X

Concurso

  • indique
  • imprimir
    16.548 postos solicitados

    Concurso INSS: presidente reforça pedido de vagas

    Solicitação de concurso do INSS contempla os excedentes da seleção vigente e a realização de novo processo seletivo para os cargos de técnico, analista e perito

    AC, AL, AP, AM, BA, CE, DF, ES, GO, MA, MT, MS, MG, PA, PB, PR, PE, PI, RJ, RN, RS, RO, RR, SC, SP, SE, TO

    INSS

    Alertas Concursos INSS

    No último dia 12 de janeiro, o presidente do  INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), Francisco Paulo Soares Lopes, participou de uma reunião com a Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social (Fenasps). Durante o encontro foi discutida a necessidade da contratação de servidores, tanto pelos excedentes do concurso vigente quanto por meio de nova seleção.

    Francisco Lopes disse que reiterou a solicitação de novos servidores junto ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG). E os integrantes da Fenasps enfatizaram os riscos que a falta de pessoal pode gerar, ainda mais com o elevado número de aposentadorias previsto para ocorrer até 2019.

    Vale lembrar que no final do ano passado o INSS encaminhou ao Planejamento um pedido para o preenchimento de 16.548 vagas. A solicitação avançou recentemente e agora está em trâmite na Secretaria de Gestão de Pessoas (SGP). 

    Do total de oportunidades requeridas, pelo menos 7.580 são para a abertura de novo concurso público a partir de 2018. Destas chances, 3.941 são para técnico (área meio), 1.493 para analista (diversas formações) e 2.146 para perito.

    Consta na nota técnica enviada pelo INSS ao Planejamento que as demais ofertas são para as seguintes situações: 2.644 vagas para os excedentes da seleção vigente (2.114 para técnico e 530 para analista) e 6.324 que podem ser tanto para o atual processo seletivo quanto para o novo certame (6.160 para técnico e 164 para analista).

    A expectativa é de que o Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão libere o mais rápido possível a autorização para que o novo concurso do INSS aconteça entre 2018 e 2019.

    Sobre os cargos do novo concurso do INSS 2018/2019


    A carreira de técnico do seguro social é uma das mais visadas pelos concurseiros, ainda mais que exige apenas ensino médio completo e apresenta salário inicial de R$ 5.344,87, já considerando o auxílio-alimentação de R$ 458.


    Ads

    Expectativa de 7580 vagas para 2018

    Prepare-se com a melhor plataforma online para concursos e garanta sua vaga. Confira. 


    O emprego de analista exige formação superior em diversas áreas de atuação (incluindo serviço social, administração, engenharia, direito, pedagogia, psicologia, comunicação, ciências sociais, arquitetura e letras, entre outras), sendo que a remuneração corresponde a R$ 7.954,09 por mês, contado com o benefício alimentação. 

    Já a posição de perito destina-se aos profissionais com graduação em medicina e registro no respectivo conselho regional. O inicial é de R$ 8.988,41, também com o auxílio.


    concurso inss, concurso inss 2018, concurso inss 2019, edital inss, inss


    Defasagem de pessoal no INSS


    Atualmente, o órgão conta com uma defasagem de quase 20 mil servidores em todo o país, sendo que o maior déficit é para a função de técnico. Com esse quadro, o INSS não consegue atender com eficiência à população.

    A situação ainda está mais crítica porque o governo federal diminuiu os recursos para o instituto. Consta no site da Fenasps que um técnico do seguro social, não identificado, comentou que o cenário está caótico: "Falta dinheiro para tudo. Estamos operando no limite da irresponsabilidade. Não por acaso, as pessoas têm reclamado demais do atendimento. O estresse é total".

    Veja também:

    Último concurso do INSS


    No final de 2015, foi lançado o edital do concurso do INSS para o preenchimento de 950 vagas. Um total de 800 oportunidades foi para o emprego de técnico e as outras 150 para analista - serviço social.

    A banca organizadora foi o Cespe/UnB e os participantes passaram por uma prova com questões no estilo certo ou errado. A validade do certame vai encerrar em meados de 2018.

    O último concurso do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), cujo resultado foi publicado no dia 4 de agosto, foi um dos mais concorridos da história. Ao todo, a seleção registrou nada menos que 1.087.789 inscrições, sendo 1.043.807 somente para técnico do seguro social - em número de inscritos, o concurso INSS 2016 perde apenas para duas outras seleções: a da Caixa Econômica Federal (CEF) realizada 2014, com 1.156.744 candidatos; e a da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) promovida em 2011, com 1.120.393 participantes.

    Considerando que o concurso do INSS ofereceu 800 oportunidades para técnico, é possível concluir que a concorrência para o cargo foi de aproximadamente 1.304 candidatos por vaga. 


    Atribuições do técnico e analista do seguro social


    Quanto às atribuições dos cargos, de acordo com o edital do último concurso INSS, o técnico do seguro social é responsável por proceder ao reconhecimento inicial, manutenção, recurso e revisão de direitos aos benefícios administrados pelo INSS; exercer atividades internas e externas ligadas ao suporte e apoio técnico especializado; executar as atividades de orientação e informação, de acordo com as diretrizes estabelecidas nos atos específicos e outras relacionadas aos fins institucionais do INSS, que venham ser determinadas pela autoridade superior.

    Já o analista do seguro social é responsável por prestar atendimento e acompanhamento aos usuários dos serviços prestados pelo INSS e aos seus servidores, aposentados e pensionistas; elaborar, executar, avaliar planos, programas e projetos na área de serviço social e reabilitação profissional; realizar avaliação social quanto ao acesso aos direitos previdenciários e assistenciais; promover estudos socioeconômicos visando a emissão de parecer social para subsidiar o reconhecimento e a manutenção de direitos previdenciários, bem como a decisão médico-pericial; e executar de conformidade com a sua área de formação as demais atividades de competência do INSS.

      • 31/03/2018 (sábado) - Previsão de Concursos

      Ficha técnica do Concurso INSS

      Concurso: INSS
      N de vagas: 16548
      Cargo: Técnico, Analista, Perito
      Escolaridade: Médio Superior
      Estados com Vagas: AC AL AP AM BA CE DF ES GO MA MT MS MG PA PB PR PE PI RJ RN RS RO RR SC SP SE TO
      Área de Atuação: Administrativa Operacional Saúde
      Faixa de Salário: De R$ 5.344,00 até R$ 8.988,00
      Taxa de Inscrição:
      Organizadora: O próprio órgão
      Cidade:

      Vídeo do Concurso INSS

      Novo concurso do INSS


      Sobre INSS

      O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), autarquia federal com sede em Brasília (DF), vinculada ao Ministério da Previdência e do Trabalho, instituída com fundamento no disposto no art. 17 da lei n° 8.029, de 12 de abril de 1990, durante a gestão do então presidente Fernando Collor de Melo, tem por finalidade promover o reconhecimento de direito ao recebimento de benefícios administrados pela Previdência Social, assegurando agilidade, comodidade aos seus usuários e ampliação do controle social. O INSS é responsável pelo pagamento da aposentadoria, pensão por morte, auxílio-doença, auxílio-acidente e outros benefícios para aqueles que adquirirem o direito a estes benefícios segundo o previsto em lei. Compete ao INSS a operacionalização do reconhecimento dos direitos da clientela do Regime Geral de Previdência Social (RGPS), que atualmente abrange mais de 40 milhões de contribuintes. O INSS possui em seu quadro administrativo quase 40.000 servidores ativos, lotados em todas as regiões do país, que atendem presencialmente mais de quatro milhões de pessoas todos os meses. Conta com uma rede altamente capitalizada, de cerca de 1.200 unidades de atendimento, as chamadas Agências da Previdência Social (APS), presentes em todos os Estados da Federação. Trata-se de um mecanismo democrático, que ajuda a minimizar as desigualdades sociais. A renda transferida pela Previdência é utilizada para assegurar o sustento do trabalhador e de sua família quando ele perde a capacidade de trabalho por motivo de doença, acidente, gravidez, prisão, morte ou idade avançada. O INSS caracteriza-se, portanto, como uma organização pública prestadora de serviços previdenciários para a sociedade brasileira. É nesse contexto e procurando preservar a integridade da qualidade do atendimento a essa clientela que o instituto vem buscando alternativas de melhoria contínua, com programas de modernização e excelência operacional, ressaltando a maximização e otimização de resultados e de ferramentas que fundamentem o processo de atendimento ideal aos anseios da sociedade em geral. O INSS tem a seguinte estrutura organizacional: órgãos de assistência direta e imediata ao presidente (Gabinete; Assessoria de Comunicação Social; Coordenação-Geral de Planejamento e Gestão Estratégica; Coordenação-Geral de Tecnologia da Informação; e Centro de Formação e Aperfeiçoamento do Instituto Nacional do Seguro Social), órgãos seccionais (Procuradoria Federal Especializada; Auditoria-Geral; Corregedoria-Geral; Diretoria de Orçamento, Finanças e Logística; e Diretoria de Gestão de Pessoas), órgãos específicos singulares (Diretoria de Benefícios; Diretoria de Saúde do Trabalhador; e Diretoria de Atendimento) e unidades descentralizadas: (Superintendências-Regionais; Gerências-Executivas; Agências da Previdência Social; Procuradorias-Regionais; Procuradorias-Seccionais; Auditorias-Regionais; e Corregedorias-Regionais).

      Concursos Relacionados

      Veja todas as notícias