30 vagas

Concurso Marinha: último dia de inscrição para praças da armada

Ofertas do concurso da Marinha são destinadas a candidatos do sexo masculino que possuem nível técnico e idade entre 18 e 25 anos

Patricia Lavezzo
Publicado em 05/06/2019, às 14h07 - Atualizado em 11/07/2019, às 09h43

None
Divulgação da Marinha do Brasil

Terminam nesta quinta-feira, dia 11 de julho, as inscrições do concurso da Marinha para ingresso no quadro técnico de praças da armada. A seleção visa o preenchimento de 30 vagas, sendo seis reservadas aos negros, para atuação na operação e manutenção de submarinos e instalações nucleares.

Do total de ofertas, 14 são destinadas a área de eletroeletrônica (comunicações interiores ou eletricidade) e 16 para mecânica (máquinas ou motores). Podem concorrer candidatos do sexo masculino que têm curso técnico de nível médio e idade entre 18 e 25 anos no primeiro dia do mês de janeiro de 2020. O salário do terceiro-sargento é de R$ 3.825.

De acordo com o edital do concurso da Marinha, a principal atribuição das praças do corpo de praças da armada é o guarnecimento dos navios, submarinos e aeronaves da Marinha para a execução de tarefas relativas à operação e manutenção de equipamentos e sistemas, à conservação de compartimentos e materiais e da participação em serviços gerais e específicos naqueles meios navais.

Etapas do concurso da Marinha para praças

Interessados em disputar um dos postos devem preencher o formulário de inscrição no site www.ingressonamarinha.mar.mil.br e efetuar o pagamento da taxa de participação, no valor de R$ 74.

A primeira etapa a ser disputada pelos candidatos será a prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório. Ela será composta por 50 questões sobre conhecimentos profissionais de cada área técnica, além de uma redação.

O exame será aplicado na segunda quinzena do mês de setembro (data a ser informada oportunamente) nas seguintes cidades: Rio de Janeiro/RJ, Angra dos Reis/RJ, Nova Friburgo/RJ, São Pedro da Aldeia/RJ, Vila Velha/ES, Salvador/BA, Natal/RN, Olinda/PE, Fortaleza/CE, Belém/PA, Amapá/AP, Piauí/PI, Santarém/PA, São Luís/MA, Rio Grande/RS, Porto Alegre/RS, Paranaguá/PR, Florianópolis/SC, Ladário/MS, Brasília/DF, Santos/SP, São Paulo/SP e Manaus/AM.

O concurso da Marinha para praças da armada ainda contará com as seguintes fases, eliminatórias: verificação de dados biográficos; inspeção de saúde; teste de aptidão física; avaliação psicológica; verificação de documentos; procedimento de heteroidentificação complementar à autodeclaração; e período de adaptação.

Descrição das especialidades da Marinha

Comunicações interiores - trabalha com centrais telefônicas; circuitos telefônicos internos e externos; intercomunicadores; sensores e indicadores de funcionamento de equipamentos e sistemas (indicador de velocidade e direção do vento, odômetro, sistemas de indicação de óleo combustível, óleo lubrificante e água), sistemas de alarme, sistemas eletroeletrônicos de navegação baseado em giroscópios, sistemas de governo do navio e piloto automático, automação, sincros e servomecanismos.

Eletricidade - trabalha na geração e distribuição de energia elétrica; opera e mantem geradores de CA e CC e seus quadros de distribuição. Faz a manutenção em circuitos de iluminação e força; motores de bombas, de ventilação, de extração de ar; parte elétrica de equipamentos de ar condicionado e frigoríficas; e equipamentos auxiliares e seus controladores associados (dispositivos de controle e proteção). A Praça especialista em eletricidade faz, também, a operação, o controle e a manutenção de retificadores móveis e estáticos, de acumuladores e baterias e de transformadores.

Máquinas - trabalha com as máquinas principais e auxiliares da propulsão a vapor, operando e mantendo os equipamentos desse sistema de propulsão (turbinas de propulsão, condensadores, bombas de auxiliares, engrenagens redutoras, sistema de lubrificação, sistemas de resfriamento, eixos, mancais e hélices). Cuida da produção da água por meio da operação de grupos destilatórios, realizando, também, o armazenamento e controle da água para as caldeiras e da água potável do navio.

Motores - trabalha com as máquinas principais e auxiliares do sistema de propulsão dos navios que utilizam as máquinas de combustão interna como fonte de potência. Assim, opera e mantém os equipamentos desse sistema de propulsão (motores diesel, turbinas a gás - turbinas que utilizam o óleo diesel especial - engrenagens redutoras, sistemas de resfriamento, sistemas de lubrificação, eixos, mancais e hélices). A Praça especialista em motores também opera e mantém os sistemas de ar condicionado, sistemas de ar comprimido, frigoríficas, máquinas de acionamento do leme, destiladores por osmose reversa, separadores de água e óleo, unidades de tratamento de águas servidas, etc.

Prova anterior Marinha

Para auxiliar nos estudos, o JC Concursos liberou as provas anteriores do órgão, além dos gabaritos para consulta das questões aplicadas. É importante avaliar se a organizadora será a mesma para o novo concurso da Marinha para praças da armada direcionando a preparação para o estilo da banca.

Sobre Marinha - Marinha do Brasil

Marinha do Brasil pertence as Forças Armadas do Brasil e é responsável por conduzir operações navais. É a maior da América do Sul e da América Latina e a segunda maior da América, depois da Marinha dos Estados Unidos.

A Marinha esteve envolvida na guerra de independência do Brasil. Por volta de 1880, a Armada Imperial Brasileira era a mais poderosa da América do Sul. Após a rebelião naval de 1893, houve um hiato em seu desenvolvimento, até 1905, quando o Brasil adquiriu dois dos dreadnoughts mais poderosos e avançados da época, o que provocou uma corrida armamentista naval com as nações vizinhas, sobretudo a Argentina e Chile. A Marinha do Brasil participou na Primeira Guerra Mundial e na Segunda Guerra Mundial, participando de patrulhas anti-submarinos no Atlântico.

Comentários

Mais Lidas