ANA

Concurso para o cargo de analista é suspenso

São oferecidas 152 oportunidades com salário de R$ 8,3 mil.

0,00(0.0%)0 voto(s)

Redação
Publicado em 08/05/2009, às 11h57

A Justiça Federal, por meio da 17ª Vara de Brasília, suspendeu provisoriamente o concurso da Agência Nacional de Águas, somente para o cargo de analista administrativo - qualquer área de formação.


A ação foi ajuizada pela candidata Gisele Freitas Mota, com o objetivo de imediata anulação da prova discursiva aplicada aos candidatos ao cargo de analista administrativo do concurso público organizado pela Escola de Administração Fazendária (Esaf).


De acordo com Gisele, após superar a primeira prova (objetiva), foi impossibilitada de desenvolver a redação cobrada na prova discursiva, já que o tema estabelecido, PMBOK (Project Management Body of Knowledge), não estava inserido no programa de matérias da área de conhecimento para a qual se inscreveu.

Afirma, ainda, que, segundo o edital do concurso, o referido tema era de conhecimento exclusivo dos candidatos das áreas de Tecnologia da Informação e de Administração.

Diante disso, defende que houve discriminação e privilégio de uns candidatos em detrimento de outros, bem como argumenta a ilegalidade da exigência imposta pela organizadora do certame na prova discursiva.

Assim, a juíza Cristiane Pederzolli Rentzsch deferiu parcialmente o pedido antecipado de tutela, pois não considerou pertinente a anulação da prova discursiva aplicada, mas tendo em vista a flagrante desarmonia contida entre o edital do concurso e a prova discursiva aplicada, suspende a homologação do concurso ao cargo analista administrativo - qualquer área de formação, até decisão final de mérito.

Concurso

O concurso da Agência Nacional das Águas (ANA) visa preencher 152 vagas de nível superior com salário de R$ 8.389,60.

Ao todo, foram registrados 23.437 inscritos.


Confira aqui mais informações sobre o concurso.


Com informações da Justiça Federal de Brasília.

Comentários

Mais Lidas