Concurso Prefeitura Contagem (MG) 2020 - Agente e Analista Fazendários Concurso Aberto

Orgão: Prefeitura Contagem
Nº vagas: 20
Taxa de inscrição: De R$ 70,00 Até R$ 100,00
Cargos: Analista, Agente
Áreas de Atuação: Administrativa
Escolaridade: Ensino Médio, Ensino Superior
Faixa de salário: De R$ 1986,00 Até R$ 3796,00
Organizadora: Cefet
Estados com Vagas: MG
Cidades: Contagem - MG

Publicado em 21/02/2020, às 14h54 - Atualizado em 09/04/2020, às 18h00


Saiu o edital do concurso de Contagem, no Estado de Minas Gerais (MG), para os cargos de agente e analista fazendários. Ao todo, serão preenchidas 20 vagas, sendo duas reservadas a pessoas com deficiência e quatro aos pretos e pardos.

As inscrições serão recebidas entre os dias 8 de abril e 8 de maio de 2020, através do site da banca organizadora do processo de seleção, que é http://concurso.fundacaocefetminas.org.br. As taxas custam R$ 70 (agente) e R$ 100 (analista).

Todos os inscritos no concurso de Contagem serão avaliados por meio de provas objetiva e discursiva, ambas de caráter eliminatório e classificatório.

Informações complementares

Distribuição das vagas

O cargo de agente fazendário (15 vagas) requer diploma de conclusão de curso de ensino médio. O salário inicial é de R$ 1.986,42.

Já para o posto de analista fazendário (5), a exigência é de nível superior completo. A remuneração é de R$ 3.796,47, acrescido de Gratificação de Incentivo à Produtividade (GIP).

Atribuições dos cargos

Agente Fazendário: Lei Complementar 291/2019. Realizar atividades de apoio necessário ao desenvolvimento das atividades de tributação, fiscalização, orçamento, finanças e contabilidade.

Analista Fazendário: Lei Complementar 291/2019. Realizar atividades fazendárias complexas relacionadas com a tributação, orçamento, finanças e contabilidade.

Conteúdo programático parcial

Para o cargo de agente fazendário

  • Língua Portuguesa: 1. Gêneros textuais. 2. Tipos textuais: argumentativo, descritivo, expositivo, informativo, injuntivo, narrativo e poético. 3. Interpretação de textos: compreensão da ideia principal, leitura de elementos verbais e não verbais, síntese de informações, apreensão de pressupostos e subentendidos. 4. Variação linguística. 5. Figuras de linguagem. 6. Coerência e coesão: progressão temática, coerência local, mecanismos de coesão, uso de conectores lógico-semânticos. 7. Período simples e composto. 8. Concordância verbal e nominal. 9. Colocação pronominal. 10. Pontuação, crase e acentuação.
  • Matemática e Lógica: 1. Teoria de Conjuntos: relação de pertinência, relação de inclusão, igualdade, operações (união, interseção, diferença, complementar). 2. Conjuntos numéricos: operações, desigualdades, múltiplos e divisores. 3. Medidas (de comprimento, de área, de volume, de massa, de capacidade, de ângulo, de tempo) e grandezas (grandezas diretamente e inversamente proporcionais, regra de três simples e composta). 4. Matemática Comercial e Financeira: razões, porcentagem, juros simples e compostos, descontos simples. Geometria Plana semelhança de figuras geométricas planas, cálculo de áreas e perímetros, relações métricas no triângulo retângulo, circunferência e círculo. 5. Sólidos geométricos: prisma, cilindro, pirâmide e cone (elementos, áreas e volume). 6. Relações e funções. (Função real de uma variável real, domínio, conjunto imagem, crescimento e decrescimento, zeros da função. Gráficos. Função afim, função quadrática, equações, inequações e sistemas de equações do 1º e 2º graus. Função exponencial, Função logarítmica). 7. Sequências numéricas: progressões aritméticas e geométricas. 8. Análise combinatória: Princípio Fundamental da Contagem, fatorial, arranjos e permutações simples, combinação, permutação com elementos repetidos. 9. Tratamento da informação (leitura e interpretação de gráficos, noções de probabilidade, noções de estatística: médias, moda, mediana). 10. Introdução à lógica matemática: proposições (conectivos e operações lógicas); estruturas lógicas; lógica de argumentação; analogias; inferências; deduções e conclusões; lógica sentencial (ou proposicional); proposições simples e compostas; tabelas-verdade; equivalências.

Concurso de Contagem: dica de estudo

Acompanhamento

A equipe JC Concursos disponibiliza o resumo do concurso de Contagem nesta página, com as principais informações do processo de seleção. Mais informações estão disponíveis abaixo, no edital anexado.


Cronograma

Abertura das inscrições08/04/2020
Encerramento das inscrições08/05/2020
Prova24/05/2020

Notícias do concurso Prefeitura Contagem (MG) 2020 - Agente e Analista Fazendários

Edital e Anexos

Abertura (21/02/2020)

Provas Prefeitura Contagem

Nenhuma prova encontrada

Provas Cefet - Fundação Cefet Minas

Orgão, Cargos e OrganizadoraAnoAnexo
_PREFEITURA MUNICIPAL Analista de Suporte a Informatica
Cefet
2015 Prova / Gabarito
IF Analista de TI
Cefet
2015 Prova / Gabarito
_PREFEITURA MUNICIPAL Analista de Servicos e Obras Publicas
Cefet
2015 Prova / Gabarito
SEBRAE Analista Tecnico I
Cefet
2014 Prova / Gabarito
UFRB Arquiteto e Urbanista
Cefet
2014 Prova / Gabarito

» Ver lista completa

Sobre Prefeitura Contagem

O Brasil conta, hoje, com 5.570 prefeituras espalhadas por municípios dos 26 Estados do país, além do Distrito Federal. Os municípios são uma circunscrição territorial dotada de personalidade jurídica e com certa autonomia administrativa, sendo as menores unidades autônomas da Federação. Uma prefeitura é a sede do poder executivo do município (semelhante à câmara municipal, em Portugal). Esta é comandada por um prefeito (nas cidades brasileiras e por um presidente de câmara nos municípios portugueses) e dividida em secretarias de governo, como educação, saúde ou meio ambiente. O termo prefeitura também pode designar o prédio onde está instalada a sede do governo municipal, também chamado de paço municipal onde geralmente se localiza o gabinete do prefeito. A instituição da prefeitura de seu encarregado maior, o "prefeito", é algo relativamente novo na história do Brasil. O poder hoje exercido pela prefeitura foi anteriormente exercido pela câmara municipal, pelo conselho de intendência e pela intendência municipal. As prefeituras são órgãos independentes, que não precisam de autorização por parte das administrações federal ou estaduais para realizarem seus concursos públicos, seja para preenchimento na própria sede ou em secretarias vinculadas à ela.


Comentários

Mais Lidas