Concurso IBAMA Previsto

Orgão: IBAMA - Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis
Nº vagas: 1888
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Técnico, Analista
Áreas de Atuação: Administrativa
Escolaridade: Ensino Médio, Ensino Superior
Faixa de salário: De R$ 3712,72 Até R$ 7760,45
Estados com Vagas: AC, AL, AM, AP, BA, CE, DF, ES, GO, MA, MG, MS, MT, PA, PB, PE, PI, PR, RJ, RN, RO, RR, RS, SC, SE, SP, TO

3,80(76.0%)30 voto(s)

Publicado em 17/06/2019, às 23h34 - Atualizado em 11/10/2019, às 15h53


Foi encaminhado ao Ministério da Economia o pedido do novo concurso do Ibama (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), com 2.054 vagas para os cargos de analista ambiental, analista administrativo e técnico administrativo.

Em 2017 foi solicitado o quantitativo similar de servidores. Porém, dessa vez a solicitação teve 166 vagas a mais. Na ocasião, o pedido era para 1.888 vagas. Comparando com o pedido realizado em 2019, a área administrativa saltou de 297 para 313 vagas. Para analista ambiental teve um acréscimo de 832 para 894 vagas e, para técnico administrativo, de 759 para 847 vagas.

Para concorrer aos cargos de analista ambiental e analista administrativo deve-se ter nível superior completo, enquanto a colocação de técnico administrativo aceita profissionais com apenas ensino médio.

Informações complementares

Remuneração e benefícios

Conforme a tabela de salário dos funcionários federais, os aprovados no concurso do Ibama terão ganhos entre R$ 3,7 mil e R$ 7,7 mil, incluindo o auxílio alimentação no valor de R$ 458.

  • Analista ambiental e analistaadministrativo:
    Inicial: R$ 7.760,45
  • Técnico administrativo:
    Inicial: R$ 3.712,72

Recomendação do MPF

O Ministério Público Federal (MPF) recomendou que o governo federal libere a autorização para as 2.054 vagas do concurso Ibama.

No ddocumento, o órgão prevê que a liberação seja cconcedida no máximo em 30 dias, ou seja, até o início de outubro.

Últimos editais de analista do concurso Ibama

O concurso anterior para analista ambiental do Ibama foi aberto em 2012, anunciando uma oferta de 108 vagas, sendo 45 na área de licenciamento ambiental no Distrito Federal, 15 em licenciamento ambiental no Rio de Janeiro, 27 em monitoramento, regulação, controle, fiscalização e auditoria ambiental no Distrito Federal e 21 em gestão, proteção e controle da qualidade ambiental no Distrito Federal. Ao todo, 16.290 pessoas se inscreveram para o processo seletivo.

Já para analista administrativo, o último certame foi realizado em 2013, para preenchimento de 61 postos, distribuídos da seguinte forma: Acre (2 vagas), Amapá (2), Amazonas (3), Bahia (1), Distrito Federal (27), Espírito Santo (1), Maranhão (1), Mato Grosso (3), Mato Grosso do Sul (2), Minas Gerais (2), Pará (2), Paraná (2), Piauí (1), Rio Grande do Sul (1), Rondônia (2), Roraima (2), Santa Catarina (2), São Paulo (1), Sergipe (2) e Tocantins (2). O processo seletivo registrou 43.533 candidatos.

Os dois processos seletivos foram organizados pelo Cespe/UnB.

O que faz um Analista Ambiental do Ibama?

O cargo de analista ambiental do Ibama é um dos que tem como finalidade o planejamento ambiental, organizacional e estratégico. Confira todas as características da função clicando aqui.

Curso grátis de língua portuguesa

Acompanhamento do concurso Ibama

O JC Concursos traz abaixo todos os detalhes do concurso Ibama, com notícias relacionadas, anexos e provas anteriores.


Notícias do concurso IBAMA

Provas IBAMA - Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis

Nenhuma prova encontrada

Sobre IBAMA - Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis

O Ibama tem como principais atribuições: exercer o poder de polícia ambiental; executar ações das políticas nacionais de meio ambiente, referentes às atribuições federais, relativas ao licenciamento ambiental, ao controle da qualidade ambiental, à autorização de uso dos recursos naturais e à fiscalização, monitoramento e controle ambiental; e executar as ações supletivas de competência da União de conformidade com a legislação ambiental vigente.” (NR). Conforme Lei nº 11.516, de 28 de agosto de 2007. Cabe ao Ibama propor e editar normas e padrões de qualidade ambiental; o zoneamento e a avaliação de impactos ambientais; o licenciamento ambiental, nas atribuições federais; a implementação do Cadastro Técnico Federal; a fiscalização ambiental e a aplicação de penalidades administrativas; a geração e disseminação de informações relativas ao meio ambiente; o monitoramento ambiental, principalmente no que diz respeito à prevenção e controle de desmatamentos, queimadas e incêndios florestais; o apoio às emergências ambientais; a execução de programas de educação ambiental; a elaboração do sistema de informação e o estabelecimento de critérios para a gestão do uso dos recursos faunísticos, pesqueiros e florestais; dentre outros. Para o desempenho de suas funções, o Ibama poderá atuar em articulação com os órgãos e entidades da administração pública federal, direta e indireta, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios integrantes do Sisnama e com a sociedade civil organizada, para a consecução de seus objetivos, em consonância com as diretrizes da política nacional de meio ambiente.


Comentários

Mais Lidas