Edital de 2018

Concurso PRF: Bolsonaro assina decreto para 1.000 nomeações

De acordo com o presidente Jair Bolsonaro, serão nomeados os 500 aprovados dentro da oferta imediata de vagas do Concurso PRF e mais 500 que passaram no cadastro reserva

0,00(0.0%)0 voto(s)

Leandro Cesaroni
Publicado em 04/07/2019, às 09h59

Equipe da PRF (Polícia Rodoviária Federal)
Divulgação

O concurso PRF realizado em 2018 terá todos seus aprovados nomeados e ainda convocará mais 500 remanescentes do cadastro reserva, totalizando 1.000 nomeações. A informação, que já havia sido anunciada em junho, foi reforçada pelo Presidente da República Jair Bolsonaro na tarde da última quarta-feira (3), por meio de uma rede social, e confirmada nesta quinta (4), com a publicação do decreto no Diário Oficial da União.

De acordo com Bolsonaro, "essa é mais uma medida de fortalecimento da segurança pública, em especial quanto ao patrulhamento de nossas rodovias".

Apesar do anúncio antecipado do presidente, o processo seletivo ainda está em suas etapas finais. Na última terça (2), saiu o resultado provisório da avaliação psicológica. As provas objetiva e discursiva foram aplicadas em 3 de fevereiro.

Destinado a preencher 500 vagas de policial rodoviário, o concurso PRF 2018 encerrou inscrições em 18 de dezembro. Ao todo, a seleção registrou 129.152 inscrições em todo o país.

As oportunidades estão distribuídas entre os Estados do Acre (17 postos), Amapá (23), Amazonas (28), Bahia (17), Goiás (27), Maranhão  (18), Mato Grosso (57), Mato Grosso do Sul (35), Minas Gerais (9), Pará (81), Piauí (22), Rio de Janeiro (10), Rio Grande do Sul (23), Rondônia (74), Roraima (15), São Paulo (19) e Tocantins (25). A taxa de participação custou R$ 150.

Concorrem ao cargo de policial rodoviário candidatos com curso de nível superior em qualquer área de formação, além de carteira de habilitação a partir da categoria “B”. A jornada de trabalho dos servidores é de 40 horas semanais.

A remuneração inicial é de R$ 9.931,57, já considerando o auxílio-alimentação de R$ 458. Além disso, de acordo com a lei 13.371, sancionada pelo presidente Michel Temer em 2016, os servidores contarão com mais um reajuste, em janeiro de 2019, quando o salário passará a ser de R$ 10.357,88, também com o benefício.

Concurso PRF 2019

Embora tenha realizado um concurso para policial rodoviário no ano passado, a PRF deve ter uma nova seleção autorizada em 2019. Isto porque Bolsonaro já anunciou que a PF e PRF serão exceção no regime de conteção orçamentária que o Governo Federal está realizando.

Outro facilitador para o novo concurso é o fato de a corporação já contar com um pedido de abertura de 4.435 vagas enviado ao Ministério da Economia. Do total de oportunidades, 4.360 serão destinadas para o cargo de policial rodoviário federal, que pede nível superior para ingresso, e 75 para a carreira de agente administrativo, para quem possui ensino médio. Agora, a expectativa é de que o processo tramite internamente pelo ministério e alguma definição seja anunciada, o quanto antes, pelo ministro Paulo Guedes.

Sobre PRF - Polícia Rodoviária Federal

A Polícia Rodoviária Federal está presente em todo o território nacional. Conta com uma unidade administrativa central, a sede nacional, em Brasília, e unidades administrativas regionais, com 22 superintendências nos Estados de GO, MT, MS, MG, RJ, SP, ES, PR, SC, RS, BA, PE, AL, PB, RN, CE, PI, MA, PA, SE, RO e TO, além de cinco distritos, em DF, AC, AM, AP e RR. Também é formada por 150 subunidades administrativas, denominadas delegacias, e 413 unidades operacionais (Uops), totalizando 550 pontos de atendimento. Cabe ao serviço da PRF garantir segurança com cidadania nas rodovias federais e nas áreas de interesse da União. Além disso, tem por objetivo ser reconhecida pela sociedade brasileira por sua excelência e efetividade no trabalho policial e pela indução de políticas públicas de segurança e cidadania.

Comentários

Mais Lidas