Extra e Pão de Açúcar reúnem 100 vagas no Rio de Janeiro

São cerca de 100 vagas em cidades como Rio de Janeiro, São Gonçalo e Niterói

JC Concursos - Douglas Terenciano - Informe o Erro
Publicado: 16/04/2018 - 14:03

O Extra e o Pão de Açúcar estão com oportunidades de trabalho abertas para profissionais com deficiência no Rio de Janeiro. Para se candidatar, o interessado deve ter mais de 18 anos.

Vagas de Emprego 2018

São cerca de 100 vagas para a posição de operador de caixa, operador de centro de distribuição e atendente de cartões em cidades como Rio de Janeiro, São Gonçalo e Niterói.

Os selecionados receberão salário compatível com o mercado, mais os benefícios de vale-transporte, cartão cesta básica, refeição na loja, participação nos lucros e resultados, convênios médico e odontológico, cooperativa de crédito, cartão com desconto de 5% nas compras realizadas nas bandeiras do grupo, kit material escolar, extensão da licença maternidade, enxoval do bebê e cartão da mamãe para gestantes. Vale ressaltar que alguns benefícios serão disponibilizados de acordo com o tempo de casa do novo colaborador.

O interessado deve acessar o site www.gpabr.com/vagas e cadastrar seu currículo. É possível visualizar as oportunidades em aberto em “veja nossas vagas”. Caso não encontre sua vaga de interesse, o time de seleção terá acesso ao currículo e poderá entrar em contato para futuras oportunidades.

Dicas para entrevista

O desafio de superar os demais concorrentes durante uma entrevista de emprego fica cada vez mais acirrado. Quem está fora do mercado de trabalho por um longo período tende a sentir ainda mais esse peso, já que é comum afetar a autoestima e a confiança desses profissionais.

Normalmente, a insegurança diante dos questionamentos de um recrutador é grande, especialmente na hora de explicar os motivos de estar tanto tempo fora do mercado. Ter uma postura otimista e transparência a respeito das dificuldades de recolocação pode ajudar a conquistar o novo posto, mas também é fundamental deixar claro que os meses parados não foram desperdiçados. Ao contrário, o tempo foi usado para se reciclar, fazer cursos, aprender e voltar ao trabalho ainda mais preparado do que antes. É essencial que o candidato não deixe o desânimo, o medo e a insegurança predominar, pois pode afetar seu desempenho durante a entrevista ou dinâmica de grupo.

O trabalhador deve ser transparente e franco com relação ao momento vivido, mas, ao mesmo tempo, mostrar-se confiante e seguro de que está pronto para dar o melhor de si na nova oportunidade.

A instabilidade econômica do país faz com que muitas empresas cortem custos e, com isso, bons profissionais perdem seus postos. É importante analisar o campo de atuação em que busca uma vaga para observar as possibilidades. Lembre-se: cada setor/área tem uma característica, com maior ou menor velocidade de recolocação, mesmo nos tempos de crise.

Vídeos Extra

Concursos Relacionados

Mais Lidas

Mais Recentes

Shopping