Artigo

Concurso PM SP: dicas para a prova objetiva de soldado

Muitos candidatos aos concursos de soldado da PM SP acreditam ser essencial treinar somente para o exame de aptidão física, mas o processo de preparação depende de treino também na primeira etapa

0,00(0.0%)0 voto(s)

Viviane Rocha
Publicado em 05/08/2019, às 14h14 - Atualizado em 10/08/2019, às 21h19

Soldados da PM SP
Divulgação

Muitos candidatos à carreira de soldado da Polícia Militar (PM/SP) acreditam ser essencial treinar somente para o exame de aptidão física, mas o processo de preparação para o concurso depende de treino também na primeira etapa. Até porque será a aprovação nos exames de conhecimentos que o levará às demais fases da seleção.

Serão chamados os 12 mil melhores classificados para a próxima etapa do concurso, sendo assim, prosseguir depende de um excelente desempenho e aprovação na primeira etapa. Para isso, as dicas deste artigo podem ajudá-lo nessas poucas semanas que antecedem a prova.

A prova do concurso para soldado da PM SP acontecerá no dia 24 de novembro de 2019. Portanto, você tem que arregaçar as mangas e aproveitar cada minuto livre para os estudos até a data do exame.

Serão duas provas: uma objetiva e outra dissertativa, composta por uma redação. A prova objetiva contará com 60 questões que exigirão de você conhecimentos de língua portuguesa, matemática, conhecimentos gerais (história geral e do Brasil, geografia geral e do Brasil e atualidades), noções básicas de informática e noções de administração pública.

É importante levar em consideração que essa prova é avaliada em uma escala de 0 a 60 pontos e será considerado habilitado o candidato que fizer, no mínimo, 30 pontos, ou seja, acertar, ao menos, 30 questões. Somente serão corrigidas as redações dos candidatos que obtiveram esse mínimo.

A prova de redação será avaliada em uma escala de 0 a 40 pontos e será considerado habilitado o candidato que obtiver nota igual ou superior a 20 pontos. 
As duas provas serão realizadas no mesmo dia e horário, no período da tarde. Sendo assim, fazer algumas simulações desse dia, inclusive de treino com simulados, confecção de redação, passagem de gabarito e, claro, adaptação ao horário da realização da sua prova, serão fundamentais.

Como muitos candidatos têm dificuldades exatamente na prova de redação, seguem algumas recomendações importantes para seu treino: 

  • Durante a prova dissertativa, não serão permitidas consultas, nem oferecidas folhas adicionais para rascunho. Você fará uma redação de acordo com a norma-padrão da língua portuguesa, a partir da leitura de textos auxiliares, que servem como um referencial para ampliar seus argumentos. Não é porque você está na sua casa que você fará diferente da realidade exigida no concurso;
  • Antes de passar a limpo, revise sua redação, pois não serão entregues folhas adicionais de redação, muito menos do gabarito da prova objetiva
  • Atenção: fugir ao tema e/ou gênero propostos; apresentar nome, rubrica, assinatura, sinal, iniciais ou marcas que permitam a identificação do candidato (exceto em locais indicados para tal); apresentar redação com 7 (sete) linhas ou menos e transcrever integralmente trechos da coletânea ou de quaisquer outras partes da prova levará você a obter nota zero na redação.

Um grande diferencial dos candidatos é conhecer bem a organizadora do concurso, no caso, a Fundação Vunesp. E, para conhecê-la bem, nada melhor que resolução de muitas provas anteriores da PM SP. É uma banca considerada legalista, que cobra conteúdos de acordo com a letra da lei, faz uso de textos e charges nas questões – não só de língua portuguesa, como muitos erroneamente acreditam. 

Estude a teoria, faça resumos e revisões, faça muitos exercícios e, como dito anteriormente, muitas provas anteriores. Esse conjunto de atividades certamente fará você caminhar a passos largos rumo à aprovação.

Tendo em mente como estudará cada disciplina, relacione os horários que você utilizará para estudar, inclusive aos sábados e domingos. Seja coerente e não planeje estudar além dos seus reais limites e períodos disponíveis. Caso faça isso, você não cumprirá suas metas diárias de estudo e isso pode causar desmotivação. Comemorar cada dia de estudo e avanço no aprendizado serão importantes aliados nesse processo, que tem ainda algumas semanas para ser concluído.

Passar em concurso público requer uma mudança de hábitos no seu cotidiano. Porém, valerá muito a pena, pois é essa mudança de hábito que levará você à tão sonhada mudança de vida.

Viviane Rocha é professora de Técnicas e Dicas de Estudos na Central de Concursos, pedagoga e mestre em psicologia educacional, especialista no processo de ensino-aprendizagem do adulto (andragogia)

Prova anterior PM SP

Para auxiliar nos estudos, o JC Concursos liberou provas anteriores da VUNESP, além dos gabaritos para consulta das questões aplicadas. É importante avaliar se a organizadora será a mesma para o novo processo de seleção, direcionando a preparação para o estilo da banca.

Acompanhe todos os detalhes do concurso PM SP

Sobre PM SP - Polícia Militar de São Paulo

A Polícia Militar de São Paulo (PM SP) tem em sua função prioritária a polícia ostensiva e a preservação da ordem pública no Estado de SP. Para fins de organização é uma força auxiliar e reserva do Exército Brasileiro, assim como os demais órgaos de segurança pública do Estado e integra o Sistema de Segurança Pública e Defesa Social brasileiro e está subordinada ao Governo do Estado de São Paulo através da Secretaria Estadual de Segurança Pública (SSP).

Em 15 de dezembro de 1831, por lei da Assembleia Provincial, foi criado o Corpo de Guardas Municipais Permanentes, composto de cem praças a pé, e trinta praças a cavalo, em atendimento ao decreto Imperial baixado pelo Regente Feijó. A Polícia Militar, assim como o Corpo de Bombeiros, a Guarda Nacional, a Marinha e Exército Fixo, faziam parte da Força Pública do Estado de São Paulo. Seus integrantes são denominados militares estaduais (artigo 42 da CRFB), assim como os membros do Corpo de Bombeiros Militar de São Paulo (CB PMESP). Atualmente, em efetivo, é a maior polícia do Brasil e a terceira maior Instituição Militar da América Latina, contando com aproximadamente 100.000 policiais.

Sobre Vunesp

Criada em 1979, a Fundação para o Vestibular da Universidade Estadual Paulista (Vunesp) possui personalidade jurídica de direito privado, sem fins lucrativos. A banca tem como principais atividades: planejar, organizar, executar e supervisionar o  vestibular da Unesp; realizar vestibulares e concursos diversos para outras instituições e promover as atividades de pesquisa e extensão de serviços à comunidade, na área educacional.

concursosconcursos abertosconcursos abertos spconcursos sp (são paulo)

Comentários

Mais Lidas