Ministério da Economia

Concurso CGU: MTFC 2019 tem pedido e novos avanços

Solicitação do novo concurso do CGU - MTFC (Ministério da Transparência, Fiscalização e Controle, antiga Controladoria Geral da União) é para o preenchimento de 650 vagas para o cargo de analista, com exigência de nível superior e inicial de R$ 15,4 mil

Fernando Cezar Alves
Publicado em 04/04/2019, às 11h25 - Atualizado em 22/06/2019, às 13h29

O pedido de autorização do novo concurso CGU para o MTFC (Ministério da Transparência, Fiscalização e Controle), antiga CGU (Controladoria Geral da União) sofreu mais quatro avanços internos no Ministério da Economia entre os dias 9 e 10 de abril. Atualmente está no setor de Demandas de Expedição da Secretaria de Gestão de Pessoas da pasta. O pedido, que tramita desde maio de 2018, é para o preenchimento de 650 vagas para o cargo de analista federal de finanças e controle. Para concorrer é necessário possuir formação de nível superior, com remuneração inicial de R$ 15.461,70, já considerando o auxílio-alimentação de R$ 458.

A CGU teve seu nome alterado por meio da medida provisória a726, de 2016, sancionada pelo ex-presidente Michel Temer. De qualquer forme, a mudança do nome não altera as funções da pasta.

Atribuições do concurso CGU - MTFC

Cabe ao servidor do cargo realizar atividades de nível superior, de complexidade e responsabilidade elevadas, compreendendo supervisão, coordenação, direção e execução de trabalhos especializados sobre gestão orçamentária, financeira e patrimonial, análise contábil, auditoria contábil e de programas; assessoramento especializado em todos os níveis funcionais do Sistema de Controle Interno; orientação e supervisão de auxiliares; análise, pesquisa e perícia dos atos e fatos da administração orçamentária, financeira e patrimonial; interpretação da legislação econômico-fiscal, financeira, de pessoal e trabalhista; supervisão, coordenação e execução dos trabalhos referentes à programação financeira anual e plurianual da União e de acompanhamento e avaliação dos recursos alcançados pelos gestores públicos; modernização e informatização da administração financeira do Governo Federal. Atuar no aprimoramento e fortalecimento das ações correicionais no Poder Executivo Federal; acompanhar o andamento dos processos administrativos disciplinares em órgãos ou entidades da Administração Pública Federal; zelar pela integral fiscalização do patrimônio público; e proceder ao andamento das representações e denúncias recebidas pela Controladoria-Geral da União, como objetivo de combater condutas e práticas referentes à lesão ou ameaça de lesão ao patrimônio público.

Prova anterior CGU

Para auxiliar nos estudos, o JC Concursos liberou as provas do último concurso (Antiga CGU), além dos gabaritos para consulta das questões aplicadas. Avalie se a organizadora será a mesma para o novo processo de seleção.

Último concurso CGU

O último concurso CGU ocorreu em 2008, quando foram oferecidas 400 vagas, sendo 220 para analistas e 180 para técnico de finanças e controle.

A banca foi a Esaf, com oportunidades para os estados do Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins, além do Distrito Federal.

A parte objetiva contou com três provas, sendo uma de conhecimentos gerais para todas as áreas, uma de conhecimentos específicos comum para todas as áreas e outra de conhecimentos especializados.

Comentários

Mais Lidas