Concurso Prefeitura Porto Velho (RO) 2019 Encerrado

Orgão: Prefeitura Porto Velho
Nº vagas: 226
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Médico, Técnico, Enfermeiro
Áreas de Atuação: Saúde, Operacional
Escolaridade: Ensino Médio, Ensino Técnico, Ensino Superior
Faixa de salário: De R$ 1080,64 Até R$ 7601,59
Estados com Vagas: RO
Cidades: Porto Velho - RO

Publicado em 21/11/2019, às 11h00 - Atualizado em 19/12/2019, às 23h00


O concurso Prefeitura de Porto Velho, capital de Rondônia, oferece 226 vagas temporárias na Secretaria Municipal de Saúde (Semusa). Os salários variam de R$ 1.080,64 a R$ 7.601,59.

Resumo do edital

Distribuição das vagas

Há chances de nível médio para agente comunitário de saúde (34 postos), técnico em higiene dental (15) e técnico em enfermagem (59) - as duas últimas carreiras também exigem formação técnica.

O processo seletivo cobra ensino superior para médico clínico geral (55), médico veterinário (4), enfermeiro (41), odontólogo (15) e terapeuta ocupacional (3).

Atribuições de alguns cargos

  • Enfermeiro - Realizar consultas e prescrição de enfermagem nos diversos níveis de assistência e de complexibilidade técnica; Planejar, implantar, coordenar, dirigir e avaliar órgãos de enfermagem nas instituições de saúde e/ou outras para quais for designadas; Planejar, organizar, coordenar, executar e avalizar planos de assistência e cuidados de enfermagem; Prestar cuidados de enfermagem de maior complexibilidade técnica, como aqueles diretos a pacientes graves, com risco de vida, e/ou aqueles que exijam capacidade para tomar decisões imediatas; Fazer prescrição de medicamentos, de acordo com esquemas terapêuticos; Atuar em equipes multidisciplinar, planejando, executando e avaliando programações e planos assistenciais de saúde; Realizar a saúde individual e de grupos específicos, particularmente daqueles prioritários de alto risco; Atuar em treinamentos e aprimoramento de pessoal de saúde, particularmente nos programas de educação continuada; Atuar em ações de desenvolvimentos de tecnologia apropriadas à assistência de saúde; Executar outras tarefas correlatas.
  • Médico veterinário - Planejar e desenvolver campanhas e serviços de fomento e assistência técnicas, relacionados com a pecuária e a saúde pública, valendo-se do levantamento de necessidades e do aproveitamento de recursos orçamentários existentes; Fazer profilaxia e tratamento de doenças dos animais, realizando exames clínicos e laboratoriais, para estabelecer diagnósticos terapêuticos, tendo por fim assegurar a sanidade individual e coletiva desses animais; Promover a fiscalização sanitária nos locais de produção, manipulação, armazenamento e comercialização dos produtos de origem animal, bem como de sua qualidade, determinando visita “in loco” para fazer cumpri a legislação pertinente; Proceder ao controle de zoonoses, efetivando levantamentos de dados, avaliação epidemiológica, programação, execução, supervisão e pesquisas, para possibilitar a profilaxia destas doenças; Efetuar levantamento da população e felina existente na comunidade, para subsidiar a elaboração e implantação de ações de controle da raiva e outras zoonoses, nas áreas urbanas e rurais; Atender a pessoas atingidas por animais suspeitos ou raivosos, orientando-as e encaminhando-as para tratamento especializado; Estudar, planejar e aplicar medidas de educação em saúde pública, no tocante as doenças transmissíveis ao homem; Participar de campanhas de vacinação, planejando, coordenando e executando as atividades inerentes as mesmas; Executar outras tarefas correlatas.
  • Terapeuta ocupacional – Recuperação da função humana, elevando o perfil das ações motoras e mentais, reabilitando através das atividades e recuperando o homem em sua totalidade, onde houver limitação funcional, seja de caráter físico, mental ou social; Identificar e tratar disfunção ou risco de disfunção ocupacional em qualquer fase da vida humana; Desenvolver atividades de autocuidado com clientes e pacientes; Auxiliar o cliente a melhorar o seu desempenho funcional, prevenindo incapacidade e atraso de desenvolvimento; Conduzir atendimentos também por meio de métodos e técnicas que não incluam o uso permanente de atividades; Promover a autonomia e a independência do indivíduo para a sua participação social nos moldes desejáveis; Utilizar métodos e técnicas que recuperam ao máximo a independência do paciente; Atuar em diferentes especialidades médicas, como neurologia, ortopedia, psiquiatria, geriatria, dentre outras; Prestar os cuidados terapêuticos aos pacientes hospitalizados, com atenção nos domínios das habilidades motoras, cognitivas e emocionais; Realizar atendimentos e visitas domiciliares, em ambientes de trabalho e escolar; Indicar o uso de atividades propositivas, a adaptação de utensílios e de mobiliário, as mudanças nas demandas ambientais necessárias à recuperação e reabilitação dos clientes; Prescrever e o treinar para o uso de órteses; Participar de equipes interdisciplinares e multiprofissionais, realizando atividades em conjunto, tais como: discussão de casos, reuniões administrativas, visitas domiciliares etc.; Participar, conforme a política interna da Instituição, de projetos, cursos, eventos, comissões, convênios e programas de ensino, pesquisa e extensão; Executar outras tarefas compatíveis com as exigências para o exercício da função.
  • Técnico em higiene dental - Compete ao técnico em higiene dental sempre sob supervisão com a presença física do cirurgião dentista; Participar do treinamento de auxiliar do consultório dentário; Colaborar nos programas educativos de saúde bucal; Colaborar nos levantamentos e estudos epidemiológicos; como coordenador, monitor e anotador; Educar e orientar os pacientes ou grupos de pacientes sobre prevenção e tratamento das doenças bucal; Fazer a demonstração de técnicas de escovação; Responder pela administração de clínica; Supervisionar, sob delegação, o trabalho dos atendentes de consultórios; Fazer a tomada e revelação de radiografias intra-orais; Realizar remoção de indutos, placas e cálculos supra gengivais; Executar a aplicação de substâncias para a prevenção da cárie dentária; Inserir e condensar substâncias restauradoras; Polir restaurações vedando-se a escultura; Proceder a limpeza a antissepsia do campo operatório antes e após os atos cirúrgicos; Remover suturas, confeccionar modelos e preparar moldeiras; Executar outras tarefas correlatas.

Curso grátis sobre preparação emocional para o concurso Prefeitura de Porto Velho

Acompanhamento

A equipe JC Concursos apresenta o resumo do concurso Prefeitura de Porto Velho nesta página, com as principais informações do processo seletivo. As atribuições na íntegra podem ser conferidas no edital abaixo, disponível entre os anexos.


Cronograma

Abertura das inscrições25/11/2019
Encerramento das inscrições04/12/2019
Divulgação do Resultado18/12/2019

Notícias do concurso Prefeitura Porto Velho (RO) 2019

Edital e Anexos

Abertura (21/11/2019) Edital de abertura de inscrições
Documento (29/11/2019) Prorrogação de inscrições concurso Prefeitura de Porto Velho

Provas Prefeitura Porto Velho

Nenhuma prova encontrada

Sobre Prefeitura Porto Velho

O Brasil conta, hoje, com 5.570 prefeituras espalhadas por municípios dos 26 Estados do país, além do Distrito Federal. Os municípios são uma circunscrição territorial dotada de personalidade jurídica e com certa autonomia administrativa, sendo as menores unidades autônomas da Federação. Uma prefeitura é a sede do poder executivo do município (semelhante à câmara municipal, em Portugal). Esta é comandada por um prefeito (nas cidades brasileiras e por um presidente de câmara nos municípios portugueses) e dividida em secretarias de governo, como educação, saúde ou meio ambiente. O termo prefeitura também pode designar o prédio onde está instalada a sede do governo municipal, também chamado de paço municipal onde geralmente se localiza o gabinete do prefeito. A instituição da prefeitura de seu encarregado maior, o "prefeito", é algo relativamente novo na história do Brasil. O poder hoje exercido pela prefeitura foi anteriormente exercido pela câmara municipal, pelo conselho de intendência e pela intendência municipal. As prefeituras são órgãos independentes, que não precisam de autorização por parte das administrações federal ou estaduais para realizarem seus concursos públicos, seja para preenchimento na própria sede ou em secretarias vinculadas à ela.


Comentários

Mais Lidas