banca já havia publicado a classificação da avaliação objetiva, aplicada com o exame textual, em 29 de abril, na capital. 

 

De acordo com o edital, são quatro postos para analista de suporte à regulação (salário de R$ 5.207) e 42 para especialista em regulação e fiscalização de serviços públicos (R$ 6.214).

 

As ofertas para especialista estão distribuídas entre as áreas de elétrica (5 postos), gás canalizado (5), econômico-financeiro (6), saneamento básico (23) e relações institucionais (3).

 

Todos os empregos exigem experiência mínima de três anos em assuntos relacionados com as atividades a serem desempenhadas. O regime de trabalho corresponde a 40 horas semanais.

 

As inscrições para o concurso da Arsesp 2018 foram recebidas até 21 de março, por meio do site da Vunesp (www.vunesp.com.br) . O valor da taxa é de R$ 70.

 

Sobre as provas do concurso da Arsesp 2018

 

concurso da Arsesp 2018 envolveu prova objetiva e redação. A primeira teve 80 questões de múltipla escolha, enquanto a segunda cobrou a elaboração de um texto a partir de tema proposto pela banca. 

 

APOSTILAS CONCURSO ARSESP 2018 - ESPECIALISTA EM REGULAÇÃO E FISCALIZAÇÃO DE SERVIÇOS PÚBLICOS / ANALISTA DE SUPORTE A REGULAÇÃO

 

O conteúdo programático previa língua portuguesa, matemática/raciocínio lógico, informática, administração pública (direito constitucional e direito administrativo), legislação e conhecimentos específicos. 

 

Segundo o edital, o concurso da Arsesp terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério da agência. 

 

Salários oferecidos pela Arsesp podem crescer

 

O ex-governador Geraldo Alckmin encaminhou, em 28 de dezembro, à Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp) o projeto de lei complementar 35/2017, que dispõe sobre a criação do plano de carreiras dos servidores da Arsesp. Se aprovada, a proposta acarretará reajustes salariais. 

 

Com a revisão dos valores, os vencimentos podem passar a ser de R$ 8.500 para especialista e R$ 7.300 para analista. Em final de carreira, os servidores poderão chegar a receber, respectivamente, R$ 14.524 e R$ 12.473, caso aprovado o projeto.

 

Concurso Arsesp 2018: principais atribuições do especialista (saneamento básico)

 

Realizar atividades de regulação e fiscalização na diretoria de saneamento por meio de estudos técnicos, normatizações, fiscalizações, monitoramento de indicadores e parâmetros relativos aos padrões, serviços e manutenção das instalações de saneamento básico. a) - Colaborar com a Superintendência de Regulação e Fiscalização para exercer as competências que lhe forem delegadas. b) - Elaborar normas técnicas e regulamentos para disciplinar a prestação de serviços. c) - Acompanhar e analisar indicadores técnicos relativos às condições de prestação dos serviços. d) - Prover apoio técnico aos processos de resolução de conflitos entre agentes do setor (usuários, prestadores de serviços, poder concedente e outros). e) - Realizar estudos técnicos e de pesquisa e desenvolvimento junto aos prestadores de serviços e demais interessados. f) - Desenvolver estudos técnicos e pareceres de apoio à fiscalização, à regulação técnica e econômico-financeira. g) - Acompanhar a evolução tecnológica e a melhoria dos produtos, serviços e práticas empresariais de agentes atuantes no setor de saneamento. h) - Fiscalizar a prestação dos serviços em seus aspectos técnicos, comerciais, contábeis, econômico-financeiros, tarifários, contratuais e planos de investimento, além de acompanhar o atendimento aos requisitos de regularidade, continuidade, eficiência, qualidade, segurança, atualidade, generalidade e cortesia. i) - Atuar na elaboração de termos de referência de contratação de serviços e produtos de apoio às atividades regulatórias e fiscalizatórias da diretoria de saneamento; j) - Fiscalizar evidências pontuais identificadas nas reclamações dos usuários dos serviços ou de demandas internas e externas. Entre outras atividades.

 

Principais atribuições do analista no concurso da Arsesp 2018

 

Responsável pelo desempenho das atividades técnicos-administrativas e logísticas de apoio às competências legais a cargo da Arsesp, tais como: a) - Executar as atividades de administração de recursos materiais e de serviços; b) - Preparar os expedientes e contratos de aquisição de bens e serviços; c) - Acompanhar sua execução financeira; d) - Executar os procedimentos licitatórios e de cadastro de fornecedores, o controle de estoques e distribuição de materiais; e) - Garantir a manutenção da infraestrutura e dos serviços necessários ao desempenho das atividades da Agência; f) - Garantir manutenção e o controle dos bens móveis e imóveis da Arsesp; g) - Controlar e organizar as informações oficiais na Agência; h) - Fazer a guarda dos autos de processos administrativos abertos, suspensos, findos, encerrados ou arquivados, abrir e encerrar processos administrativos; i) - Promover o andamento processual necessário; j) - Receber, registrar, distribuir, expedir e arquivar papéis e processos; k) - Prestar informações sobre papéis e processos; l) - Elaborar a correspondência e executar serviços básicos de editoração; m) - Executar e conferir serviços de datilografia e digitação; n) - Acompanhar a execução do plano de metas; o) - Propor a revisão ou adequação dos planos e metas anuais; p) - Contribuir na implantação das políticas e diretrizes para o desenvolvimento e aperfeiçoamento dos empregados da Agência; Entre outras atividades.

 

Conteúdo programático parcial para o concurso da Arsesp

 

Língua portuguesa – Leitura e interpretação de diversos tipos de textos (literários e não literários). Sinônimos e antônimos. Sentido próprio e figurado das palavras. Emprego da acentuação gráfica. Pontuação. Classes de palavras - emprego e sentido que imprimem às relações que estabelecem: substantivo, adjetivo, numeral, artigo, pronome, verbo, advérbio, preposição e conjunção. Concordância verbal e nominal. Regência verbal e nominal. Voz Ativa e Passiva. Colocação pronominal. Crase.

 

Matemática/raciocínio lógico – Números inteiros e racionais: operações (adição, subtração, multiplicação, divisão, potenciação, radiciação); expressões numéricas; múltiplos e divisores de números naturais; problemas. Relação entre grandezas: tabelas, gráficos e fórmulas. Razão e proporção; divisão em partes proporcionais; regra de três simples e composta; porcentagem e problemas. Juros simples e compostos. Sistemas usuais de medidas. Equações do 1º e do 2º graus; sistemas de equações. Noções de contagem, probabilidade e estatística. Estrutura lógica de relações arbitrá novas informações das relações fornecidas e avaliar as condições usadas para estabelecer a estrutura daquelas relações. Compreensão e elaboração da lógica das situações por meio de: raciocínio verbal, raciocínio matemático, raciocínio sequencial, orientação espacial e temporal, formação de conceitos, discriminação de elementos. Compreensão do processo lógico que, a partir de um conjunto de hipóteses, conduz, de forma válida, a conclusões determinadas.

 

Informática – MS-Windows 7: conceito de pastas, diretórios, arquivos e atalhos, área de trabalho, área de transferência, manipulação de arquivos e pastas, uso dos menus, programas e aplicativos, interação com o conjunto de aplicativos MS-Office 2010. MS-Word 2010: estrutura básica dos documentos, edição e formatação de textos, cabeçalhos, parágrafos, fontes, colunas, marcadores simbólicos e numéricos, tabelas, impressão, controle de quebras e numeração de páginas, legendas, índices, inserção de objetos, campos predefinidos, caixas de texto. MS-Excel 2010: estrutura básica das planilhas, conceitos de células, linhas, colunas, pastas e gráficos, elaboração de tabelas e gráficos, uso de fórmulas, funções e macros, impressão, inserção de objetos, campos predefinidos, controle de quebras e numeração de páginas, obtenção de dados externos, classificação de dados. MS-PowerPoint 2010: estrutura básica das apresentações, conceitos de slides, anotações, régua, guias, cabeçalhos e rodapés, noções de edição e formatação de apresentações, inserção de objetos, numeração de páginas, botões de ação, animação e transição entre slides. Correio Eletrônico: uso de correio eletrônico, preparo e envio de mensagens, anexação de arquivos. Internet: Navegação Internet, conceitos de URL, links, sites, busca e impressão de páginas.

 

Administração pública – Noções de Direito Administrativo: Administração Pública Direta e Indireta: conceito. Autarquia: conceito. Autarquia Especial: conceito. Processo e Ato Administrativo (Lei estadual nº 10.177/1998). Poder de Polícia: conceito e elementos. Licitações e Contratos administrativos (Lei federal nº 8.666/1993 atualizada). Pregão presencial e eletrônico (Lei federal nº 10.520/2002, Decreto estadual nº 47.297/2002, e Decreto estadual nº 49.722/2005). Lei federal nº 8.987/1995 (sobre o regime de concessão e permissão da prestação de serviços públicos, art. 175 da Constituição Federal). Lei estadual nº 7.835/1992 (dispõe sobre o regime de concessão de obras públicas, de concessão e permissão de serviços públicos e dá providências correlatas). Serviços Públicos; conceito, classificação, regulamentação e controle; forma, meios e requisitos; delegação: concessão, permissão, autorização. Lei dos Consórcios Públicos: Lei Federal nº 11.107/2005 e Decreto federal nº 6.017/2007. Noções de Direito Constitucional: Formas de Estado e formas e sistemas de governo. Funções típicas dos Poderes Legislativo, Executivo e Judiciário. Princípios que regem as atividades da Administração Pública paulista (artigo 111 da Constituição do Estado). Lei Federal nº 12.527, de 18/11/2011 (dispõe sobre o acesso a informações) e Decreto Estadual nº 58.052/2012 (regulamenta a Lei federal nº 12.527/2011).

 

Legislação – Legislação Aplicada Aos Servidores da Arsesp: Objetivos fundamentais da Arsesp (Lei Complementar nº 1.025/2007 e Decreto Estadual nº 52.455/2007).Agências Reguladoras: As agências reguladoras e o princípio da legalidade. Órgãos reguladores no Brasil: histórico e característica das autarquias. Abordagens: teoria econômica da regulação, teoria da captura, teoria do agente principal. Formas de regulação: regulação de preço; regulação de entrada; regulação de qualidade. Boas práticas regulatórias: análise do impacto regulatório. Poder regulatório. Noções de Direito do Consumidor (Lei Federal nº 8.078/1990). Defesa da Concorrência: Sistema Brasileiro de Defesa da Concorrência. Prevenção e a repressão às infrações contra a ordem econômica. Regras per se e de razão. Modelo de estrutura-conduta-desempenho. Abordagem dos custos de transação. Poder de mercado. Mercados relevantes. Práticas anticompetitivas horizontais e verticais. Interações entre as agências reguladoras e órgãos de defesa da concorrência no Brasil.

 

Confira o conteúdo programático completo para a prova do concurso da Arsesp

Continuar lendo

Atualizado: 12/06/2018 - 13:46

Costa Rica/MS abre inscrições de concurso com nove vagas

Oportunidades no concurso da Câmara Municipal de Costa Rica são para cargos de níveis fundamental, médio e técnico. Prazo se encerrará em 8 de julho

Ganhos de até R$ 2,6 mil

Por JCConcursos - Patricia Lavezzo

A Câmara Municipal de Costa Rica, localizada no Estado do Mato Grosso do Sul, abriu as inscrições do concurso público destinado ao provimento de nove vagas do seu quadro de pessoal. O contrato de trabalho será regido pelo regime estatutário, que garante estabilidade. 

A função de auxiliar de serviços gerais (2 vagas) requer diploma de conclusão de curso de ensino fundamental. O salário inicial é de R$ 1.019,89. 

Aqueles que têm o ensino médio podem concorrer para os cargos de assistente contábil (1), assistente técnico administrativo (2), assistente de secretaria (2) e recepcionista (2). O primeiro posto ainda exige curso técnico específico na área e registro no órgão de classe. Os vencimentos variam de R$ 1.493,49 e R$ 2.615,28. 

A organização e execução do concurso da Câmara de Costa Rica será de responsabilidade da UNISISP - Universo Serviços Públicos. O formulário de inscrição estará disponível no endereço eletrônico www.unisisp.com.br até o dia 8 de julho. O valor da taxa de participação é de R$ 17 para todos os cargos. 

 

Provas do concurso da Câmara de Costa Rica MS

 

A primeira etapa a ser disputada pelos candidatos será a prova objetiva. Ela será composta por 40 questões de múltipla escolha, sendo oito de língua portuguesa, sete de matemática, cinco de conhecimentos gerais e 20 de conhecimentos específicos. 

O exame será aplicado na cidade de Costa Rica/MS no dia 29 de julho em locais e horários a serem comunicados no edital de convocação, a ser divulgado com antecedência mínima de três dias. 

O concurso da Câmara de Costa Rica ainda será constituído das seguintes avaliações: prova prática para os cargos de assistente técnico administrativo, assistente de secretaria, recepcionista e auxiliar de serviços gerais; e análise de títulos para todos os empregos. 

 

Atribuições dos cargos da Câmara de Costa Rica MS

 

Assistente contábil - execução de atividades auxiliares em contabilidade, preparação de atividades e documentos em amparo e auxilio ao serviço da contabilidade.

Assistente técnico administrativo - execução de serviços de apoio nas áreas de recursos humanos, administração, finanças e logística; atendimento a fornecedores e demais pessoas, fornecendo e recebendo informações sobre produtos e serviços; cuidado e guarda de documentos variados, cumprindo todo o procedimento necessário referente aos mesmos, atua no atendimento das pessoas e das autoridades.

Assistente de secretaria - realização de rotinas administrativas, atendimento das autoridades e visitantes, expedição e recebimento de ofícios, protocolo de documentos, expedientes e arquivamento, organização de agenda e assessoramento aos vereadores e diretores da casa.

Recepcionista - atuação na recepção da câmara municipal, atendimento e filtro de ligações e pessoas, anotação de recados e recebimento de visitas, responsabilidade pela compra de materiais de escritório, higiene e outros, direcionamento de ligações, envio e controle de correspondências, prestação de apoio em geral.

Auxiliar de serviços gerais - executar trabalhos de limpeza e conservação em geral nas dependências internas e externas da câmara, bem como serviços de entrega e recebimento de correspondências, utilizando os materiais e instrumentos adequados e rotinas previamente definidas; executar atividades de copa; auxiliar na remoção de móveis e equipamentos; separar os materiais recicláveis para descarte (vidraria, papéis, resíduos laboratoriais); reabastecer os banheiros com papel higiênico, toalhas e sabonetes; executar o tratamento e descarte dos resíduos de materiais provenientes do seu local de trabalho; serviços de almoxarifado, controle de estoque e auxiliar nas compras de materiais pertinentes de sua área de atuação; zelar pela guarda e conservação, manutenção dos equipamentos utilizados no trabalho; executar serviços de carga e descarga de materiais; organização de móveis e utensílios, serviços de varrição, capina e limpeza geral de pátios; auxiliar nos serviços de manutenção preventiva e corretiva de veículos, máquinas e equipamentos; executar outras tarefas correlatas.

Continuar lendo

Atualizado: 12/06/2018 - 12:05

MRE publica portaria do concurso para diplomata 2018

Edital do novo concurso está previsto para ser publicado nos próximos dias. Seleção contará com oferta de 26 vagas, destinadas a quem possui nível superior em qualquer área

Inicial de R$ 17,9 mil

Por JCConcursos - Fernando Cezar Alves

O Ministério das Relações Exteriores (MRE) divulgou, por meio de publicação em diário oficial, nesta terça-feira, 12 de junho, a portaria 447, que define as regras para a realização do  novo concurso para a carreira de diplomata do Instituto Rio Branco. Agora, a liberação do edital depende apenas da confirmação da banca organizadora, que deve ser anunciada nos próximos dias, uma vez que a intenção é iniciar o certame ainda em junho. Embora normamente os concursos para a carreira contem com uma oferta de 30 vagas, a portaria determina que este ano a seleção contará com um quantitativo um pouco menor, sendo oferecidas 26 oportunidades. Além disso, também reduz o prazo entre a publicação do edital e a aplicação das provas, que normalmente era de 90 e passou a ser de 45 dias.

`Para concorrer é necessário possuir formação de nível superior em qualquer área de formação. A remuneração inicial da carreira é de R$ 17.393,40, já considerando R$ 458 de auxílio-alimentação.

Normalmente, os concursos para a carreira contam com reserva de 20% das vagas para candidatos negros e pessoas com deficiência.

A portaria confirma que a seleção seguirá os mesmos parâmetros do último concurso para a carreira, realizado em 2017, com um total de três fases, contando com provas objetivas na primeira e mais duas provas discursivas.

A prova objetiva constou de 73 questões, versando sobre língua portuguesa, língua inglesa, história do Brasil, história mundial, política internacional, geografia, noções de economia e noções de direito; e direito internacional público. Estas disciplinas já estão confirmadas para a nova seleção.

CURSO PARA O CONCURSO MRE 2018 - DIPLOMATA

A portaria determina, ainda, que a primeira prova discursiva cobrará conhecimentos de língua portuguesa e língua inglesa e na segunda, sobre história do Brasil; política internacional e geografia; noções de economia; noções de direito; e direito internacional público, além de língua espanhola e língua francesa.

A prova objetiva do último concurso foi aplicada nas capitais dos 26 estados e no Distrito Federal. Para a segunda e terceira fase foram convocados os 300 primeiros colocados, sendo 225 da ampla concorrência, 60 negros e 15 portadores de deficiência.


Os aprovados em todas as etapas são submetidos a exames pré-admissionais e perícia médica.

 

Continuar lendo

Atualizado: 12/06/2018 - 11:55

Presidente Epitácio SP realiza concurso com 12 vagas

Concurso da Prefeitura de Presidente Epitácio preencherá postos em cargos de níveis médio e superior, com salários que chegam a R$ 10 mil. Inscrições vão até 24 de junho

Interior paulista

Por JCConcursos - Samuel Peressin

Localizado a cerca de 650 km da capital paulista, o município de Presidente Epitácio abriu concurso público para preenchimento de 12 vagas no quadro de servidores da prefeitura

 

A seleção exige ensino médio para agente comunitário de saúde (CR), escriturário (1 posto + CR) e auxiliar de consultório dentário (CR), além de formação técnica para técnico de enfermagem (CR) e técnico de farmácia (CR). Os vencimentos vão de R$ 1.087,56 a R$ 1.181,20.

 

Há cargos de nível superior para assistente social (CR), dentista (CR), enfermeiro (2 + CR), fisioterapeuta (1 + CR) e médico nas seguintes áreas: clínico geral (1 + CR), ginecologista obstetra (1 + CR), neurologista (1 + CR), ortopedista (1 + CR), otorrinolaringologista (1 + CR), pediatra (CR), psiquiatra (1 + CR), cardiologista (1 + CR) e dermatologista (1 + CR). As remunerações partem de R$ 1.595,05 e alcançam R$ 10.457. 

 

Concurso Prefeitura Presidente Epitácio: inscrições e prova

 

Os interessados podem se inscrever até 24 de junho, mediante a realização de cadastro no site www.unisisp.com.br. O valor da taxa é o mesmo para todas as funções: R$ 19.

 

Com aplicação prevista para 8 de julho, a prova objetiva trará 40 questões de múltipla escolha para serem solucionadas em, no máximo, duas horas. 

 

O conteúdo programático inclui língua portuguesa e conhecimentos específicos para todas as vagas; conhecimentos em saúde pública para médico; informática para enfermeiro, dentista, assistente social e fisioterapeuta; e matemática para técnico, agente, auxiliar e escriturário.

 

De acordo com o edital, o concurso da Prefeitura de Presidente Epitácio terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério do governo municipal. 

 

Atribuições do escriturário no concurso da Prefeitura de Presidente Epitácio 2018

 

Recepcionar os cidadãos, prestando atendimento, anunciando e encaminhando-os aos setores procurados, orientando sobre horários de atendimento, a fim de atender a todos com rapidez e eficiência; Assegurar o correto cumprimento dos processos envolvendo o município, organizando e preparando documentos em geral, ordenando dados, efetuando cálculo de valores, verificando sua exatidão, observando prazos de entrega e datas de vencimento, e efetuando análises e conferências; Realizar controle de documentos e materiais, recebendo, protocolando, arquivando, registrando e encaminhando os mesmos, baseando-se em instruções e procedimentos preestabelecidos, evitando extravios; Redigir correspondências e documentos de rotina, obedecendo os padrões estabelecidos, assegurando o funcionamento do sistema de comunicação interna e externa; Providenciar o acondicionamento e conservação de documentos, correspondências, relatórios, fichas e demais materiais, arquivando-os e classificando-os, visando garantir o controle dos mesmos e a fácil localização; Executar tarefas administrativas como: recepcionar e expedir listagem de trabalhos processados; efetuar controle de material de expediente; digitar e inserir no sistema tabelas, correspondências, relatórios, circulares, formulários, informações processuais, requerimentos, memorandos e outros relatórios; providenciar a duplicação de documentos utilizando máquinas para tal, preenchendo requisições e angariando assinaturas; conferir nomes, endereços e telefones extraídos de documentos recebidos, fichas e outros; executar o fechamento de planilhas e de bloquetes de débitos e créditos bancários; entre outros; Executar as atividades relativas ao processo de aposentadoria, desde a pré-contagem até a informação final, com os cálculos e seus detalhes; Preparar quadros demonstrativos, tabelas, gráficos, mapas, formulários, fluxogramas e outros instrumentos, consultando documentos, efetuando cálculos, registrando informações com base em dados levantados, com o intuito de criar relatórios, disponibilizar informações pertinentes e padronizar e otimizar o rendimento;9. Elaborar cronogramas e acompanhar a realização dos eventos, bem como administrar a agenda do superior, facilitando o cumprimento das obrigações assumidas, contribuindo com o cumprimento de prazos; Acompanhar e coordenar a execução de atividades em sua área de atuação, quando necessário e/ou solicitado, distribuindo tarefas, apurando irregularidades, efetuando conferências e analisando resultados; Elaborar pareceres, informes e relatórios, realizando pesquisas, entrevistas, fazendo observações e sugerindo medidas para implantação, desenvolvimento e aperfeiçoamento de atividades em sua área de atuação.
 

Continuar lendo

Atualizado: 12/06/2018 - 10:13

Governo de SP autoriza concurso para 23 vagas na SSRH

Autorização para a Secretaria de Saneamento e Recursos Hídricos do Estado de São Paulo (SSRH SP) é destinada ao cargo de especialista ambiental I

Para especialista

Por JCConcursos - Camila Diodato

O governador de São Paulo, Márcio França, autorizou a abertura de novo concurso público para o quadro de pessoal da Secretaria de Saneamento e Recursos Hídricos do Estado (SSRH SP), que pertence à Secretaria do Estado do Meio Ambiente (SMA SP).

Ao todo, o dirigente liberou 23 oportunidades para a carreira de especialista ambiental I. Tal posto se destina aos profissionais que tenham concluído o ensino superior em diversas áreas de atuação.

Consta no site da Unidade Central de Recursos Humanos de São Paulo, que o salário atual para quem desempenha a função corresponde ao valor de R$ 6.003. Quem exerce o cargo precisa cumprir jornadas de 40 horas semanais.

Os próximos passos para a realização do concurso da SSRH SP são a formação da comissão e a escolha da banca organizadora. Feito isso, poderá ser elaborado o cronograma contendo as datas de lançamento do edital, do período de inscrições e da aplicação das provas.

 

Funções do analista 

 

Os aprovados no concurso da SSRH SP terão os seguintes deveres: regulação, controle, fiscalização, licenciamento e execução de auditoria ambiental; monitoramento ambiental; proteção e controle da qualidade ambiental; exame de documentos e acompanhamento de projetos; conservação dos ecossistemas e das espécies neles inseridas, incluindo manejo e proteção; estímulo e difusão de tecnologias, informação e educação ambientais; elaboração de pareceres técnicos e informações; e execução de outras atividades afins.

 

 

 

 

Continuar lendo

Atualizado: 12/06/2018 - 09:52

Concurso IPHAN: SAIU edital para 411 vagas

Com inscrições a partir de 18 de junho, concurso do Iphan preencherá postos em cargos auxiliar, técnico e analista. Salários chegam a R$ 5,4 mil

Níveis médio e superior

Por JCConcursos - Samuel Peressin

Foi divulgado nesta terça-feira (12) o edital do novo concurso do Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional). A seleção preencherá 411 vagas distribuídas em todo o Brasil, além de formar cadastro reserva.  


O processo seletivo oferece 131 postos para auxiliar institucional (R$ 3.877,97), 176 para técnico (R$ 5.493,29) e 104 para analista (R$ 5.493,29). A primeira posição requer ensino médio completo, enquanto as demais cobram formação superior. Os valores já incluem o auxílio-alimentação de R$ 458.

APOSTILAS CONCURSO IPHAN 2018 - CARGOS DE NÍVEIS MÉDIO E SUPERIOR
CURSO ONLINE CONCURSO IPHAN 2018 - TÉCNICO E ANALISTA

As oportunidades estão distribuídas entre a sede do órgão, em Brasília, e superintendências/escritórios técnicos em todos os Estados brasileiros. Para São Paulo, foram disponibilizados 18 postos.  

As inscrições para o concurso do Iphan abrem às 10h de 18 de junho e se encerram às 18h de 9 de julho, por meio do site http://www.cespe.unb.br/concursos. As taxas custam R$ 84 (nível médio) e R$ 117 (superior). 

 

Concurso Iphan: distribuição das vagas por área de formação


Parte das chances para auxiliar institucional é destinada a candidatos que possuem, além de segundo grau, formação técnica em conservação e restauração de bens culturais móveis; edificações; e agronomia ou jardinagem.  

 

As oportunidades para técnico no concurso do Iphan atendem profissionais formados em ciências sociais ou antropologia; arqueologia; arquitetura e urbanismo; arquivologia; biblioteconomia; ciências biológicas; engenharia agronômica; engenharia civil; história; e educação, pedagogia ou ciências humanas. 

 


Ads

Curso Intensivo Gratuito para Concurso IPHAN

Para ajudar na preparação dos que realmente desejam passar nesse concurso, transmitiremos ao vivo e gratuitamente a partir de 18 de junho, o Curso Intensivo IPHAN. O conteúdo engloba desde português a história. São várias matérias de relevância com conteúdo de qualidade. Confira.

 

Já para analista, as opções são voltadas a participantes com graduação em qualquer área; comunicação social, jornalismo ou relações públicas; engenharia cartográfica, geografia ou geociências; e relações internacionais.

Sobre as provas do concurso do Iphan 2018


O processo seletivo envolverá provas objetiva e discursiva para todos os cargos, com aplicação prevista para 26 de agosto, nas capitais dos 26 Estados, além do Distrito Federal.

 

A primeira avaliação trará 120 questões de múltipla escolha, enquanto a segunda cobrará a elaboração de um texto dissertativo com até 30 linhas abordando tema da atualidade. 

 

O conteúdo programático inclui conhecimentos básicos (língua portuguesa, fundamentos da preservação do patrimônio cultura, noções de gestão/administração pública e atualidades) e específicos.

 

Haverá também análise de títulos para funções de nível superior, em período a ser definido. Os candidatos convocados poderão apresentar diplomas de especialização, mestrado e doutorado, bem como documentos que comprovem experiência profissional nos setores público e privado. 


De acordo com o edital, o concurso do Iphan terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério da instituição. 

 

Atribuições do auxiliar institucional no concurso do Iphan

 

Desenvolver atividades de nível intermediário de suporte às áreas administrativa e finalística, que compreendam a execução de atividades rotineiras de cunho administrativo e logístico; dar suporte às atividades que compõem o ciclo de gestão documental; dar suporte à análise, diagnóstico e intervenção em bens culturais móveis; dar apoio às atividades técnicas relativas à elaboração e análise de projetos e orçamentos e fiscalização de obras; dar suporte às atividades de fiscalização; realizar atividades de conservação e manutenção dos jardins históricos sob a gestão do Iphan; e outras atividades compatíveis com as atribuições profissionais e competências institucionais.

 

Concurso Iphan 2018: atribuições do técnico

 

Desenvolver atividades de nível superior, de complexidade e responsabilidade elevadas, que compreendam elaborar estudos, análises, pareceres, laudos, notas, relatórios e avaliações técnicas para instrução e acompanhamento de processos relativos à salvaguarda e à preservação do patrimônio cultural; avaliar o impacto ao patrimônio cultural em projetos e empreendimentos, inclusive no âmbito do licenciamento ambiental; realizar vistorias, levantamentos e avaliações de campo; acompanhar e se manifestar em processos relacionados a políticas intersetoriais e temáticas transversais ao patrimônio cultural; desenvolver e participar das atividades de articulação e mobilização social necessárias às ações institucionais; integrar conselhos representativos, comissões, grupos e equipes de trabalho de interesse da administração; elaborar e analisar orçamentos; acompanhar e fiscalizar intervenções e(ou) serviços; realizar intervenções conservativas e(ou) restaurativas de bens culturais e acervos sob a gestão do Iphan; elaborar termos de referência, projetos e editais; fiscalizar contratos, convênios e instrumentos congêneres e outras atividades compatíveis com as atribuições profissionais e competências institucionais.

 

Atribuições do analista no concurso do Iphan


Desenvolver atividades de nível superior, de complexidade e responsabilidade elevadas que compreendam o assessoramento especializado voltado para a gestão dos processos relativos à salvaguarda e à preservação do patrimônio cultural; acompanhar e se manifestar em processos relacionados a políticas intersetoriais e temáticas transversais ao patrimônio cultural; desenvolver e participar das atividades de articulação e mobilização social necessárias às ações institucionais; participar em conselhos representativos, comissões, grupos e equipes de trabalho de interesse da administração; elaborar e analisar orçamentos; executar atividades de gestão administrativa, orçamentária e financeira; acompanhar e fiscalizar projetos e(ou) serviços; elaborar termos de referência, projetos e editais; fiscalizar contratos, convênios e instrumentos congêneres; e outras atividades compatíveis com as atribuições profissionais e competências institucionais.

 

Conteúdo programático parcial para o concurso do Iphan

 

Língua portuguesa - 1 Compreensão e interpretação de textos de gêneros variados. 2 Reconhecimento de tipos e gêneros textuais. 3 Domínio da ortografia oficial. 4 Domínio dos mecanismos de coesão textual. 4.1 Emprego de elementos de referenciação, substituição e repetição, de conectores e de outros elementos de sequenciação textual. 4.2 Emprego de tempos e modos verbais. 5 Domínio da estrutura morfossintática do período. 5.1 Emprego das classes de palavras. 5.2 Relações de coordenação entre orações e entre termos da oração. 5.3 Relações de subordinação entre orações e entre termos da oração. 5.4 Emprego dos sinais de pontuação. 5.5 Concordância verbal e nominal. 5.6 Regência verbal e nominal. 5.7 Emprego do sinal indicativo de crase. 5.8 Colocação dos pronomes átonos. 6 Reescrita de frases e parágrafos do texto. 6.1 Significação das palavras. 6.2 Substituição de palavras ou de trechos de texto. 6.3 Reorganização da estrutura de orações e de períodos do texto. 6.4 Reescrita de textos de diferentes gêneros e níveis de formalidade.

 

Fundamentos da preservação do patrimônio cultura - Noções sobre história política, econômica e social do Brasil. 1.1 Noções sobre história e institucionalização do patrimônio cultural no Brasil e no mundo, com ênfase na trajetória do IPHAN. 2 Marcos internacionais da preservação: Convenção relativa à Proteção do Patrimônio Mundial, Cultural e Natural (1972); Convenção para a Salvaguarda do Patrimônio Cultural Imaterial (2003). 3 Legislação brasileira sobre preservação de bens culturais. 3.1 Constituição Federal (artigos 20, 23, 24, 30, 215 e 216). 3.2 Decreto-Lei nº 25/1937, e suas alterações. 3.3 Lei nº 3.924/1961. 3.4 Lei nº 11.483/2007, e suas alterações (art. 9º). 3.5 Decreto nº 3.551/2000. 3.6 Decreto nº 9.238/2017. 4 Legislação aplicada ao patrimônio cultural. 4.1 Portaria IPHAN nº 187/2010; Portaria IPHAN nº 420/2010; Portaria IPHAN nº 127/2009; Portaria IPHAN nº 137/2016.

 

Noções de gestão e administração pública - 2.1 Princípios e normas referentes à administração direta e indireta. 2.2 Lei nº 8.666/1993, e suas alterações (Licitações e contratos administrativos). 3 Legislação administrativa. 3.1 Lei nº 8.112/1990, e suas alterações. 3.2 Lei nº 9.784/1999, e suas alterações (Processo Administrativo). 3.3 Lei nº 12.527/2011 (Lei de acesso à informação). 3.4 Código de Ética Profissional do Servidor Público Civil do Poder Executivo Federal, instituído pelo Decreto nº 1.171/1994, e suas alterações. 4 Gestão de pessoas no setor público. 4 Gestão de processos. 4.1 Conceitos da abordagem por processos. 4.2 Técnicas de mapeamento, análise e melhoria de processos.

 

Atualidades - (somente para a prova discursiva): 1 Tópicos atuais e relevantes de diversas áreas, tais como: política, economia, sociedade, educação, cultura, desenvolvimento sustentável e meio ambiente, relacionados ao patrimônio cultural.

 

Confira o conteúdo programático completo para o concurso do Iphan 2018

Continuar lendo

Atualizado: 11/06/2018 - 15:44

SAAE de Costa Rica MS realiza concurso com nove vagas

Concurso do Saae de Costa Rica inscreve para postos de ajudante de operação, faxineira e agente de digitação, com salários de R$ 1,5 mil. Inscrições vão até 24 de junho

Três cargos

Por JCConcursos - Samuel Peressin

O Serviço Municipal de Água e Esgoto (Saae) de Costa Rica, em Mato Grosso do Sul, abriu concurso público destinado a preencher nove vagas imediatas.

 

O edital apresenta chances para ajudante de operação (5 postos) e faxineira (2), com exigência de ensino fundamental, e agente de digitação (2), cargo que requer nível médio. Todas as funções pagam R$ 1.553,24.

 

As inscrições para o concurso do Saae de Costa Rica seguem disponíveis até 24 de junho, por meio do site www.klcconcursos.com.br. As taxas custam R$ 25,21 (ajudante e faxineira) e R$ 29,79 (agente).

 

A seleção inclui provas objetiva e de títulos para todas as carreiras, em 29 de julho, além de avaliação prática apenas para agente de digitação, em 12 de agosto. 

 

O concurso do Saae de Costa Rica terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério da autarquia, conforme estabelece o edital.

 

O que vai cair na prova do Saae de Costa Rica 2018

 

Língua portuguesa (nível fundamental) - Alfabeto da Língua Portuguesa; Ordem Alfabética; Ordenação de Frases; Ortografia; Divisão Silábica e Classificação quanto ao número de sílabas; Frases: Interrogativa - Exclamativa - Afirmativa - Negativa; Classes de Palavras; Comparação de palavras entre si: Sinônimos e Antônimos; Acentuação Gráfica; Sinais de Pontuação; Concordância dos Nomes (substantivos) e dos Verbos; Análise e Interpretação de Textos.

 

Língua portuguesa (nível médio) - Leitura e interpretação de texto. Noções gerais de gramática. Fonologia - ortografia - acentuação gráfica - estrutura e formação de palavras - verbos: tempo, modo, cargo - substantivos: classificação e cargo – flexão de gênero, número e grau, formação e análise - artigo - adjetivo: conceito, classificação correspondência e locuções adjetivas, flexões - advérbios: classificação, flexão, grau e cargo – numeral: tipos e cargo - pronomes: conceito, classificação - preposição - conjunções - interjeições - Sintaxe: frase, oração, período - pontuação - tipos de frases - complementos verbais e nominais - vozes verbais – orações subordinadas - orações coordenadas - concordância verbal e nominal - regência verbal e nominal - Problemas gerais da língua culta: grafia de palavras e expressões - crase - Derivação prefixal e sufixal – Recursos fonológicos, morfológicos, sintáticos, semânticos – figuras de linguagem - figuras de palavra - figuras de pensamento – significação das palavras – vícios de linguagem.

 

Matemática (nível fundamental) - Conjunto de números: naturais, inteiros, racionais, irracionais, reais, operações, expressões (cálculo), problemas, raiz quadrada; MDC e MMC - cálculo - problemas; Porcentagem; Juros Simples; Regras de três simples e composta; Sistema de medidas: comprimento, superfície, massa, capacidade, tempo, volume; Sistema Monetário Nacional (Real); Equações: 1º e 2º graus; Inequações do 1º grau.

 

Matemática (nível médio) - Números Radicais: operações - simplificação, propriedade - racionalização de denominadores; Equação de 2º grau: resolução das equações completas, incompletas, problemas do 2º grau; Equação de 1º grau: resolução -problemas de 1º grau; Equações fracionárias; Relação e Função: domínio, contradomínio e imagem; Função do 1ºgrau - função constante; Razão e Proporção; Grandezas Proporcionais; Regra de três simples e composta; Porcentagem; Juros Simples e Composto; Conjunto de números reais; Fatoração de expressão algébrica; Expressão algébrica - operações; Expressões fracionárias - operações - simplificação; PA e PG; Sistemas Lineares; Números complexos; Função exponencial: equação e inequação exponencial; Função logarítmica; Análise combinatória; Probabilidade; Função do 2º grau; Trigonometria da 1ª volta: seno, cosseno, tangente, relação fundamental; Geometria Analítica; Geometria Espacial; Geometria Plana; Operação com números inteiros e fracionários; MDC e MMC; Raiz quadrada; Sistema Monetário Nacional (Real); Sistema de medidas: comprimento, superfície, massa, capacidade, tempo e volume.

 

Conhecimentos gerais (todos os cargos) - Tópicos relevantes de diversas áreas: geografia, história, política, cultura, economia, esportes, saúde, educação, sociedade e atualidades, tanto na esfera nacional quanto internacional. Aspectos Históricos e Geográficos do Estado do Mato Grosso do Sul e do município de Costa Rica - MS.

 

Conhecimentos específicos (agente digitador) - Noções de Hardware e Software. MS-Windows XP: conceito de pastas, diretórios, arquivos e atalhos, área de trabalho, área de transferência, manipulação de arquivos e pastas, uso dos menus, programas e aplicativos, interação com o conjunto de aplicativos MS-Office 2003. MS-Word 2003: estrutura básica dos documentos, edição e formatação de textos, cabeçalhos, parágrafos, fontes, colunas, marcadores simbólicos e numéricos, tabelas, impressão, controle de quebras e numeração de páginas, legendas, índices, inserção de objetos, campos predefinidos, caixas de texto. MS-Excel 2003: estrutura básica das planilhas, conceitos de células, linhas, colunas, pastas e gráficos, elaboração de tabelas e gráficos, uso de fórmulas, funções e macros, impressão, inserção de objetos, campos predefinidos, controle de quebras e numeração de páginas, obtenção de dados externos, classificação de dados. MS-PowerPoint 2003: estrutura básica das apresentações conceitos de slides, anotações, régua, guias, cabeçalhos e rodapés, noções de edição e formatação de apresentações, inserção de objetos, numeração de páginas, botões de ação, animação e transição entre slides. Correio Eletrônico: uso de correio eletrônico, preparo e envio de mensagens, anexação de arquivos. Internet: Navegação Internet, conceitos de URL, links, sites, busca e impressão de páginas. Lei Complementar nº 20/2006 alterada pela Lei Complementar nº 54/14 - Estatuto dos Servidores Públicos do Município de Costa Rica.

 

Conhecimentos específicos (ajudante de operação) - Noções de higiene e limpeza. Destinação do lixo. Equipamentos para a segurança e higiene. Normas de segurança. Noções básicas sobre auxílio nos trabalhos ligados à área de limpeza pública, capina, construção civil, pintura, encanamento, bem como, noções sobre equipamentos e ferramentas. Ética profissional. Lei Complementar nº 20/2006 alterada pela Lei Complementar nº 54/14 - Estatuto dos Servidores Públicos do Município de Costa Rica.

 

Conhecimentos específicos (faxineira) - Fundamentos e técnicas na execução de serviços no prédio, pátios, salas, banheiros, vestiários, cozinhas e outros locais de trabalho. Noções de manuseio de produtos, equipamentos e ferramentas. Manutenção e conservação de prédios públicos, para garantir o bom funcionamento e assegurar as condições de higiene. Tratamento e destino do lixo: prevenção de doenças; higiene ambiental, de utensílios e equipamentos; prevenção e controle de insetos e roedores; noções de armazenamento de gêneros alimentícios da copa; noções de limpeza, arrumação e guarda de louças e utensílios da copa; noções de serviços inerentes a copa (fazer café, chá e sucos e servir nos locais destinados; questões de segurança e prevenção de acidente no trabalho; higiene pessoal; noções de cidadania; relacionamento com o público; demais conhecimentos compatíveis com as atribuições do cargo. Normas de Segurança. Lei Complementar nº 20/2006 alterada pela Lei Complementar nº 54/14 - Estatuto dos Servidores Públicos do Município de Costa Rica.

Continuar lendo

Atualizado: 11/06/2018 - 14:26

Praia Grande SP retoma concurso para procurador

Com salário de R$ 7,5 mil, carreira requer curso superior em direito e registro na OAB. Inscrições para o concurso da Prefeitura de Praia Grande seguem disponíveis até 12 de julho

Cinco vagas

Por JCConcursos - Samuel Peressin

A Prefeitura de Prefeitura de Praia Grande, no litoral de São Paulo, retomou o concurso para procurador que estava suspenso desde 2017. O novo edital oferece cinco vagas.  

 

Com salário inicial de R$ 7.582,32, a carreira é destinada a profissionais com curso superior em direito e registro na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). 

 

A jornada de trabalho corresponde a 40 horas semanais, em regime de dedicação exclusiva – o que impede o exercício da advocacia em outra função.

 
As inscrições serão recebidas até 12 de julho, por meio do site do Instituto Brasileiro de Administração Municipal (Ibam), no endereço: www.ibamspconcursos.org.br. O valor da taxa é de R$ 92.

 

Candidatos que se inscreveram ainda no ano passado, antes da suspensão do edital 1/2017, seguem com o registro de participação válido. 


Provas do concurso para procurador da Prefeitura de Praia Grande 

 

Em 29 de julho, os concorrentes farão prova objetiva com 50 questões de língua portuguesa e conhecimentos específicos, além de exame prático-profissional, que cobrará a elaboração de um parecer jurídico.

 

Para a avaliação de títulos, serão considerados diplomas de especialização, mestrado e doutorado. A divulgação das datas para entrega dos documentos ocorrerá em breve.

 

De acordo com o edital, o concurso da Prefeitura de Praia Grande terá validade de um ano, prorrogável por mais um, a critério do governo municipal. 

 

Atribuições do procurador no concurso da Prefeitura de Praia Grande 2018

 

Propor ações de interesse do Município e defende-lo nas ações contrárias até decisão final, usando dos recursos legais, acompanhando e praticando todos os atos judiciais necessários; Emitir parecer em processos administrativos de qualquer natureza, fundamentando em razões de ordem doutrinária, sobre matéria jurídica em discussão; Minutar Contratos, Termos e Reti-ratificações, Aditamentos e Termos de Compromisso; Minutar Projetos de Leis e Decretos, quando determinado pelo Prefeito ou pelo Procurador Geral do Município; Manter arquivo de documentos relacionados às atividades da Procuradoria; Outras funções que lhe forem delegadas pelo Procurador Geral do Município bem como, assisti-lo sempre que solicitado. Fazer cumprir os prazos para elaboração e redação de pareceres, que será de 15 (quinze) dias, prorrogáveis a critério do Procurador Geral do Município, desde que solicitados e justificado o motivo do atraso; Propor ações de interesse do Município e defende-lo nas ações contrárias até decisão final, usando dos recursos legais, acompanhando e praticando todos os atos judiciais necessários; Emitir parecer em processos administrativos de qualquer natureza, fundamentando em razões de ordem doutrinária, sobre matéria jurídica em discussão; Supervisionar todos os trabalhos elaborados pelos Procuradores subordinados; Responder interinamente pelo expediente da Procuradoria Geral ou qualquer outra Divisão, no caso de vacância ou impedimento do titular; Supervisionar a Seção de Serviços Forenses; Supervisionar a Seção de Precatórios; Avaliar programas de treinamentos e propor ao seu Superior; Convocar e reunir, quando necessário, sob sua coordenação, seus subordinados, dando ciência ao seu Superior; Supervisionar frequência, pontualidade de seus subordinados, dando ciência ao seu Superior; Solicitar ao seu Superior a instauração de Sindicância ou Inquérito Administrativo em razão de ato praticado pelos seus subordinados de que tiver conhecimento por escrito; Outras funções que lhe forem delegadas pelo Procurador Geral do Município, sempre que solicitado.

 

O que vai cair na prova para procurador no concurso da Prefeitura de Praia Grande 2018

 

Língua portuguesa - Questões que possibilitem avaliar a capacidade de Interpretação de texto, conhecimento da norma culta na modalidade escrita do idioma e aplicação da Ortografia oficial; Acentuação gráfica; Pontuação; Classes gramaticais; Concordância verbal e nominal; Pronomes: emprego e colocação e Regência nominal e verbal.

 

Direito administrativo – Dos Atos administrativos: conceitos, requisitos, atributos, validade, eficácia, vigência, espécie, exteriorização, extinção, revogação, anulação, convalidação, atos vinculados, discricionários, inexistentes, nulos e anuláveis, de direito privado; Procedimento Administrativo: devido processo legal, licitação: conceito, finalidade, objeto, princípios, modalidades, dispensabilidade, inelegibilidade, adjudicação, homologação e anulação; Bens Públicos: conceito, classificação, aquisição, uso, imprescritibilidade, impenhorabilidade, e não oneração, concessão, permissão, autorização, servidões administrativas, da alienação dos bens públicos; Desapropriação: conceitos, requisitos, por utilidade pública, por zona e indireta, para urbanização e reurbanização e retrocessão; Serviço Público: conceitos, requisitos, remuneração, execução, centralizada e descentralizada; Poder regulamentar e poder de polícia: conceito, competência e limites; Contratos administrativos: conceitos, princípios, requisitos e execução; Servidores Públicos: princípios constitucionais, regime jurídico, provimento, acumulação, estabilidade, reintegração, responsabilidade civil, penal, disciplinar e responsabilidade patrimonial do Estado. Cargo, emprego, função.

 

Direito constitucional – Constituição: conceito e espécies, interpretação e aplicabilidade das normas constitucionais, controle da constitucionalidade, órgãos e formas; A federação, a república, a democracia e o estado de direito: conceitos; A tripartição dos poderes: o Poder Legislativo, o Poder Executivo e o Poder Judiciário; O Estado federal: a União, os Estados, O Distrito Federal e os Municípios; Os Municípios: Lei Orgânica Municipal, autonomia, competência, organização política e administrativa, intervenção nos municípios, fiscalização financeira e orçamentária; O Processo Legislativo: conceito de Lei, fases do processo, espécies normativas e processo orçamentário; Controle de constitucionalidade de atos municipais; O mandado de Segurança e ação Popular; A Administração Pública: conceito, princípios, controle interno e controle externo – Tribunal de Contas.

 

Direito tributário – Fontes do Direito tributário; Sistema Constitucional Tributário: competência, princípios constitucionais tributários, limitações constitucionais; Código Tributário Nacional: normas gerais - vigência, aplicação e interpretação da legislação tributária - tributos, espécies – fato gerador, conceito, aspectos e classificação, crédito tributário e obrigação tributária, espécies – sujeição ativa e passiva direta e indireta, capacidade – domicílio tributário – constituição, suspensão, exclusão extinção do crédito tributário – garantias e privilégios de crédito tributário – administração tributária – dívida ativa; Impostos municipais – IPTU, ISS e ITBI; Taxas Contribuição de melhoria; Lei de Responsabilidade Fiscal (L.C. 101/00) – administração da Receita Pública – da previsão e da arrecadação tributária – renúncia de receita e medidas de compensação; Precatórios Judiciais; Conceitos e limites de Dívida Pública. Direito Civil:- Das pessoas – pessoa natural, pessoa jurídica de direito privado e de direito público; Dos fatos jurídicos – conceito; Dos atos jurídicos – conceito; elementos constitutivos, classificação, defeitos, formas, nulidade, prescrição e decadência; Dos atos ilícitos – conceito; elementos constitutivos, abuso do direito; A propriedade, conceito, generalidades, aquisição, e perda da propriedade móvel e imóvel – aposse – conceito; Da Dação em pagamento e suas modalidades; Da Compensação.

 

Direito processual civil – Da jurisdição e da competência – natureza da jurisdição – pressupostos e condições da ação – das partes e dos procuradores – litispendência; Da prescrição e decadência; Do procedimento ordinário e sumário; Da sentença e dos recursos, da coisa julgada; Do processo de execução; Da execução fiscal; Das medidas cautelares.

 

Direito penal – Dos crimes contra a Administração Pública; Dos crimes contra a ordem tributária; Crimes contra as finanças públicas (Lei nº 10.028 de 19/10/00) Crime de responsabilidade e acréscimo à Lei nº 1.079/50, pela Lei Complementar nº 101/00; Crime de responsabilidade de Prefeitos e vereadores com alterações ao Decreto-Lei nº 201/67; Lei nº 8.429/92.
 

Continuar lendo

Atualizado: 11/06/2018 - 14:18

Rio Claro SP divulga edital de concurso com 135 vagas

A participação no concurso da Prefeitura Municipal de Rio Claro deverá ser garantida entre os dias 14 de junho e 16 de julho. Os salários iniciais oferecidos chegam a R$ 4,9 mil

Todos os níveis

Por JCConcursos - Patricia Lavezzo

A Prefeitura Municipal de Rio Claro, localizada no interior do Estado de São Paulo, a cerca de 178 km da capital, divulgou um novo edital de concurso público destinado ao provimento de 135 vagas do seu quadro de efetivos. 

Para ensino fundamental, as chances são para as funções de agente de serviços gerais (20 vagas), agente operacional (15), operador de máquinas (5), sepultador (2), agente de suporte cultural (2), agente funerário (1), condutor de veículos (5) e agente de manutenção nas áreas de auxiliar de serviços técnicos - som (1), eletricista (2), encanador (2), pedreiro (3) e pintor (2). Os salários iniciais oscilam entre R$ 1.066,76 e R$ 1.254,67.

Quem tem o ensino médio e/ou curso técnico está apto às carreiras de agente educacional (20), agente escolar (3), assistente de gestão municipal (5), atendente de comunicação (1), educador social (4), fiscal de tributos (2), técnico agrícola (1), técnico de contabilidade (2), técnico em edificações (1), técnico em agrimensura (1), técnico em enfermagem (1), técnico de informática (2) e técnico de segurança do trabalho (2). Os vencimentos variam de R$ 1.407,22 a R$ 1.795,33. 

Aqueles que têm o nível superior podem concorrer para os cargos de analista de gestão municipal (2), analista de meio ambiente e planejamento urbano (2), analista de políticas públicas (1), analista em tecnologia da informação (2), arquiteto (2), assistente social (5), auditor fiscal (1), contador (1), engenheiro agrimensura (1), engenheiro ambiental (1), engenheiro civil (2), engenheiro elétrica/eletrônica (1), fisioterapeuta (1), médico ambulatorial (1), médico do trabalho (1), médico veterinário (1) e psicólogo (5). As remunerações partem de R$ 2.040,66 e chegam a R$ 4.941,86. 

APOSTILAS CONCURSO PREFEITURA DE RIO CLARO 2018 - CARGOS DE NÍVEIS FUNDAMENTAL E MÉDIO

Além dos vencimentos, a Prefeitura de Rio Claro ainda oferece para os seus servidores o benefício do vale-alimentação.

 

Como participar do concurso da Prefeitura de Rio Claro SP

 

As inscrições deverão ser realizadas no endereço eletrônico do Instituto Mais (www.institutomais.org.br) entre os dias 14 de junho e 16 de julho. Os valores da taxa de participação são de R$ 42 para ensino fundamental, R$ 55 para nível médio e curso técnico e R$ 69 para formação superior. 

Serão aceitas inscrições para mais de um cargo, desde que a prova objetiva será aplicada em horários distintos, especificados a seguir: período da manhã para agente de serviços gerais, sepultador, agente de manutenção em todas as áreas, agente de suporte cultural, agente funerário, condutor de veículos, agente escolar, assistente de gestão municipal, educador social,  fiscal de tributos, técnico agrícola, técnico de contabilidade, técnico de edificações, técnico em agrimensura, técnico em enfermagem, técnico de informática, técnico de segurança do trabalho, analista de meio ambiente e planejamento urbano e analista de políticas públicas; e à tarde para agente operacional, operador de máquinas, agente educacional, atendente de comunicação, analista de gestão municipal, analista em tecnologia da informação, arquiteto, assistente social, auditor fiscal, contador, engenheiro agrimensura, engenheiro ambiental, engenheiro civil, engenheiro elétrica/eletrônica, fisioterapeuta, médico ambulatorial, médico do trabalho, médico veterinário e psicólogo. 

 

Provas do concurso da Prefeitura de Rio Claro SP

 

Todos os candidatos serão avaliados por meio de prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório. Ela será composta por questões de múltipla escolha que versarão sobre as matérias de língua portuguesa, matemática, atualidades, noções de informática, conhecimentos básicos de legislação, políticas da saúde, clínica médica e/ou conhecimentos específicos. 

A avaliação será aplicada na cidade de Rio Claro/SP no dia 26 de agosto, em locais e horários a serem comunicados no edital de convocação, a ser divulgado, oportunamente, nos sites do Instituto Mais e da prefeitura (www.rioclaro.sp.gov.br).

A etapa final do concurso da Prefeitura de Rio Claro será a prova prática, exclusiva para os cargos de agente de serviços gerais, agente operacional, operador de máquinas, sepultador, agente de manutenção todas as áreas, condutor de veículos e agente educacional.

Continuar lendo

Atualizado: 11/06/2018 - 13:18

Iaras SP inscreve para concurso com 18 vagas

Prazo para registro de candidaturas no concurso da Prefeitura de Iaras termina em 17 de junho. Edital apresenta chances para profissionais de todas as escolaridades

Últimos dias

Por JCConcursos - Samuel Peressin

Seguem abertas até as 23h59 do próximo domingo (17) as inscrições para o concurso da Prefeitura de Iaras, no interior de São Paulo, destinado a preencher 18 vagas imediatas. Os salários variam de R$ 965 a R$ 9.424.

 

Profissionais com nível fundamental incompleto têm opções como serviços gerais - masculino (1 posto), serviços gerais - feminino (1), operador de máquina (1), cozinheira/merendeira (1) e motorista/serviços gerais (1), enquanto candidatos que concluíram esse ciclo escolar estão aptos a concorrer como recepcionista (1), pajem - Casa Abrigo (1) e escriturário (1).

 

Ensino médio é requisito para cuidador (1), pajem (1), atendente de consultório dentário (1) e técnico de enfermagem (1), função que também requer formação técnica.

 

Há cargos de nível superior para assistente social (1), médico clínico geral (1), psicólogo (1), psicopedagogo (1), farmacêutico (1) e fonoaudiólogo (1).

 

Concurso Prefeitura Iaras: inscrições e provas

 

A seleção é organizada pela Consesp, que recebe inscrições por meio do site: www.consesp.com.br. As taxas custam R$ 30 (ensino fundamental), R$ 40 (médio) e R$ 50 (superior).


O processo seletivo envolverá provas objetiva (todos os cargos), de títulos (psicopedagogo) e prática (motorista e operador de máquina), todas em 15 de julho.  

 

De acordo com o edital, o concurso da Prefeitura de Iaras terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério do governo municipal.

 

Atribuições do escriturário no concurso da Prefeitura de Iaras 2018

 

Digitar cartas, memorandos, relatórios e demais correspondências da unidade, atendendo às exigências de padrões estéticos, baseando-se nas minutas fornecidas para atender às rotinas administrativas. Recepcionar pessoas que procuram a unidade, inteirando-se dos assuntos a serem tratados, objetivando prestar-lhes as informações desejadas. Organizar e mantém atualizado o arquivo de documentos de unidade, classificando-os por assunto, em ordem alfabética, visando à agilização de informações. Efetuar controles relativamente complexos, envolvendo interpretação e comparação de dois ou mais dados, conferência de cálculos de licitações, controle de férias, contábil e/ou outros tipos similares de controle, para o cumprimento das necessidades administrativas. Efetuar cálculos utilizando fórmulas e envolvendo dados comparativos: cálculos de áreas, metragens de muros e passeios, cálculos de juros de mora, correção monetária e outros. Atender e efetuar ligações telefônicas, anotando ou enviando recados e dados de rotina ou prestando informações relativas aos serviços executados. Receber e transmitir fax. Controlar o recebimento e expedição de correspondência, registrando-a em livro próprio, com a finalidade de encaminhá-la ou despachá-la para as pessoas interessadas. Redigir memorandos, circulares, relatórios, ofícios simples, observando os padrões estabelecidos para assegurar o funcionamento do sistema de comunicação administrativa. Executar outras tarefas correlatas determinadas pelo superior imediato.
 

Continuar lendo

Atualizado: 11/06/2018 - 12:00

MP SP forma equipe que acompanhará concurso de analista

Oferta inicial é de 30 vagas, mas outras poderão ser preenchidas durante a validade do certame, que será para todo o Estado. Comissão já está formada

Inicial de R$ 7,6 mil

Por JCConcursos - Fernando Cezar Alves

O Ministério Público do Estado de São Paulo (MP/SP) divulgou, por meio de publicação em diário oficial, no último dia 9 de junho, os nomes dos membros que farão parte da equipe multiprofissional, destinada a acompanhar todos os procedimentos do concurso público que será realizado para o cargo de analista jurídico. A seleção, autorizada em 12 de fevereiro, contará com uma oferta de 30 vagas e para concorrer é necessário possuir formação de nível superior em direito, com remuneração inicial de R$ 7.697,23, para jornada de trabalho de 40 horas semanais.


De acordo com informações obtidas junto ao setor de recursos humanos do órgão, esta equipe multiprofissional, formada de membros com formações em diversas áreas, como medicina, psicologia e fonoaudiologia, ficará responsável por acompanhar diversos procedimentos da seleção, incluindo avaliações específicas e os últimos acertos do edital com a banca, já definida, que será a Fundação Vunesp.  A expectativa é de que o edital seja publicado no decorrer das próximas semanas, mas a data ainda deverá ser confirmada, segundo responsáveis pelo setor.


A equipe multiprofissional, que não corresponde à comissão do concurso, que já havia sido constituída, é formada pelos seguintes servidores: Sandra Lucia Garcia Massud, Rodrigo Itocazo Rocha, Dagmar Menichetti, Ana Paula Sanches, Neusa Gonçalves de Souza e Fabio Fernando Ruiz Hajnal

Segundo informações obtidas junto ao setor de recursos humanos do órgão, a intenção é publicar o edital junto com o de outros dois concursos autorizados em 2017, para os cargos de auxiliar de promotoria e analista téncico científico, condição agora reforçada com a contratação da Vunesp, que já havia sido definida para os concursos de auxiliar e analista científico.

Mais informações sobre estes concursos podem ser obtidas aqui.

De acordo com a autorização de analista jurídico, as oportunidades serão destinadas para a capital, Grande São Paulo, litoral e interior. Também no dia 12 já foi anunciada, por publicação em diário oficial, a relação dos membros que formarão a comissão responsável pelo concurso. Com isto, a expectativa é de que o edital seja publicado de forma bastante rápida, assim que contratada a banca organizadora. A expectativa é de que seja a Fundação Vunesp, para que os três editais possam ser publicados no mesmo dia, uma vez que a banca já foi confirmada para os cargos de auxiliar de promotoria e analista técnico científico.

De acordo com a autorização do concurso, além das vagas iniciais, outras poderão ser preenchidas durante o prazo de validade do concurso.


A autorização especifica, ainda, que a realização do concurso se deve a oportunidades criadas no ano passado, pela lei 16.501/2017, na qual o governador Geraldo Alckmin sancionou a criação de 546 vagas para a assistência jurídica do MP. A determinação governamental indicava que, do total de postos criados, 273 deveriam ser preenchidos em 2017 e mais 273 no decorrer deste ano. Com isto, a expectativa é de que muitas oportunidades deverão ser aproveitadas, além das 30 inicialmente autorizadas.    A comissão do concurso é presidida pelo promotor Marcio Francisco Escudeiro Leite e conta, ainda, com o promotor Denis Fábio Marsola, pela assessora Vivian Seabra e pela oficial de promotoria Layla Juliana Camillo Ribeiro de Carvalho.      

Atribuições

   Cabe ao profissional da área elaborar minutas de peças processuais, pareceres e outras manifestações próprias da função de execução, além de análises, estudos, exames, pesquisas, relatórios e trabalho de natureza jurídica; auxiliar na realização de audiências, reuniões e sessões; acompanhar o andamento dos processos judiciais, inquéritos policiais ou civis, bem como procedimentos administrativos; realizar diligências e manter registro e controle das atividades desenvolvidas, apresentando os consequentes relatórios.      

Último Concurso

Na lei que cria as vagas para o cargo, a carreira vem denominada como analista de promotoria-assistente jurídico. Neste caso, o último concurso público foi realizado em 2015, com uma oferta de 107 vagas, destinadas para a capital e cidades de Araçatuba, Bauru, Franca, Piracicaba, Presidente Prudente, Santos, Sorocaba, Taubaté, Registro, Campinas, Ribeirão Preto e São José do Rio Preto. A organizadora também foi a Fundação Vunesp.   A seleção foi composta de duas fases, com provas objetivas na primeira e prova escrita e discursiva na segunda. A parte objetiva contou com 100 questões, sendo 13 de conhecimentos gerais e 87 de Conhecimentos Específicos. Em conhecimentos gerais foram dez de língua portuguesa e três de atualidades. Em conhecimentos específicos, 15 de direito penal, 15 de direito processual penal, 12 de tutela de interesses difusos, sete de direito civil, sete de direito processual civil, seis de direito administrativo, seis de direito constitucional, cinco de direito da infância e juventude, quatro de direito comercial e empresarial, seis de direitos humanos e quatro de direito eleitoral.    A prova escrita contou com uma redação sobre direito penal ou processual penal, uma de tutela dos direitos difusos e coletivos ou direito processual civil e cinco questões discursivas  
Continuar lendo

Shopping