696 vagas

Concurso TJMG para cartórios: divulgado gabarito

Ofertas do edital do concurso TJMG (Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais) são destinadas a candidatos de nível superior em direito

4,50(90.0%)1 voto(s)

Patricia Lavezzo | patricia@jcconcursos.com.br
Publicado em 24/08/2019, às 07h00 - Atualizado em 27/08/2019, às 09h57

Concurso TJMG para cartórios
Divulgação

Saiu o gabarito da prova objetiva do concurso TJMG (Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais) para outorga de delegações de notas e de registro. O candidato deve acessar o site da Consulpan, banca organizadora da seleção, para verificar o gabarito e o caderno de provas. 

Para o critério de remoção, a avaliação foi aplicada no sábado, dia 24 de agosto de 2019, no período da tarde; enquanto que para o critério de provimento o exame foi realizado no domingo, dia 25 de agosto, de manhã.

A prova objetiva teve duração máxima de cinco horas e foi composta por 100 questões de múltipla escolha sobre as disciplinas de registros públicos, conhecimentos gerais, direito constitucional, direito administrativo, direito tributário, direito civil, direito processual civil, direito penal, direito processual penal e direito comercial.

O candidato poderá interpor recursos contra o gabarito e o caderno de provas até o dia 29 de agosto, através do site da Consulplan.

O concurso TJMG ainda será constituído das seguintes fases: provas escrita e prática; comprovação dos requisitos para outorga de delegações; prova oral; e exame de títulos. 

Concurso TJMG: mais informações

O edital do concurso TJMG (Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais) para outorga de delegações de notas e de registro visa o preenchimento de 696 vagas, sendo 457 para ingresso por provimento e 239 por remoção (para quem já possui uma outorga de delegação e pretende ser transferido para outra). 

Para concorrer as ofertas por provimento é necessário possuir nível superior em direito ou ter completado dez anos de exercício de função, até a data da primeira publicação do edital, em serviço notarial ou de registro.

O ingresso por remoção exige que o candidato esteja no exercício da titularidade de outra delegação, de notas ou de registro, no Estado de Minas Gerais, por mais de dois anos, na data da primeira publicação do edital. 

As remunerações oferecidas aos cargos não são fixas, sendo calculadas com base nos lucros obtidos pelo cartório, descontadas às taxas devidas ao governo.

As inscrições foram recebidas até o dia 7 de maio de 2019,  através do site da banca organizadora, que é a Consulpan (www.consulplan.net). O valor da taxa de participação foi de R$ 250 para cada um dos critérios de ingresso. 

Sobre Consulplan

Associação de direito privado, sem fins lucrativos, o Instituto Consulplan atua na organização de concursos públicos, vestibulares e capacitação e treinamento de pessoal. O telefone da banca é (32) 3721-1225.

concursos publicosconcursos abertosconcursos mg (minas gerais)provas anteriores

Comentários

Mais Lidas