1.888 vagas

Concurso Ibama 2019: novo pedido deve ser encaminhado

Expectativa de que o concurso Ibama (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) tenha oportunidades para os níveis médio e superior

Camila Diodato
Publicado em 10/05/2019, às 15h50

None
Divulgação/Ibama

Até o dia 31 de maio, deve ser encaminhado ao Ministério da Economia o pedido do novo concurso do Ibama (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis). Não foi revelado o número de vagas a serem solicitadas, mas a expectativa é de que seja pelo menos para o preenchimento de 1.888 oportunidades, igual ao último requerimento.  

Do total de chances pedidas na ocasião, 759 destinavam-se à carreira de técnico administrativo, 832 para analista ambiental e 297 para analista administrativo.

Para concorrer aos cargos de analista ambiental e analista administrativodeve-se ter nível superior completo, enquanto a colocação de técnico administrativo aceita profissionais com apenas ensino médio.

Atualmente, as remuneração iniciais correspondem a R$ 3.712,72 para técnico e a R$ 7.760,45 para analista. Nesses valores já está incluso o auxílio-alimentação de R$ 458. 

Defasagem de pessoal


Em último levantamento, de agosto de 2018, foi apontado que existe um déficit de 3.640 vagas entre o seu quadro de pessoal e os do Instituto Chico Mendes e Ministério do Meio Ambiente.

Dessas chances 1.762 são para o ensino médio, enquanto as demais 1.878 destinam-se a cargos para formação superior completa.

• CURSO CONCURSO IBAMA 2019 - ANALISTAS ADMINISTRATIVO E AMBIENTAL

Últimos editais de analista


A seleção anterior para analista ambiental do Ibama foi aberta em 2012, anunciando uma oferta de 108 vagas, sendo 45 na área de licenciamento ambiental no Distrito Federal, 15 em licenciamento ambiental no Rio de Janeiro, 27 em monitoramento, regulação, controle, fiscalização e auditoria ambiental no Distrito Federal e 21 em gestão, proteção e controle da qualidade ambiental no Distrito Federal. Ao todo, 16.290 pessoas se inscreveram para o processo seletivo.

Já para analista administrativo, o último certame foi realizado em 2013, para preenchimento de 61 postos, distribuídos da seguinte forma: Acre (2 vagas), Amapá (2), Amazonas (3), Bahia (1), Distrito Federal (27), Espírito Santo (1), Maranhão (1), Mato Grosso (3), Mato Grosso do Sul (2), Minas Gerais (2), Pará (2), Paraná (2), Piauí (1), Rio Grande do Sul (1), Rondônia (2), Roraima (2), Santa Catarina (2), São Paulo (1), Sergipe (2) e Tocantins (2). O processo seletivo registrou 43.533 candidatos.

Os dois processos seletivos foram organizados pelo Cespe/UnB.

Mais Lidas